Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Charlize Theron defende a presença de mulheres em filmes de ação e cobra salários iguais
    Por João Vitor Figueira — 11 de mai. de 2015 às 16:37
    facebook Tweet

    "As mulheres são sempre mal representadas nesses filmes. Por que será que nós temos que ver os filmes desse gênero [ação] sempre com uma mulher no fundo do enquadramento usando lingerie", disse a atriz de Mad Max: Estrada da Fúria.

    Charlize Theron é mais uma atriz a militar pela igualdade de gêneros na indústria cinematográfica. Depois que e-mails vazados entre executivos da Sony Pictures revelaram que Jennifer Lawrence recebeu um cachê menor do que seus colegas do sexo masculino por seu trabalho em Trapaça, Theron - que afirmou ter ficado inconformada com o ocorrido - exigiu receber o mesmo que Chris Hemsworth para atuar em The Huntsman (O Caçador, em tradução para o português).

    O longa-metragem é um prelúdio de Branca de Neve e o Caçador e terá Theron de volta ao papel de Ravenna, a Rainha Má que é a principal antagonista do primeiro filme. A atriz revelou que seu pedido foi aceito sem relutâncias pelos produtores de The Huntsman e disse que tirou uma lição do ocorrido. "Tenho que lhes dar crédito, porque assim que pedi eles concordaram. Talvez essa seja a mensagem: precisamos simplesmente bater o pé", disse a vencedora do Oscar por Monster - Desejo Assassino em entrevista para a revista britânica Elle UK. Além de Theron e Hemsworth, o filme terá Emily Blunt e Jessica Chastain no elenco.

    Para a atriz sul-africana de 39 anos, para que haja equiparação salarial entre homens e mulheres em todo o mundo, é preciso que haja uma unidade feminina em torno do assunto. "Este é um bom momento para pleitearmos justiça nisso, e as garotas precisam saber que ser um feminista é uma coisa boa", afirmou. Atualmente, os homens recebem no mundo salários em média 30% maiores do que os que recebem as mulheres, de acordo com levantamento do Organização Internacional do Trabalho.

    A postura de combate ao sexismo de Theron também a fez reconhecer, em entrevista ao programa de TV "Live! With Kelly and Michael", que seu papel como a durona Imperator Furiosa em Mad Max: Estrada da Fúria é algo que quebra estereótipos sobre a maneira que as mulheres são vistas em filmes de ação. "As mulheres são sempre mal representadas nesses filmes. Por que será que nós temos que ver os filmes desse gênero [ação] sempre com uma mulher no fundo do enquadramento usando lingerie?", indagou.

    Para ela, contracenar de igual para igual com o personagem de Tom Hardy foi uma grande experiência: "Há algo muito, muito legal em interpretar esta mulher que é uma mulher acima de tudo, mas é uma guerreira impiedosa que nem Max, que consegue lutar tão bem quanto o Max usando um braço apenas". Mad Max: Estrada da Fúria estreia no Brasil na próxima quinta-feira, dia 14.

    Os próximos projetos da atriz nos cinemas são o drama biográfico Brain on Fire, de Gerard Barrett, com Will Poulter e Dakota Fanning; o drama The Last Face, dirigido por Sean Penn; a animação Kubo and the Two Strings; e The Coldest City, filme de ação e suspense dos mesmos diretores de De Volta Ao Jogo.

    facebook Tweet
    Links relacionados
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top