Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Autor de livro de 007 diz que Idris Elba é muito "das ruas" para interpretar James Bond, mas logo se arrepende
    Por João Vitor Figueira — 1 de set. de 2015 às 21:45
    facebook Tweet

    "Eu sou um escritor, não um diretor de elenco, então do que eu sei?", se indagou Anthony Horowitz ao retirar o que disse sobre o ator, cotado para suceder Daniel Craig no papel de James Bond.

    O escritor Anthony Horowitz se arrependeu por ter dito que o ator Idris Elba é muito "das ruas" para interpretar o James Bond. Horowitz é o autor do livro "Trigger Mortis", romance sobre o agente 007 que faz parte da linha do tempo literária oficial do personagem criado pelo escritor britânico Ian Fleming em 1953.

    Em entrevista para o jornal inglês "Daily Mail", publicada no último domingo, o autor afirmou que considera Elba "um tanto áspero demais para desempenhar o papel" e tentou, em vão, desvencilhar sua fala de qualquer associação racista, dizendo que sua opinião não tinha a ver com o fato do ator ser negro. "Acho que ele é provavelmente muito das ruas para o Bond. É uma questão de ser suave? Sim", afirmou.

    Nesta terça-feira, Horowitz se desculpou pela indelicadeza. "Eu sinto muito por meus comentários sobre Idris Elba terem ofendido as pessoas. Não foi minha intenção. Eu fui perguntado pelo entrevistador se Idris Elba seria um bom James Bond. No artigo, eu expressei a opinião de que, para mim, Adrian Lester seria uma melhor opção, mas eu sou um escritor, não um diretor de elenco, então o que eu sei? Indelicadamente, eu escolhi a expressão "da rua", pois tinha em minha mente a interpretação de Elba do Detetive Inspetor Chefe John Luther, mas eu devo admitir que foi uma escolha pobre de palavras", afirmou o escritor.

    Os rumores de que Elba pode suceder Daniel Craig no papel de James Bond são antigos. Ainda em 2012 ventilava-se essa possibilidade, quando Elba se encontrou com Barbara Broccoli, a produtora dos filmes de Bond há quase 30 anos. Quando diversos e-mails e materiais confidenciais da Sony foram divulgados em 2014, foi revelado que Amy Pascal, ex-vice-presidente do estúdio, gostaria que o ator fosse o primeiro agente 007 negro da história da franquia.

    As especulações foram tantas que Elba acredita que não será mais escalado para o papel: "Este é um rumor que acabou destruindo a si mesmo. Se existia alguma chance de eu ser James Bond, agora não existe mais".

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top