Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Festival de Cannes 2017: Ameaça de bomba atrasa sessão de comédia sobre Jean-Luc Godard
    Por Francisco Russo — 20 de mai. de 2017 às 19:15
    facebook Tweet

    Le Redoutable, dirigido por Michel Hazanavicius.

    Sol a pino, muita gente nas ruas, jornalistas correndo para chegar logo na próxima sessão. Era um dia normal na cobertura do Festival de Cannes... até uma ameaça de bomba aparecer minutos antes do início da primeira sessão de Le Redoutable.

    Rapidamente, os seguranças da sala Debussy alertaram os presentes na imensa fila do lado de fora que se afastassem. Quem estava dentro do Palais des Festivals, sede do Festival de Cannes, também teve que se retirar. A ausência de explicações alimentava a ansiedade geral, tanto dos que queriam retornar ao trabalho quanto os que temiam algum tipo de atentado.

    O AdoroCinema acompanhou ao vivo toda esta situação através do Instagram Stories. Vale lembrar que, neste ano, a segurança do Festival de Cannes foi reforçada devido aos recentes atentados ocorridos na França.



    Após a polícia entrar no local para investigar um pacote suspeito, todas as entradas ao Palais foram reabertas. Inclusive na sala Debussy, onde o AdoroCinema pôde assistir ao filme. A sessão teve início com 40 minutos de atraso e transcorreu normalmente.

    Dirigido por Michel Hazanavicius (O Artista), o longa-metragem acompanha a juventude de Jean-Luc Godard, o enfant terrible da Nouvelle Vague - ou, mais exatamente, o período em que esteve casado com a atriz Anne Wiazemsky. Repleto de referências cinematográficas, o filme protagonizado por Louis GarrelStacy Martin arrancou boas gargalhadas do público, graças especialmente ao confronto da persona egocêntrica e arrogante de Godard com as pessoas à sua volta.

    Até o momento, Le Redoutable não tem distribuidora nem previsão de estreia nos cinemas brasileiros.

     



    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top