Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Emma Stone revela que colegas homens reduziram seus pagamentos para ela conseguir ter igualdade salarial
    Por Katiúscia Vianna — 7 de jul. de 2017 às 17:55
    facebook Tweet

    Indústria de Hollywood ainda tem grandes diferenças nos pagamentos entre homens e mulheres.

    Frederick M. Brown/Getty Images North America

    Infelizmente, o sexismo ainda é um problema forte em Hollywood e uma de suas consequências é a desigualdade salarial entre homens e mulheres. Nomes como Jennifer Lawrence, Robin Wright e Patricia Arquette comentaram sobre o assunto, agora chegou a vez de Emma Stone falar sobre sua experiência.

    A vencedora do Oscar por La La Land - Cantando Estações deu uma entrevista sobre o tema para a revista Out, ao lado da tenista Billie Jean King (quem ela vai interpretar no drama Battle of the Sexes - que fala justamente sobre preconceito de gênero, só que nos esportes) e de sua colega de cena, Andrea Riseborough.

    "Na minha carreira até agora, eu tive colegas homens que aceitaram ter cortes eu salários para que o meu pagamento fosse igual ao deles. Fizeram pois sentiram que era a coisa certa. Isso não é muito discutido, mas é necessário: receber salários iguais precisa de pessoas altruístas percebendo o que é justo. Quando um homem faz isso e me considera em tom de igualdade, muda meu futuro e minha vida. Nós somos todos iguais e merecemos as mesmas coisas", contou Stone.

    Para visualizar melhor tal situação, basta fazer uma comparação. Jennifer Lawrence, atriz mais bem paga de 2016, recebeu US$ 46 milhões - cerca de US$ 18 milhões a menos que Dwayne Johnson, primeiro lugar na lista de atores com maiores salários nesse mesmo período.

    Co-estrelada por Steve Carell, Battle of the Sexes chega aos cinemas no dia 19 de outubro.

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top