Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Valerian e a Cidade dos Mil Planetas é o filme mais caro já produzido na França
    Por Taiani Mendes — 10 de abr. de 2017 às 17:10
    facebook Tweet

    Mais de US$ 200 milhões investidos na ficção científica de Luc Besson.

    O "visionário" Luc Besson não poupou esforços ou dinheiro para levar seu projeto dos sonhos para os cinemas. Valerian e a Cidade dos Mil Planetas é oficialmente a produção francesa mais cara já feita, ao custo de €197.47 milhões (cerca de US$ 210 milhões). A ficção científica estrelada por Cara Delevingne e Dane DeHaan esmigalhou o recorde anterior, de Asterix nos Jogos Olímpicos (€78 milhões), e assumiu ainda a liderança do ranking de filmes mais caros feitos fora dos Estados Unidos, superando o chinês Asura, que será lançado em 2018. O investimento, 100% francês, é digno de Hollywood e coloca o longa no mesmo patamar que Transformers: A Era da Extinção e X-Men - O Confronto Final, também feitos com US$ 210 milhões.

    Clive Owen, Rihanna, Ethan Hawke, John Goodman, Herbie Hancock e Kris Wu fazem parte do elenco da trama, adaptação de uma longa série em quadrinhos criada por Pierre Christin, Jean-Claude Mézières e Évelyne Tranlé. Grande parte do dinheiro foi para os efeitos especiais, fundamentais na narrativa. "Apenas 10% dos personagens são humanos, os demais são todos alienígenas. Teremos 10 meses de pós-produção com este filme, ele terá cerca de 2700 cenas com efeitos", declarou Besson na Comic-Con 2016.

    Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, sobre as aventuras dos viajantes do tempo Valerian (DeHaan) e Laureline (Delevingne) no século XXVIII, estreia dia 10 de agosto. O sucesso nas bilheterias terá de ser enorme para evitar o prejuízo. E, detalhe, os €197.47 milhões não incluem os gastos em divulgação.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top