Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Apenas o Fim é o grande vencedor do Prêmio Netflix
    Por AdoroCinema — 9 de out. de 2013 às 12:40
    facebook Tweet

    Filme de estreia do diretor Matheus Souza foi escolhido por mais de 12 mil eleitores.

    por Roberto Cunha


    Dez títulos nacionais independentes, quase 12 mil votos e um ganhador. Esse foi o saldo do primeiro Prêmio Netflix, que confere ao vencedor a possibilidade de fazer parte do catálogo internacional da líder mundial em TV online. O filme Apenas o Fim, de Matheus Souza, liderou a votação realizada através da internet, via Twitter e Facebook.  O jovem cineasta, assim como outros diretores, estava presente na coletiva de imprensa, que aconteceu na manhã desta quarta-feira, 9, e comentou a vitória com seu discurso bem humorado: “Finalmente, eu me senti vingado, porque ele foi lançado um pouquinho antes do pessoal do elenco estourar e também desta coisa do trend topics no Twitter”, disse ele, arrancando risos da plateia.

    O executivo-chefe de conteúdo da Netflix, Ted Sarandos, estava animado com a ocasião e comentou que o Brasil foi escolhido como o primeiro país para ter essa competição. “Ficamos bem impressionados com a repercussão”, completando que o filme vencedor se encaixa bem no catálogo internacional. Sarandos disse ainda que a empresa pretende investir futuramente em produção local. Ainda sobre a premiação, os 10 filmes selecionados surgiram de um pré-seleção de 10 longas escolhidos pelo staff do Festival do Rio e outros 10 pela Associação Cultural Kinoforum. Desse total de 20, a Netflix selecionou os 10 que, mais tarde, seriam votados pelo público. Entre os três filmes mais votados estavam ainda Dalua Downhilll, de Rodrigo Pesavento, e Elvis & Madona, de Marcelo Laffitte.

    Quando questionado se o fenômeno das redes sociais poderia ter ajudado o seu filme, Matheus Souza lembrou que se filme nasceu da rifa de uma garrafa de uísque, da ajuda de vários amigos e completou que seu elenco é formado por muita gente que acabou estourando depois, como Gregório Duvivier, Marcelo Adnet, Clarice Falcão, etc.  “Eu sou o mais loser desta galera envolvida em Apenas o Fim!", brincou. Matheus completou ainda que teve gente na família que nem viu o filme, mas que agora ia acabar vendo porque ia estar no Netflix. O diretor disse que está focado no lançamento do seu filme Eu Não Faço a Menor Ideia do Que Eu Tô Fazendo Com a Minha Vida, previsto para 20 de dezembro, mas que pretende fechar a trilogia rodando outro filme de galera em janeiro de 2014, quando chega aos cinemas Confissões de Adolescente, que ele roteirizou.

    facebook Tweet
    Pela web
    Comentários
    Mostrar comentários
    Back to Top