Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Rio de Janeiro recebe mostra em memória ao centenário de Grande Otelo
    Por Laysa Zanetti — 16 de nov. de 2015 às 15:17
    facebook Tweet

    Programação da CAIXA Cultural inclui exibição de filmes, debates e masterclass sobre o ator.

    Em comemoração pelo centenário do prolífico ator, comediante, compositor e escritor brasileiro Sebastião Bernardes de Souza Prata, o Grande Otelo, a CAIXA Cultural Rio de Janeiro recebe a partir desta terça-feira (17) a mostra O Maior Ator do Brasil – 100 Anos de Grande Otelo. O evento acontece do dia 17 até o dia 29, com a exibição de 27 dos 100 filmes feitos pelo ator, além de debates e uma masterclass, com entrada gratuita.

    Com curadoria de Breno Lira Gomes e João Monteiro, a mostra apresenta destaques como Macunaíma, Matar ou Correr, O Assalto ao Trem Pagador e O Negrinho do Pastoreio. Todos os filmes terão ingressos a R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia), com exibições de terça a domingo.

    Apesar de uma infância difícil e traumática, Grande Otelo conheceu uma companhia de teatro mambembe ainda quando criança e foi embora com eles de sua cidade natal, Uberlândia-MG, para São Paulo. No cinema, começou a atuar em 1935, no filme Noites Cariocas, e em 1942 participou do inacabado It’s All True, com Orson Welles, que o considerava o maior ator brasileiro. Faleceu em 26 de novembro de 1993, de um ataque fulminante do coração, quando viajava para Paris.

    Confira a programação oficial da mostra:

    17 de novembro (terça-feira)
    Cinema 1
    17h – Onde estás felicidade? (1939), Mesquitinha, 90 min, Brasil, Livre
    19h15 - Rio Zona Norte (1957), Nelson Pereira dos Santos, 80 min, Brasil, 16 anos
    Cinema 2
    17h15 – Samba em Berlim (1943), Luís de Barros, 80 min, Brasil, 12 anos

    18 de novembro (quarta-feira)
    Cinema 1
    17h – Romance Proibido (1944), Ademar Gonzaga, 65 min, Brasil, 12 anos
    18h45 – Macunaíma (1969), Joaquim Pedro de Andrade, 108 min, Brasil, 12 anos
    Cinema 2
    17h15 – Matar ou Correr (1954), Carlos Manga, 87 min, Brasil, 12 anos

    19 de novembro (quinta-feira)
    Cinema 1
    14h – O negrinho do Pastoreio, Antônio Augusto Fagundes, 85 minutos, Brasil, Livre.
    17h – Os Três Cangaceiros (1961), Vitor Lima, 93 min, Brasil, 10 anos
    19h – Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo, de Murilo Salles e Ronaldo Foster (12 min), Livre.
    Debate com os filhos de Grande Ottelo: Mario Luiz de Souza Prata, Carlos Sebastião Vasconcelos Prata e José Antônio de Souza Prata. Mediação do jornalista e crítico de cinema Mario Abbade. (Entrada franca)

    Cinema 2
    16h – Garota enxuta (1959), Josip B. Tanko, 100 min, Brasil, Livre
    18h – Um candango na Belacap (1961), Roberto Farias, 102 min, Brasil, Livre

    20 de novembro (sexta-feira)
    Cinema 1
    14h50 – A estrela sobe (1974), Bruno Barreto, 105 minutos, Brasil, 14 anos
    17h – Os herdeiros (1969), Cacá Diegues, 101 min, Brasil, 16 anos
    19h15 – A família do barulho (1970), Júlio Bressane, 60 min, Brasil, 16 anos
    Cinema 2
    14h – Lúcio Flávio, passageiro da agonia (1977), Hector Babenco, 118 min, Brasil, 16 anos
    18h45 – O assalto ao trem pagador (1962), Roberto Farias, 102 min, Brasil, 16 anos

    21 de novembro (sábado)
    Cinema 1
    14h50 - Jubiabá (1986), Nelson Pereira dos Santos, 107 minutos, Brasil, 14 anos.
    17h – Barão Otelo no barato dos bilhões (1971), Miguel Borges, 119 min, Brasil, 10 anos
    19h20 – O Rei do Baralho (1974), Júlio Bressane, 82 minutos, Brasil, 16 anos

    Cinema 2
    15h - Masterclass Grande Othelo: da comédia ao drama, com a pesquisadora Silvia Oroz. Duração de no máximo 90 min. Entrada franca, com distribuição de senhas uma hora antes do início (Entrada franca)
    18h45 – Nem tudo é verdade (1985), Rogério Sganzerla, 88 min, Brasil, Livre

    22 de novembro (domingo)
    Cinema 1
    14h30 – Natal da Portela (1988), Paulo César Saraceni, 100 min, Brasil/França, 16 anos
    16h30 – A estrela sobe (1974), Bruno Barreto, 105 minutos, Brasil, 14 anos.
    18h45 – Brasa adormecida (1985), Djalma Limonge Batista, 105 min, Brasil, 10 anos
    Cinema 2
    14h – Mulheres à vista (1959), Josip B. Tanko, 100 min, Brasil, Livre
    19h – A baronesa transviada (1957), Watson Macedo, 100 min, Brasil, 10 anos

    24 de novembro (terça-feira)
    Cinema 1
    17h – Jubiabá (1986), Nelson Pereira dos Santos, 107 minutos, Brasil, 14 anos
    19h – Debate com o tema Grande Othelo: o homem do cinema brasileiro, com mediação da editora do catálogo Angélica Coutinho. Participação dos professores e pesquisadores Hernani Heffner e João Luiz Vieira, e do crítico Rodrigo Fonseca (Entrada franca)

    Cinema 2
    18h – A linguagem de Orson Welles (1990), Rogério Sganzerla, 15 min, Brasil, Livre
    É tudo verdade (It’s All True, 1993), Norman Foster e Bill Krohn, 89 minutos, França/USA, Livre

    25 de novembro (quarta-feira)
    Cinema 1
    14h – O negrinho do Pastoreio, Antônio Augusto Fagundes, 85 min, Brasil, Livre.
    17h – Natal da Portela (1988), Paulo César Saraceni, 100 min, Brasil/França, 16 anos
    19h15 – Tudo é Brasil (1997), Rogério Sganzerla, 82 min, Brasil, Livre

    Cinema 2
    18h – Onde estás felicidade? (1939), Mesquitinha, 90 min, Brasil, Livre

    26 de novembro (quinta-feira)
    Cinema 1
    17h – O assalto ao trem pagador (1962), Roberto Farias, 102 min, Brasil, 16 anos
    19h – Debate com o tema Grande Othelo, o maior ator do Brasil, com a participação do cineasta Roberto Farias, da atriz Adelaide Chiozzo e do ator Érico Brás. Mediação do professor e pesquisador Sergio Motta (Entrada franca)

    Cinema 2
    18h – Lúcio Flávio, Passageiro da Agonia (1977), Hector Babenco, 118 min, Brasil, 16 anos

    27 de novembro (sexta-feira)
    Cinema 1
    15h30 – A família do barulho (1970), Júlio Bressane, 60 min, Brasil, 16 anos
    17h – O rei do baralho (1974), Júlio Bressane, 82 minutos, Brasil, 16 anos
    18h45 – Os herdeiros (1969), Cacá Diegues, 101 min, Brasil, 16 anos

    Cinema 2
    18h – Samba em Berlim (1943), Luís de Barros, 80 min, Brasil, 12 anos

    28 de novembro (sábado)
    Cinema 1
    14h15 – Brasa adormecida (1985), Djalma Limonge Batista, 105 min, Brasil, 10 anos
    16h20 – Barão Otelo no barato dos bilhões (1971), Miguel Borges, 119 min, Brasil, 10 anos
    18h45 – Macunaíma (1969), Joaquim Pedro de Andrade, 108 min, Brasil, 12 anos

    Cinema 2
    16h – A linguagem de Orson Welles (1990), Rogério Sganzerla, 15 min, Brasil, Livre
    + É tudo verdade (It’salltrue, 1993), Norman Foster e Bill Krohn, 89 minutos, França/USA, Livre
    18h10 – Nem tudo é verdade (1985), Rogério Sganzerla, 88 min, Brasil, Livre


    29 de novembro (domingo)
    Cinema 1
    15h – Romance Proibido (1944), Ademar Gonzaga, 65 min, Brasil, 12 anos
    16h20 – Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo (1971), Ronaldo Foster e Murilo Sales, 12 min, Brasil, Livre
    Tudo é Brasil (1997), Rogério Sganzerla, 82 min, Brasil, Livre
    18h45 – Rio Zona Norte (1957), Nelson Pereira dos Santos, 80 min, Brasil, 16 anos

    Cinema 2
    16h – A Baronesa Transviada (1957), Watson Macedo, 100 min, Brasil, 10 anos
    18h – Matar ou Correr (1954), Carlos Manga, 87 min, Brasil, 12 anos



    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top