Meu AdoroCinema
Exclusivo: Diretor Wolney Oliveira fala sobre o documentário Os Últimos Cangaceiros
Por Bruno Carmelo — 29/05/2015 às 17:40
facebook Tweet

O filme apresenta a história de um casal que pertenceu o grupo de Lampião.

Já está em cartaz nos cinemas brasileiros o ótimo documentário Os Últimos Cangaceiros, retrato do casal Durvinha e Moreno, antigos cangaceiros do grupo de Lampião que esconderam o passado para fugir da polícia. Com vasto material de arquivo e bons depoimentos, o filme traça um retrato curioso e inédito destes bandidos, hoje reconhecidos por muitas pessoas como heróis. Confira a nossa crítica.

O AdoroCinema conversou em exclusividade com o diretor Wolney Oliveira, que explicou como este projeto se difere de tantos outros feitos sobre o cangaço, e porque a obra de 2011 só está chegando aos cinemas quatro anos mais tarde:

Wolney Oliveira, diretor de Os Últimos Cangaceiros

Origem do projeto

"Eu tinha feito em 1999 o meu primeiro longa, que se chama Milagre em Juazeiro. É um docudrama sobre a história do Padre Cícero Romão Batista e a Santa Maria de Araújo, com o milagre da hóstia. No filme, tive o primeiro contato com a figura de Lampião, que conheci mais profundamente. Ele passou em 1926 em Juazeiro do Norte, e fiquei com vontade de fazer um filme sobre Lampião. O projeto foi amadurecendo, até que resolvi fazer um longa, chamado inicialmente Lampião, o Governador do Sertão.

Esse nome tem a ver com a carta que o Lampião escreveu para o governador de Pernambuco nos anos 1930, propondo dividir o Estado em dois limites, um sob controle do governador, e outro governado por Lampião. Comecei a pesquisar com ex-cangaceiros, com os “macacos”, que eram os policiais... Durante as filmagens, através do pesquisador João de Souza Lima, cheguei a Durvinha e Moreno, que formavam o último casal pertencente ao grupo de Lampião. Decidi mudar o foco, fazendo um filme sobre eles dois".

Conhecendo Durvinha e Moreno 

"Eles fugiram em 1940 do interior do Pernambuco até o interior de Minas. Foram três meses de caminhada, e na época eles deixaram um filho com três meses de idade. Quando eu encontrei o casal, este filho, Inácio, já tinha 69 anos. Ele impôs muitas dificuldades ao projeto. Afinal, tinha acabado de reencontrar a família, e achava que a gente queria explorar os pais dele. Depois, ele pediu perdão, viu a importância e deu entrevista ao filme. Mas nós não filmamos o encontro dele com os pais, porque ele não permitiu.

No final, nós nos tornamos grandes amigos ao ponto que dona Durvinha me colocou um apelido. Ela me chamava de Português, que era um cangaceiro alto, de cor branca. Ela deu nomes de cangaceiros a todos na equipe. Hoje os dois faleceram, mas nós filmamos o casal entre 2006 e 2010, aproximadamente. Foi uma boa relação".

Pronto em 2011, lançado em 2015

"A pré-estreia foi em 2011, no Cine Ceará, o festival que eu dirijo. Depois, o filme passou dois anos no circuito de festivais, incluindo Toulouse, na França, Hamburgo, na Alemanha... Mas existem muitas dificuldades para lançar um filme no Brasil, é preciso ter recursos. A gente passou todo esse tempo tentando viabilizar o patrocínio. Finalmente, no ano passado, conseguimos com o governo do Ceará os meios para lançar o filme, através da distribuidora Imovision. Na realidade, o grande nó do cinema brasileiro é a distribuição. Passei quatro anos para distribuir o filme, mas muitos nem conseguem ser distribuídos. Eles estão nas prateleiras, e nunca chegarão às salas. Isso é reflexo do próprio desenho institucional do cinema brasileiro".

Bandidos ou heróis?

"Apesar de a gente estar fazendo um filme sobre bandidos – Moreno foi um dos cangaceiros mais temidos do grupo de Lampião – as pessoas se emocionam no cinema, existe um perdão. Nós tomamos muito cuidado na edição para que cada pessoa tivesse seu julgamento no final. Mas logicamente, os cangaceiros eram bandidos na concepção do “bandido social”, e de certa forma, parecem o herói grego, com uma parte de vilão.

Não podemos deixar de considerar a época em que eles viviam. Hoje, nós já temos a impressão de estarmos em um país sem lei, onde as pessoas matam e não são presas, ou são presas, e depois soltas. Imagina então nos anos 1920 ou 1930... A teoria do “bandido social” do Eric Hobsbawm tem um pouco disso. Ele estudou muito o cangaço, porque o Lampião é uma figura conhecida no mundo todo. Quando ele foi assassinado, a notícia repercutiu no New York Times, as pessoas estudam a história dele na Sorbonne. Existem mais de 200 livros sobre o cangaço".

Os Últimos Cangaceiros

Material de arquivo inédito

"O cinema brasileiro tem dois grandes temas: a comédia, que sempre constituiu as maiores bilheterias, e o cangaço, que é o segundo tema mais explorado. Nós temos mais de 50 longas de ficção sobre o cangaço, mas Os Últimos Cangaceiros é o primeiro longa-metragem documentário sobre o assunto. Eu decidi que precisava apresentar coisas novas, se possível, imagens inéditas filmadas por Benjamin Abrahão. No final, conseguimos esse material com a Cinemateca Brasileira. O Antônio Venâncio, um dos grandes pesquisadores do cinema brasileiro, foi fundamental nesse processo.

Mas nós não nos contentamos com imagens inéditas: pegamos as Memórias do Cangaço e colorimos as imagens quadro a quadro, conforme as cores das roupas dos cangaceiros na época. Isso demorou seis meses. Conseguimos um vídeo de Dadá e Corisco, que acreditavam ser inexistente, e fizemos a leitura labial de uma cena de Lampião com o punhal. Além disso, usamos trechos de filmes fundamentais, como O Cangaceiro e Baile Perfumado. Não queríamos ficar só nas entrevistas, e sim oferecer um material iconográfico rico".

182 horas de gravação

"No final, tínhamos 182 horas filmadas, fora o material de arquivo. Passei um ano editando, até chegar em 79 minutos, que é um tempo legal para um documentário. Mas agora, depois de Os Últimos Cangaceiros, vou retomar o projeto anterior, Lampião, o Governador do Sertão, porque todas essas pessoas que filmamos já faleceram, incluindo vários cangaceiros que não entraram no corte final. Queremos explorar a influência de Lampião na música, na dança, na culinária, no artesanato... Além de explorar a própria personalidade do Lampião".

facebook Tweet
Pela web
Comentários
Mostrar comentários
Siga o AdoroCinema
Trailers
Assista ao trailer de Cemitério Maldito
Patrocinado
Vingadores: Ultimato Trailer Legendado
O Último Lance Trailer Legendado
O Ano de 1985 Trailer Legendado
La Cama Trailer Legendado
Sobibor Trailer Legendado
Todos os últimos trailers
Notícias de cinema Entrevistas
Cemitério Maldito: A história baseada em livro de Stephen King que vai te aterrorizar nos cinemas
NOTÍCIAS - Lançamentos
terça-feira, 16 de abril de 2019
Patrocinado
Superação - O Milagre da Fé “é diferente porque não temos medo de dizer que não sabemos tudo”, diz Chrissy Metz (Entrevista exclusiva)
NOTÍCIAS - Entrevistas
sábado, 13 de abril de 2019
Superação - O Milagre da Fé “é diferente porque não temos medo de dizer que não sabemos tudo”, diz Chrissy Metz (Entrevista exclusiva)
De Pernas pro Ar 3: Mercado de trabalho e sororidade “atualizam” a franquia, segundo elenco (Entrevista exclusiva)
NOTÍCIAS - Entrevistas
quinta-feira, 11 de abril de 2019
De Pernas pro Ar 3: Mercado de trabalho e sororidade “atualizam” a franquia, segundo elenco (Entrevista exclusiva)
Últimas notícias de cinema Entrevistas
Filmes da semana
de 18/04/2019
A Maldição da Chorona
A Maldição da Chorona
Diretor: Michael Chaves
Elenco: Linda Cardellini, Raymond Cruz, Patricia Velasquez
Trailer
Cópias - De Volta à Vida
Cópias - De Volta à Vida
Diretor: Jeffrey Nachmanoff
Elenco: Keanu Reeves, Alice Eve, Thomas Middleditch
Trailer
O Gênio e o Louco
O Gênio e o Louco
Diretor: Farhad Safinia
Elenco: Mel Gibson, Sean Penn, Natalie Dormer
Trailer
Jesus de Nazaré - O Filho de Deus
Jesus de Nazaré - O Filho de Deus
Diretor: Rafa Lara
Elenco: Julián Gil, Gaby Espino, Sérgio Marone
Trailer
O Mau Exemplo de Cameron Post
O Mau Exemplo de Cameron Post
Diretor: Desiree Akhavan
Elenco: Chloë Grace Moretz, Sasha Lane, Forrest Goodluck
Trailer
Vidas Duplas
Vidas Duplas
Diretor: Olivier Assayas
Elenco: Guillaume Canet, Juliette Binoche, Vincent Macaigne
Trailer
Lançamentos da semana
Filmes mais esperados
  • Vingadores: Ultimato
    Vingadores: Ultimato

    de Joe Russo, Anthony Russo

    com Robert Downey Jr., Chris Evans

    Filme - Ação

    Trailer
  • Cemitério Maldito
  • Bacurau
  • Velozes & Furiosos 9
  • O Rei Leão
  • Velozes & Furiosos: Hobbs & Shaw
  • Homem-Aranha: Longe de Casa
  • John Wick 3 - Parabellum
  • La Cama
  • Hellboy
Filmes mais esperados
Back to Top