Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Firewall - Segurança em Risco
    Críticas AdoroCinema
    2,5
    Regular
    Firewall - Segurança em Risco

    O RISCO É CALCULADO

    por Roberto Cunha
    O aviso é importante: quem é fã de Harrison "Indiana Jones" Ford pode não gostar de Firewall. O motivo é óbvio ululante: não se trata de uma aventura de época e o herói se dá mal o tempo todo. Dito isso, agora é teclar "enter", para ficar no clima do filme e extrair o que ele tem de melhor. A pergunta que você pode estar fazendo agora é: E dá? Até que é possível. Tudo bem que um monte de gente torceu o nariz para a incursão de Ford neste universo moderno de TI (tecnologia e informação). Dá para entender. Mas não precisa ser tão cruel a ponto de destruir até o último centímetro de película só porque ele não encarnou o papel que tanto agradou no passado.

    O longa usa e abusa da tecnologia para prender o espectador na poltrona. E consegue, misturando uma série de elementos já familiares ao grande público (até mesmo no Brasil) como GPS, iPod (tremendo merchandising!), laptops com conexão sem fio, entre outros. E isso dá um certo tom de cumplicidade para os iniciados. Algo como: "eu sei que dá para fazer isso" ou ainda "agora ele vai fazer aquilo". O protagonista trabalha com sistemas de segurança de um grande banco e se vê diante de uma trama muito bem amarrada, para ser forçado a praticar um roubo milionário usando a tal tecnologia. Para que isso aconteça sua família foi seqüestrada, mas com promessa de final feliz.

    O que pode irritar um pouco o pessoal da poltrona é a falta de bom senso do herói em alguns momentos que tenta se desvencilhar dos bandidos. Fora isso, dá para aturar os muitos minutos de agonia na corrida contra o relógio. O roteiro costurou vários elementos de suspense para conduzir ao esperado clímax e conseguiu até dar uma pequena - e sutil - reviravolta perto do final. Mas a direção de Richard Loncraine foi burocrática, sem acrescentar nada de novo. Ah! Se você se deleitou com o movimento grunge vai descobrir que Seattle além de música tem muita chuva. Aliás, o fato curioso fica por conta disso. Não deu para entender o porquê de tanta água, já que este recurso é muito utilizado em filmes que abusam dos efeitos especiais e está longe de ser o caso aqui.

    Voltando para a música, a trilha previsível deixa a cama bem feita para o andamento do filme e, se não ajuda, também não atrapalha. No elenco, além de Ford, a presença de Paul Bettany, que estará no esperado O Código Da Vinci, e Virginia Madsen, indicada ao Oscar por Sideways - Entre Umas e Outras, mas provavelmente mais conhecida por seu passado em vários telefilmes, onde sua sensualidade era explorada. Firewall é um programa regular e o risco de assistir é calculado. É mais do que uma Sessão da Tarde.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top