Meu AdoroCinema
Cães de Aluguel
Média
4,4
892 notas e 46 críticas
46% (21 críticas)
39% (18 críticas)
4% (2 críticas)
9% (4 críticas)
0% (0 crítica)
2% (1 crítica)
Você assistiu Cães de Aluguel ?

46 críticas do leitor

Anderson  G.
Anderson G.

Segui-los 46 seguidores Ler as 214 críticas deles

4,0
Enviada em 30/04/17
“Cães De Aluguel” transpira estilo e charme, em seu primeiro filme, Quentin Tarantino mostra ao publico todos seus recursos cinematográficos, que vão deste o roteiro até utilização de câmeras, passando por cortes e trilha sonora, mesmo que muitos dos recursos sejam abandonados posteriormente, Quentin chega com o pé na porta trazendo um gangster movie que fecha quase que uma intersecção entre os filmes do gênero de diretores como Brian de palma, Martin Scorsese e Coppola, pois traz o tom e a fotografia seria alienada a ironia, brincadeira e humor negro. Com um roteiro Linear que conta com diversos passeios ao passado, temos um filme sobre um roubo a joias, a onde o roubo não é mostrado, e isso é absolutamente genial, ao vermos as consequências e discussões sobre o ocorrido, imaginamos a cena, Tarantino nos dá os pinceis e nós pintamos a tela, vale ressaltar como Tarantino desenvolve completamente seus personagens apenas por meio de diálogos, embora mais tarde na película tenha cenas de puro desenvolvimentos que ficam jogadas na tela. Temos a historia de um grupo de 5 criminosos que são contratados por um mafioso para roubar uma joalheria, mas seus planos acabam por dar muito, muito errado ao descobrirem que um é um infiltrado. A película não estabelece nenhum tipo de moral, e também não precisa, não é essa a sua função. Temos uma fotografia que constrata fortes tons de cinza com cores quentes, embora em alguns momentos pareça descuidada, ela é linda, filmado completamente em rolo, em alguns momentos parece que estamos vendo um filme dos anos 70, e isso é um elogio, pois traz um charme gigante a película, sem musicas originais mas orquestrada por musicas pop dos anos 70, sua trilha é completamente irreverente e dita o ritmo de certas cenas, além de fazer o telespectador querer dançar, sua utilização em contraposição com a violência e criminalidade é uma completa discórdia, nós odiamos amar isso. Com uma mixagem de som boa e uma edição completamente fabulosa, a editora Sally Menke tem muitos méritos por deixar o filme redondinho e a famosa expressão “Tarantinesca” passa pelas mãos dela, e claro, não podemos deixar de citar os ângulos de câmera, a famosa câmera contra-plongée de Tarantino é usada muito aqui, sem falar de suas circulações na mesa de bar e de seu ângulo nos “Impasses mexicanos” promovidos pelo diretor. Todos os atores estão muito bem aqui, salve um destaque para Steve Buscemi e principalmente Tim Roth que apavora em cena, mesmo estando boa parte do filme no chão ensanguentado, obviamente não podemos deixar de mencionar Harvey Keitel. Por fim o primeiro filme de Tarantino possui erros, como o desenvolvimento em excesso de determinados personagens e um problema de ritmo, além do mais, Tarantino nunca marca seus atos (o que é um estilo, não exatamente um defeito) mesmo assim é lotado de charme, embora muito simples, ele tem uma qualidade cinematográfica gigante e com certeza os poucos recursos contribuem para a beleza inerente de “Cães de aluguel”
Luca A.
Luca A.

Segui-los Ler as 11 críticas deles

4,0
Enviada em 30/10/14
Com uma dose "a mais" de violência do que seus outros filmes, Tarantino é surpreendente em Cães de Aluguel (sem dúvida, um de seus melhores filmes). Ágil, cômico, sangrento, inteligente e e memorável, Cães de Aluguel é um prato cheio na carreira de Tarantino, e marca o estilo ultra violento e moderno de Tarantino de fazer filmes. A história começa com uma conversação entre um grupo de homens dentro de um restaurante. A cena é simples, e logo é precedida pelos créditos. Após estes, a história segue diferentes rumos, e somos apresentados formalmente à situação: durante um roubo a uma joalheira, um grupo de criminosos é descoberto pela polícia, e ao mesmo tempo, os criminosos desconfiam de um intruso dentro do grupo devido a súbita aparição da polícia na joalheria, o que torna a narrativa mais intensa e apreciativa. Outro ponto interessante é o uso de codnomes para seus personagens, o que a transforma numa apropriada e sensível marca autêntica e original do filme, que a todo ponto, nos surpreende e nos eleva em seu roteiro. Em seu primeiro filme, Tarantino já consegue causar efeitos semelhantes aos próximos que viriam: a violência degenerativa, a verborragia, o humor sádico e é claro, a narrativa não-linear, que dá um tom marcante de neo-noir ao filme, causando mistério e ao mesmo tempo, relevação dentro da história bem-estruturada, que cada vez mais segue por diferentes caminhos dentro de seu pretexto um tanto figurativo, um tanto "louco". O elenco, formidável. Tarantino faz uma pequena ponta no filme como Mr. Brown, que tem poucas e rápidas aparições durante o filme. Harvey Keitel, Steve Buscemi (o único sobrevivente do grupo criminoso) e Tim Roth (numa performance desvairada e progressiva) merecem um destaque especial dentro da película. O roteiro de Tarantino é bem feito e emocionante, em termos característicos definidos entre a violência e a inteligência do filme (já introduzidos). Pode-se afirmar que o roteiro de Cães de Aluguel é um labirinto complexo construído profundamente por Q.T. apesar de não ser um de seus melhores trabalhos quando comparado á Pulp Fiction ou Inglórios Bastardos, mas Cães de Aluguel é um marco na carreira de Tarantino, seu primeiro filme e sua primeira obra-prima. Majestoso e memorável, Cães de Aluguel, com uma certa totalidade, é um dos clássicos dos filmes violentos, e um símbolo do cinema independente eterno!
Júnior S.
Júnior S.

Segui-los 36 seguidores Ler as 268 críticas deles

4,5
Enviada em 31/12/17
Tarantino antes da fama, antes de seu ego inflar e antes de seu Oscar: um diretor com todo o potencial do mundo realizando o maior debut de todos e contrariando a ordem dos fatores ao começar sua carreira já no ápice. Um filme simples, visceral e muito, mas muito divertido! Diálogos ágeis e heterodoxos, personagens interessantes e carismáticos, grandes atuações, direção ousada e inventiva e uma cena antológica de tortura. Quer mais?
Guilherme O.
Guilherme O.

Segui-los 6 seguidores Ler as 7 críticas deles

2,0
Enviada em 10/05/17
Nao julgo o Tarantino como um bom diretor, imaginei que iria ter uma experiencia diferente nesse titulo, conta a historia de um manda-chuva que recruta um bando da qual nenhum entre eles sabe particularidades como nome de onde vem e por ai vai. Porem o crime acaba dando errado por que existia a presenca de policiais na cena antes mesmo desles chegarem , o que despertou no grupo que houvesse a possibilidade de ter um tira infiltrado, uma das pessoas do bando foi ferida e levada ao destino final, um galpao onde todos se encontrariam. O que nao gostei tambem no filme é que ele se passa em varios planos, o que alem de confundir o telespectador , acaba tornando o filme insoso
Liliana G.
Liliana G.

Segui-los Ler as 15 críticas deles

0,5
Enviada em 08/03/18
Fui a única pessoa a achar este filme uma bosta?? Que perda de tempo.. Conversa fiada sem fim. Uma seca!
Smigol
Smigol

Segui-los Ler as 3 críticas deles

5,0
Enviada em 03/11/17
A Tarantino, voce é realmente incrivel, Cães de aluguel é a prova que com pouco orçamento da para fazer uma obra prima, o filme se passa todo dentro de um armazem, com poucas cenas fora dele, e mesmo assim consegue ser incrivel, em cães de aluguel já da para notar o que iria vim nos proximos trabalhos de Tarantino, seus dialogos incriveis, e um roteiro brilhante, é incrivel como os dialogos do filme do Tarantino se torna algo muito real e voce sente que faz parte daquele universo, a cena inicial de cães de aluguel é a prova disso, o filme começa com uma discussao sobre a musica Like A Virgin da cantora Maddona e em seguida sobre o fato do Mr Pink não acretidar em gorjetas, enfim cães de aluguel é um filme incrivel feito de uma maneira brilhante por isso nota 10. se voce ainda nao assistiu, assista pois sera uma experiencia incrivel.
Felipeprinz P.
Felipeprinz P.

Segui-los Ler a crítica deles

4,5
Enviada em 23/10/17
Uma obra de arte , uma roteirizacao inteligente , trilha sonora e dialogos excepcionais , recomento com louvor.
romarioalg
romarioalg

Segui-los 1 seguidor Ler as 8 críticas deles

2,0
Enviada em 17/02/10

Filme de enredo rico!

As loucuras de Tarantino, como diretor, durante o filme atrapalham mais do que ajuda.

sidgoliver
sidgoliver

Segui-los Ler as 2 críticas deles

2,5
Enviada em 22/07/10
Estréia de Tarantino,não tem como analisar a obra de Quentin sem ver este.Grande filme,roteiro maravilhoso,grandes atores e atuações,história cabulosa,trama firme até o último segundo,enfim,diversão mais que garantida.só um gênio faria um filme desses,aula de cinema baixo custo.
Mauricio Lucena
Mauricio Lucena

Segui-los Ler as 25 críticas deles

2,0
Enviada em 24/01/19
Filme bem ao estilo Tarantino. Sangue, muito sangue e uma história mediana que possa levar a mais sangue. Achei que a história pudesse ter uma reviravolta sensacional, e até existem elementos que poderiam levar a algo do tipo, porém Tarantino optou por não explorar uma possível reviravolta em troca de mais sangue. Alguns filmes dele chegam a ter ótimos diálogos, como é o caso de Django ou Bastardos Inglórios, mas Cães de Aluguel não possui esses ótimos diálogos. Eu pessoalmente não consigo encontrar a genialidade de Tarantino. Na minha opinião ele até tem grandes filmes como Django e Bastardos Inglórios, e outros medíocres, Kill Bill 1, Kill Bill 2, Um drink no inferno e Assassinos por Natureza, para citar alguns. Incluo Cães de Aluguel no segundo grupo, o de filmes medíocres.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top