Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Oscar 2017: Diretores dos filmes estrangeiros apoiam Asghar Farhadi e protestam contra veto de Donald Trump
    Por Rodrigo Torres — 20/02/2017 às 14:42
    facebook Tweet

    "Misturar os temas terrorismo e refugiados é uma política horrível, desumana, pois cria medo e instaura o racismo", declarou Maren Ade, diretora de Toni Erdmann.

    As medidas polêmicas de Donald Trump atingiram em cheio o mundo do cinema quando o presidente assinou uma ordem executiva que veta a entrada de imigrantes de sete países muçulmanos nos Estados Unidos. Com isso, um dos indicados ao Oscar 2017 de língua estrangeira, o cultuado diretor de O Apartamento, Asghar Farhadi (vencedor do prêmio em 2012, por A Separação), ficou impedido de participar da cerimônia do Prêmio da Academia — provocando não só o protesto dele próprio, como de seus concorrentes.

    Trystan Pütter, Sandra Hüller, Maren Ade e Peter Simonischek: Toni Erdmann em Cannes.

    "Eu acho que todos nós somos afetados por isso. Pra mim, não é relevante que país Donald Trump baniu", declarou Maren Ade, diretora do filme favorito na disputa, Toni Erdmann. "Misturar os temas terrorismo e refugiados é uma política horrível, desumana, pois cria medo e instaura o racismo", ela acrescentou, em entrevista ao ao THR. A cineasta alemã ainda revelou que montou o visual do seu protagonista baseada, dentre outras figuras, na caricatura de Trump, que "é difícil aceitar que uma pessoa tão sexista foi eleita" e que as medidas dele representam "uma forma moderna de ditadura".

    Martin Zandvliet na gravação de Terra de Minas.

    Martin Zandvliet, diretor do indicado dinamarquês Terra de Minas, "entende completamente e apoia Asghar e todos os indicados em língua estrangeira", independente de sua escolha em ir ou não ao Oscar 2017. "A ideia do veto de viajar baseado em estereótipos e generalizações é traiçoeira. É perigoso quando as pessoas reagem por medo e nos tornamos críticos uns com os outros. Precisamos aprender com nosso passado", disse Zandvliet.

    Martin Butler e Bentley Dean com um ator de Tanna.

    "A categoria Filme em Língua Estrangeira se baseia totalmente em celebrar todas as culturas no cinema. É por isso que Asghar Farhadi sente a necessidade de boicotar o Prêmio da Academia, em resposta à tentativa particularmente trágica de Trump de banir muçulmanos. Entendemos e apoiamos sua decisão", disse Bentley Dean, codiretor de Tanna ao lado de Martin Butler. "O que foi encorajador ao longo dos dias seguintes foi ver o povo americano e suas instutuições mostrar sua força democrática para pôr fim ao lunatismo de Trump", completou o cineasta australiano.

    Hannes Holms e o intérprete de Ove, Rolf Lassgård.

    Um Homem Chamado Ove pode viver uma situação semelhante: a coprotagonista Bahar Pars possui dupla nacionalidade, iraniana e sueca. "Isso é terrível, claro", disse o diretor Hannes Holm: "Mas eu mandei mensagem para Bahar, dizendo a ela que não acredito em muros. Se você constrói um muro, sempre haverá um modo de se esgueirar por baixo, por um buraco ou algo do tipo". O cineasta sueco termina dizendo que ele e sua atriz, se possível, irão, sim, à premiação. Seu ponto é que "os eleitos de Trump não dão à mínima" para estrangeiros, "parte da ideia é mantê-los" fora dos Estados Unidos e se curvar ao veto talvez seja até melhor para Trump".

    O Oscar 2017 acontece no próximo domingo, 26 de fevereiro. Para saber tudo sobre a maior premiação do cinema mundial, relembrando os indicados e votando nos seus favoritos, acompanhe o evento por meio do canal especial do Oscar no AdoroCinema!

    Toni Erdmann Trailer (2) Legendado

     

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Siga o AdoroCinema
    Trailers
    Assista ao trailer legendado
    Confira o filme nos cinemas
    O Grito Trailer Legendado
    Para Todos Os Garotos: PS. Ainda Amo Você Trailer (2) Legendado
    Parasita Trailer Legendado
    Dolittle Trailer Dublado
    Todos os últimos trailers
    Notícias de cinema Festivais e premiações
    O Chamado da Floresta: Tudo que você precisa saber antes de assistir ao filme nos cinemas
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020
    Festival de Berlim 2020: Em sessão de estreia, Meu Nome é Bagdá arranca longa salva de palmas do público
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quarta-feira, 26 de fevereiro de 2020
    Festival de Berlim 2020: Em sessão de estreia, Meu Nome é Bagdá arranca longa salva de palmas do público
    Festival de Berlim 2020: "Estamos em um momento de simplificação de questões pela simples oposição", afirmam diretores de Todos os Mortos (Entrevista exclusiva)
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    terça-feira, 25 de fevereiro de 2020
    Festival de Berlim 2020: "Estamos em um momento de simplificação de questões pela simples oposição", afirmam diretores de Todos os Mortos (Entrevista exclusiva)
    Últimas notícias de cinema Festivais e premiações
    Melhores filmes em cartaz
    Bad Boys para Sempre
    Bad Boys para Sempre
    4,3
    Diretor: Adil El Arbi, Bilall Fallah
    Elenco: Will Smith, Martin Lawrence, Vanessa Hudgens
    Trailer
    1917
    1917
    4,3
    Diretor: Sam Mendes
    Elenco: George MacKay, Dean-Charles Chapman, Mark Strong
    Trailer
    Parasita
    Parasita
    4,3
    Diretor: Bong Joon Ho
    Elenco: Song Kang-Ho, Woo-sik Choi, Park So-Dam
    Trailer
    Minha Mãe É uma Peça 3
    4,2
    Diretor: Susana Garcia
    Elenco: Paulo Gustavo, Rodrigo Pandolfo, Mariana Xavier
    Trailer
    Sonic - O Filme
    4,2
    Diretor: Jeff Fowler
    Elenco: Jim Carrey, James Marsden, Tika Sumpter
    Trailer
    Um Espião Animal
    3,6
    Diretor: Nick Bruno, Troy Quane
    Trailer
    Todos os melhores filmes em cartaz
    Back to Top