O Palhaço tem adversários de peso na corrida pelo Oscar, veja a lista

De AdoroCinema - Cineplayers ▪ sexta-feira, 21 de setembro de 2012 - 15h00

Filmes vencedores em Cannes e Veneza estão entre os concorrentes, além do sucesso francês Os Intocáveis.

por Bruno Carmelo

Amour (Áustria) e Intocáveis (França)

A escolha do filme O Palhaço como representante brasileiro na corrida pelo Oscar de melhor filme estrangeiro parece ter agradado a maioria das pessoas, por ter sido tanto um sucesso de público quanto de crítica. Mas agora começa a segunda fase, na qual nosso representante será exibido nos Estados Unidos. Uma longa "campanha", cara e cansativa, deve ser feita para seduzir os votantes americanos (sim, sim, engana-se quem pensa que basta os jurados assistirem ao filme e decidirem).

Além disso, O Palhaço tem concorrentes de peso na disputa: a comédia francesa Intocáveis tem quebrado recordes de bilheteria em todos os países por onde passa, o austríaco Amour venceu o Festival de Cannes, e o sul-coreano Pieta foi o vencedor no Festival de Veneza. Outros grandes premiados em festivais foram o romeno Além das Montanhas (Melhor roteiro e atrizes em Cannes) e o alemão Barbara (Melhor diretor em Berlim).

Confira abaixo a lista dos representantes já definidos (divulgada pelo site Cineplayers):

Alemanha - Barbara, de Christian Petzold

Austrália - Lore, de Cate Shortland

Áustria - Amour, de Michael Haneke

Azerbaidjão - Buta, de Ilgar Najaf

Bélgica - Our Children, de Joachim Lafosse

Bósnia e Hezergóvina - Children of Sarajevo, de Aida Begić

Brasil - O Palhaço, de Selton Mello

Bulgária - Sneakers, de Valeri Yordanov

Cambodja - Lost Loves, de Chhay Bora

Coréia do Sul - Pieta, de Kim Ki-duk

Croácia - Cannibal Vegetarian, de Branko Schmidt

Eslovênia - A Trip, de Nejc Gazvoda

Filipinas - Bwakaw, de Jun Lana

França - Intocáveis, de Olivier NakacheEric Toledano

Grécia - Unfair World, de Filippos Tsitos

Holanda - Kauwboy, de Boudewijn Koole

Hungria - Just The Wind, de Benedek Fliegauf

Japão - Our Homeland, de Yong-hi Yang

Macedônia - The Third Half, de Darko Mitrevski

Marrocos - Death For Sale, de Faouzi Bensaïdi

Noruega - Kon-Tiki, de Joachim Rønning & Espen Sandberg

Palestina - When I Saw You, de Annemarie Jacir

Polônia - 80 Million, de Waldemar Krzystek

Portugal - Blood of My Blood, de João Canijo

República Tcheca - In The Shadows, de David Ondricek

RomêniaAlém das Montanhas, de Cristian Mungiu

Sérvia - When Day Breaks, de Goran Paskaljević

Suécia - The Hypnotist, de Lasse Hallström

Ucrânia - Firecrosser, de Mykhailo Illienko

VenezuelaPiedra, Papel o Tijeta, de Hernán Jabes



Ver comentários

Comentários

  • andrea

    tomara que consiga se classificar

  • Guta

    Se conseguir ser, pelo menos, indicado já será uma grande conquista.