Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Enquete da Semana: Leitores desaprovam recusa das empresas a produzirem Blu-ray de Ninfomaníaca
    Por AdoroCinema — 19 de mar. de 2014 às 19:00
    facebook Tweet

    Filme de Lars von Trier e Azul é a Cor Mais Quente serão comercializados apenas em DVD por conterem muitas cenas de sexo.

    por Taiani Mendes

    Ninfomaníaca - Volume 2 estreou na última quinta-feira em meio a polêmica envolvendo a disponibilização do filme de Lars von Trier em Blu-Ray. Após várias tentativas fracassadas, a Califórnia Filmes, distribuidora dos dois volumes, afirmou que o filme será comercializado apenas em DVD. Situação semelhante aconteceu com Azul é a Cor Mais Quente, distribuído pela Imovision. O caso do longa premiado em Cannes foi o primeiro a chamar a atenção para a questão. As empresas produtoras de Blu-ray no país recusaram os filmes afirmando que ambos apresentam conteúdo adulto e, sem alternativa, as obras não serão replicadas no formato.

    Na Enquete da Semana perguntamos a opinião dos leitores do AdoroCinema sobre a recusa das empresas nacionais a produzirem Blu-ray de filmes polêmicos. A opção “Desaprovo. Obras de arte não merecem este tipo de julgamento.” foi a vitoriosa, com 37.97% dos votos. As respostas que evidenciavam repúdio ocuparam os primeiros lugares, sinal de que os leitores do site não concordam com a decisão das empresas de Blu-ray brasileiras.

    Confira o resultado completo:

    1) Desaprovo. Obras de arte não merecem este tipo de julgamento. (37.97%)
    2) Um absurdo (30.89%)
    3) Desaprovo. Os filmes não têm nada demais e não mereciam o veto. (10.5%)
    4) Aprovo. As empresas têm o direito de vetar filmes com cenas explícitas e ofensivas à moral. (7.69%)
    5) Me contento com o DVD. (6.59%)
    6) Aprovo. Os filmes em questão são pornográficos. (4.88%)
    7) Uma excelente iniciativa. (1.47%)

    “Não acredito que teve gente que aprovou esse absurdo!”, rebelou-se Bruno Sérgio Vasconcelos

    “Se vão lançar em DVD está ótimo pra mim!!! Mas não deixo de achar um absurdo, afinal, que diferença faz, se acha pesado é só não comprar né... E outra, esses dois filmes são lindos e são muito mais do que essa putaria que eu acho que o pessoal está pensando... Lamentável...”, disse Beatriz Araujo

    Palavras de João Vitor Oliv(eira?): “Vetar a distribuição do filme em Blu-ray é o mesmo que não lançar "12 anos de Escravidão" porque têm negros no elenco, atitude retrógrada.[...] Acho que as pessoas tinham reparar mais no enredo e no roteiro do que na nudez e, ainda assim que reparassem na nudez, é um nu artístico, não tem intenção de incentivar, influenciar ou excitar alguém, há um propósito nele, não é somente pela nudez ou o ato sexual. Acho a atitude drástica e pouco inteligente.”

    Felipe afirmou: “Realmente estupidez, esse tipo de atitude só incentiva que o público baixe esse tipo de filme sem pagar, prefiro baixar um filme com qualidade de Bluray do que comprar um DVD onde o filme estará com uma qualidade inferior.”

    Para Mayara H.,“Essa hipocrisia e cara de pau de dizer que 'são obras altamente pornográficas, que ultrapassam os limites da imoralidade' é a cara dos brasileiros que banalizam o sexo mais do que é possível, algo que é mostrado com tanta sensibilidade e veracidade às suas maneiras não deveria ser tratado com tanto desprezo e preconceito, mas, sim, apreciado como a obra de arte que é.”

    Agradecemos a participação de todos. Aguardemos os próximos desdobramentos.

    Ninfomaníaca continua em cartaz nos cinemas. Leia a crítica.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top