Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Esquadrão Suicida é a maior estreia da semana
    Por João Vitor Figueira — 4 de ago. de 2016 às 07:28
    facebook Tweet

    Negócio das Arábias, drama estrelado por Tom Hanks; comédia dramática A Intrometida, com Susan Sarandon; e drama nacional Vidas Partidas também são destaques.

    Depois de meses de uma intensa campanha de marketing que movimentou as redes sociais e gerou um grande hype para o filme, Esquadrão Suicida é a maior estreia do circuito brasileiro nesta quinta-feira (03). O filme da Warner Bros. abre em 1.405 salas, sendo 912 telas 3D e 12 do circuito IMAX

    Na trama, baseada nos quadrinhos da DC Comics, um perigoso grupo de criminosos altamente perigosos é recrutado por uma oficial de inteligência dos Estados Unidos (Viola Davis) para uma missão que só eles são capazes de concluir, enfrentando "uma entidade insuperável e enigmática", como diz a sinopse oficial. 

    Com direção de David Ayer (Corações de FerroMarcados para Morrer), Esquadrão Suicida conta com Will Smith como Pistoleiro, Margot Robbie como Arlequina, Jared Leto como Coringa, Jai Courtney como Capitão Bumerangue, Cara Delevingne como Magia e Joel Kinnaman como Rick Flagg.

    A comédia dramática Negócio das Arábias apresenta Tom Hanks no papel do empresário decadente Alan Clay, que busca reencontrar o caminho para uma vida bem sucedida financeiramente. Decidido a voltar a ganhar dinheiro, o empreendedor americano viaja para a Arábia Saudita para tentar vender uma ideia envolvendo hologramas para o afortunado rei do país árabe, que planeja levantar um complexo no meio do deserto. A direção é de Tom Tykwer, de A Viagem e Corra, Lola, Corra.

    A Intrometida, comédia dirigida por Lorene Scafaria (Procura-se um Amigo para o Fim do Mundo) conta com Susan Sarandon no papel de uma mãe superproterora que, após ficar viúva, se muda (sem avisos) de Nova York para viver em Los Angeles com sua filha (Rose Byrne), onde poderá controlar a vida dela como sempre sonhou. O drama franco-belga Os Cavaleiros Brancos, de Joachim Lafosse, traz o renomado ator Vincent Lindon no papel do presidente de uma ONG que planeja resgatar 300 crianças órfãs de um país do continente africano em guerra civil.

    Outra produção francesa, a comédia romântica Um Amor à Altura conta com Jean Dujardin (O Artista) digitalmente transformado no baixinho Alexandre, um homem de 1,36m de altura que se apaixona por uma mulher mais alta (Virginie Efira). O longa-metragem é uma refilmagem do argentino Coração de Leão – O Amor Não Tem Tamanho.

    Três filmes nacionais estreiam nesta quinta: Fome, Vidas Partidas e A Loucura Entre Nós. O drama Fome, de Cristiano Burlan, mescla ficção e documentário com a história de um homem em situação de rua que já foi professor da USP. Vidas Partidas, de Marcos Schechtman, acompanha a espiral de decadência de um casal, outrora apaixonado, depois que o marido perde o emprego e se torna violento. O documentário A Loucura Entre Nós, de Fernanda Vareille, acompanha as histórias de vida de pacientes de um hospital psiquiátrico.

    O Monstro de Mil Cabeças completa o circuito de estreias. O suspense mexicano dirigido por Rodrigo Plá mostra a história de uma mulher que pretende ir até as últimas consequências para conseguir que seu marido doente tenha o tratamento adequado.

    Para informações sobre os horários das sessões, acesse nosso guia de programação.

    Confira abaixo os trailerscríticas e a opinião da imprensa sobre os filmes que estreiam nesta semana.

    Esquadrão Suicida: "O grande destaque do filme é Margot Robbie. Linda, divertida, traumatizada, fatal e perturbada, a personagem é complexa e dá a possibilidade da atriz roubar a cena sempre que aparece. Neste caso específico, cabe destacar que o roteiro não foge de deixar claro que Arlequina é vítima de um relacionamento abusivo. Ela não namora o Coringa. Ela foi transformada e violentada por ele." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Negócio das Arábias: "É difícil dizer que Negócio das Arábias contenha alguma cena marcante ou escolha estética louvável. Entretanto, aos poucos ele abandona o escárnio em relação ao mundo árabe e passa a abraçá-lo, de maneira certamente ingênua, mas dotada de tolerância. Para os espectadores em busca de uma sessão despretensiosa, o resultado oferece as recompensas prometidas." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    A Intrometida: Leia a opinião da imprensa.

     

    Os Cavaleiros Brancos: "Termina-se a projeção de Os Cavaleiros Brancos sem saber muito bem o que o diretor tinha a dizer sobre a moral dúbia dos europeus (que mentem para atingir seus objetivos) e dos africanos (que mentem para explorar financeiramente o suposto ajudante)." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     


    Um Amor à Altura: "Jean Dujardin é sempre muito talentoso para a comédia, mas se mostra menos hábil nos instantes dramáticos, já Virginie Efira demonstra pouca versatilidade na transição entre os dois registros, sem conseguir explorar o potencial dos diálogos. A parte central do filme também carece de ritmo, como se a montagem editasse o material cômico nos moldes de um drama tradicional. " Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    Fome: "...em termos de poesia, Burlan apresenta cenas comoventes, como a dança de Bernardet com seu xale, ou a música com um colega cantada no Minhocão. Por fim, o filme se destaca por sua liberdade de construção e pelo lirismo das imagens, apesar de nunca elevar a representação social ao patamar de sua poesia." Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     


    O Monstro de Mil Cabeças: "...um filme contundente sobre o mundo atual e seus absurdos que, infelizmente, soam tão familiares a muitos de nós. " Leia a crítica completa e a opinião da imprensa.

     

    A Loucura Entre Nós: Leia a opinião da imprensa.

     

    Vidas Partidas: Leia a  opinião da imprensa.

     

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top