Meu AdoroCinema
  • Meus amigos
  • Meus cinemas
  • Notas Express
  • Minha coleção
  • Minha conta
  • Promoções
  • Desconectar
Os 20 atores de Hollywood mais temperamentais nos bastidores
Por Renato Hermsdorff — 20/03/2016 às 07:52
facebook Tweet

#AdoroTretas.

Mandy Patinkin, 63.

Mimado?

Com a palavra, o próprio: “Eu não ouvia os diretores porque fui muito mimado. Eu comecei [a carreira] com pessoas como Milos Forman, Sidney Lumet, James Lapine, pessoas inacreditavelmente dotadas. Então, eu dizia ‘nem venha falar comigo, eu não quero saber da sua opinião’", confessou Patinkin ao New York Times Magazine, na época de Chicago Hope. "Eu me comportava de forma abominável. E eu não me importo se o meu trabalho era bom ou se eu ganhei um prêmio por isso. Eu não me orgulho de que eu era”. Se os colegas de Homeland concordam ou não, não deixa de ser um belo mea culpa.

Julia Roberts, 48.

Tinkerhell?

A gente inclui Julia Roberts já fazendo um mea culpa. Isso porque o episódio que a “incrimina” data de quando a atriz tinha apenas 23 anos. Porém, não existe uma lista do tipo ("atores temperamentais") que não inclua a linda mulher. Ao que tudo indica, tudo aconteceu nos bastidores de Hook – A Volta do Capitão Gancho, no longínquo ano de 1991. De acordo com o jornal The New York Times, ela brigou com Steven Spielberg o tempo todo, e suspeita-se que o tenha usado como válvula de escape devido ao fim do noivado com Kiefer Sutherland. A People Magazine foi ainda mais longe e relatou, na época, que as celebridades que apareciam no set para uma visita – tipo Tom Cruise, Mel GibsonMichelle Pfeiffer – só o faziam para dar um confere no temperamento da atriz, a essa altura apelidada de... “Tinkerhell” (LOL).

Jennifer Lopez, 46.

Diva?

“O ser humano mais notoriamente difícil com quem trabalhar na história da indústria cinematográfica. Se ela não estiver discutindo com você no set, com certeza vai fazer da sua vida um inferno fora das filmagens”. Dessa maneira fofa, JLo é descrita pelo site WhatCulture. Jennifer faz o tipo diva, que lista uma série de exigências nos termos de seus contratos – o que seria uma forma de se autopromover também. Os boatos dão conta de que nos bastidores de O Que Esperar Quando Você Está Esperando – que coincidiu com a separação do cantor Marc Anthony e, portanto, ela estava muito visada pelos paparazzi –, Lopez tinha uma secretária contratada só para falar em nome dela. Porque ela mesmo, não queria papo com ninguém.    

Tom Hardy, 38.

Desobediente?

Tom Hardy ainda não está entre os atores mais detestados entre seus pares. Mas a julgar pelo processo como o ator trabalha, o resultado costuma ser uma relação de amor e ódio (que geralmente começa pelo ódio, no set, e termina em amor, na turnê de lançamento do filme). “A minha reputação é a de alguém difícil. E eu sou. Eu realmente sou”, ele disse à revista Esquire UK. “Mas eu não sou irracional. Costumava ser assim: se alguém me machucava, eu o chicoteava de volta, para pará-lo. Isso vem, em última análise, do medo”. Hardy mal falou com Charlize Theron nas conturbadas filmagens de Mad Max – Estrada da Fúria (e depois a presenteou com um auto-retrato como um cachimbo da paz). Já o convívio com Alejandro G. Iñárritu em O Regresso chegou ao conflito de fato. Mas foi uma briga consensual, se é que isso é possível. “Quando as coisas ficam um pouco sérias demais no set, eu penso: ‘Por que não fazemos [eu e o diretor] um afago na frente de todas essas pessoas aqui?’”, o que teria terminado com ambos caindo na neve, com o ator socando o diretor. “Eu acho que é uma coisa boa. Se eu sou o cara desobediente por causa disso, então prefiro ser o cara desobediente e liberar a tensão”. A resposta do mexicano? “Ele é incrivelmente sensível e amável”.

Marlon Brando, 80 (3 de abril de 1924/ 1 de julho de 2004).

Marlon Brando?

Brando é uma lenda. E tantas são as lendas envolvendo seu comportamento nos bastidores dos filmes em que atuou. “Nas filmagens de Apocalypse Now [1979], ele apareceu bêbado, se recusou a seguir o roteiro, e insistiu em ser filmado de modo a parecer ‘menos pesado’ em cena”, diz o registro no IMDb. Em A Ilha do Dr. Moreau (1996), Brando teria se recusado a tirar da cabeça um balde de gelo improvisado como chapéu e ainda teria usado um fone através do qual o restante da equipe lhe soprava as falas de seu personagem. Mas foi em A Cartada Final (já em 2001) que o ator teria ido ainda mais longe. Insatisfeito com a orientação do diretor Frank Oz – a quem se dirigiria como “Miss Piggy” – a respeito de seu personagem, Marlon Brando, de maneira... infantil? teria se recusado a usar calças durante toda a filmagem, “obrigando a equipe a filmá-lo apenas da cintura pra cima”. Pouco? O ator ainda teria trazido uma carta do próprio médico atestando que o digníssimo paciente sofria de “alergia a Oz”. “Oz, supostamente, orientava [Brando] pelo colega de elenco Robert De Niro através de um ponto eletrônico”. Ô, vida.
facebook Tweet
Links relacionados
  • É briga! 20 filmes com tensão nos bastidores
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Matérias especiais recomendadas
Guia do Festival de Cannes 2019
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
segunda-feira, 13 de maio de 2019
Guia do Festival de Cannes 2019
Oscar 2019: Confira as apostas do AdoroCinema
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
Oscar 2019: Confira as apostas do AdoroCinema
Guia do Festival de Berlim 2019
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019
Guia do Festival de Berlim 2019
Retrospectiva 2018: Momentos marcantes do cinema e das séries
NOTÍCIAS - Visto na Web
sábado, 29 de dezembro de 2018
Retrospectiva 2018: Momentos marcantes do cinema e das séries
Todas as Matérias especiais de cinema
Trailers
Turma da Mônica - Laços Trailer
Divino Amor Trailer
Pets - A Vida Secreta dos Bichos 2 Trailer (5) Dublado
Annabelle 3: De Volta para Casa Trailer Legendado
O Olho e a Faca Trailer
Homem-Aranha: Longe de Casa Trailer (3) Legendado
Todos os últimos trailers
Back to Top