Meu AdoroCinema
Apocalypto
Sessões Trailers em destaque Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Média
4,3 219 notas do qual 31 críticas
19% 6 críticas 42% 13 críticas 6% 2 críticas 23% 7 críticas 3% 1 crítica 6% 2 críticas

31 críticas do leitor

Organizar por
Críticas mais úteis
Senhor Ivan

Segui-los 322 seguidores Ler as 2 742 críticas deles

4,5Ótimo • Atualizado em 01/11/2013

Mel Gibson já tinha conseguido impressionar,em sua outra direção,trazendo uma história bastante batida e contada pelo o cinema,mas não da forma que ele tinha trazido a mesma história,mas com um olhar bem diferente,esse feito ele conseguiu em Paixão de Cristo.E nessa nova aventura por trás das câmeras,ele traz mas uma vez,um conto único,que soube preservar bem a história,juntamente com um elenco bem ypto é majestoso e lindo de se ver,com a história sendo guiada para um ótimo final,com pausas para se observar várias lindas fotografias que o filme traz a todo momento...

Fabíola S.

Segui-los 5 seguidores Ler a crítica deles

3,5Bom • Atualizado em 01/04/2014

Não se pode negar a espetacular estrutura no que diz respeito à emoção e adrenalina transpassada em Apocalypto, ótima produção, efeitos e arranjos. Entretanto, Mel Gibson deixou a desejar em alguns aspectos, um deles esta relacionado a excessiva ausência de informações que são indispensáveis para compreendermos a civilização Maia, o autor não informa o tempo recorte temporal do filme, se sabe que foi durante a Civilização maia, mas em qual fase de sua História?. também não é informado especificamente a região em que se passa a história, sabe-se que é na península do Iucatã, mas em que região?. outro problema, talvez o pior, está na presença de anacronismos, o autor se utiliza de ideais contemporâneos para analisar uma sociedade que viveu a anos e anos antes da nossa, por exemplo quando se utiliza da noção de inferno, que inclusive faz parte de uma visão cristã. Nessa sociedade não existia a noção de "inferno" e sim de submundo que são coisas bem diferentes, entre tantos, esses foram os equívocos que encontrei, se analisado pela visão historiográfica. Mas como acredito que a intenção do autor não foi nos dar uma aula de História, considero o filme muito bom.

Rafael A.

Segui-los 0 seguidor Ler as 4 críticas deles

4,0Muito bom • Atualizado em 22/01/2015

Mel Gibson mais uma vez nos mostra que, para nos prender numa poltrona e nos fazer sentir parte da trama, não é necessário uma história complexa e cheia de efeitos especias, basta uma história simples, porém afetiva. O começo da película é leve e aconchegante, aqui ela atrae o espectador com o humor e o carisma dos personagens, humanizando assim aqueles que primeiro enxergamos como selvagens. Segue-se com um cataclisma e a tensão começa a sobrecair. Muitos diriam que a direção erra ao não explorar mais a cultura maia, mas acredito que este seja um dos principais acertos. Ela nos narra apenas uma fio do emaranhado que é esta rica civilização e parte do ponto de vista de um guerreiro de uma tribo menos desenvolvida. Apesar da analogia ser equivocada, dizer que Gibson errou ao não evidenciar mais os costumes maias é dizer que quem lê um salmo da bíblia peca por não a ler por completo. Gibson não é historiador e o que ele faz com Apocalypto é certeiro ao que se propõe: um drama conquistador, uma violência repulsiva, uma ação que faz muitos filmes envolvendo monstros, robôs ou super agentes parecerem desenho animado (OK exagerei um pouco), e uma ambientação incrível que se faz sentir na selva correndo contra o tempo com o protagonista. Mel Gibson manteve a postura após o belíssimo A Paixão de Cristo.

Eduardo S.

Segui-los 11 seguidores Ler as 26 críticas deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 16/05/2013

Espetacular é pouco para descrever o 4° longa do diretor Mel Gibson, pela primeira vez a grande civilização Maia foi retratada no cinema, de forma épica e impactante do início ao fim. Com roteiro de Gibson e Farhad Safinia, no texto vemos o declínio da civilização Maia pelos olhos e conflitos deles próprios, isso antes da chegada dos colonizadores europeus. Com belíssimas locações no México e com um elenco de origem indígena, que em alguns casos eram descendentes dos próprios Maias, fizeram toda a diferença para este épico contemporâneo. Mais uma vez Mel Gibson optou pelo uso do idioma do povo que está retratando, neste caso usando um dialeto Maia. Uma escolha ousada e arriscada, já que neste caso não teria dublagem em idioma nenhum, mas mesmo assim o filme fez sucesso e rendeu 120 milhões de dólares. É um épico de aventura de tirar o fôlego, onde acompanhamos sem piscar os olhos, o personagem Jaguar Paw (Rudy Youngblood) pelas florestas tropicais e seus perigos, até o fim de sua jornada para salvar sua esposa. O filme foi indicado para três Oscars (Maquiagem, Edição de Som e Mixagem de som) e ainda foi indicado para o Globo de Ouro de filme estrangeiro, fato estranho já que o filme é americano! Mas isso foi pelo uso do idioma Maia, uma das melhores decisões que seu diretor tomou, fazendo deste filme uma obra singular e que merece ser apreciada por todos.

Marcos Josian

Segui-los 1 seguidor Ler as 55 críticas deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 09/10/2009

este filme é pura adrenalina. nota 10. mais uma vez Mel Gibson acertou na veia.

Kelibelula

Segui-los 13 seguidores Ler a crítica deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 18/11/2011

...Você pelo jeito não entendeu a mensagem, assista o novamente, mas com olhos de observador, esse filme é uma aula sobre os Maias.

marcos henrique critico

Segui-los 0 seguidor Ler as 2 críticas deles

1,0Muito ruim • Atualizado em 17/11/2011

...bom pessoal , achei que esse filme retratou muita violência , muito sanguinário ,uma das coisas que não gostei foi matar as pessoas como fosse nada , ver o sangue correndo como se fosse água ,o filme foi de tanta violência que mostrou a violência do começo ao fim , e mais outra coisa o final deixou a desejar , concerteza posso arranca coisa boa desse filme , como toda a historia de um homem guerreiro que lutou, mais o filme parece sanguinário,respeito a opniao de todos por aqui, aquele que gostou e aquele que não gostou eu respeito todas as opnioes , obrigado..

Vanusa C.

Segui-los 0 seguidor Ler as 25 críticas deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 15/11/2015

Excelente filme, bem elaborado. Retrata como o povo era explorado em sua ignorância sobre os fenômenos naturais no passado, às custas, não vou dizer do que. para não perder a graça. Tem bastante adrenalina pra quem gosta. Mas não recomendaria pra quem não gosta de violência.

Ch T.

Segui-los 0 seguidor Ler a crítica deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 11/07/2015

O retrato perfeito de uma civilização antiga. Filme com idioma do tempo em que se passa. Mel Gibson está de Parabéns!

Vitor L.

Segui-los 0 seguidor Ler a crítica deles

4,0Muito bom • Atualizado em 04/06/2015

bom assisti este filme e achei muito bom acredito de os indios antigos faziam isso pelo fato de viverem somente com os fenomenos da natureza que é o poder do sol a lua. mas a historia nos prende muito até o final ai está o segredo de ser um filme bom e idioma original.vale apena.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema