Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Mostra realizada pelo CCBB traz todos os filmes de Michelangelo Antonioni
    Por João Vitor Figueira — 23 de abr. de 2017 às 10:23
    facebook Tweet

    Retrospectiva completa da obra do renomado diretor italiano passará por Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

    A obra de Michelangelo Antonioni, um dos maiores nomes do cinema europeu em todos os tempos, será tema da mostra Aventura Antonioni, promovida pelo Centro Cultural Banco do Brasil.

    A mostra terá projeções em 35mm e no formato digital de trinta e quatro filmes assinados pelo italiano, incluindo clássicos absolutos da sétima arte como as obras da trilogia da incomunicabilidade (A Aventura, A Noite e O Eclipse), Deserto Rosso – O Dilema de uma Vida, Blow-Up – Depois Daquele Beijo e Profissão: Repórter.

    Aventura Antonioni começa no CCBB Rio de Janeiro e no CCBB São Paulo no dia 26 de abril e vai ficar em cartaz nessas duas capitais até o dia 22 de maio. No CCBB Brasília as sessões vão ocorrer entre 3 e 29 de maio.

    Além de todos os filmes dirigidos por Antonioni, cuja morte completa 10 anos em julho de 2017, a mostra traz ainda trabalhos que o artista italiano fez como roteirista, como Abismo de Um Sonho, de Federico Fellini, e Um Piloto Retorna, de Roberto Rossellini. Há ainda espaço para documentários em curta-metragem obscuros dirigidos pelo europeu e filmes que exaltam sua figura, como Antonioni-Hitchcock: A Imagem em Fuga, de Júlio Bressane.

    "Antonioni manipula as bordas mais silenciosas e indiretas da estrutura cinematográfica, tão discretamente que seus enigmas existenciais são sentidos antes que possam ser intelectualizados. O espaço negativo é tão proeminente quanto o positivo, o silêncio tão alto como o ruído, a ausência tão palpável como presença, e a passividade uma força tão potente como a ação direta", avalia o curador da mostra, Paulo Ricardo Gonçalves de Almeida, em comunicado à imprensa. "Transgredindo as leis cinematográficas não ditas, Antonioni se concentra em protagonistas femininas, mas se recusa a sentimentalizá-las ou a julgá-las moralmente, e as coloca em pé de igualdade com os outros elementos dentro do seu sistema dinâmico total, como sons ou elementos do set."

    Confira a programação completa no site do CCBB.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top