Super Size Me - A Dieta do Palhaço
  • Sessões
  • Trailers & Clips
  • Créditos
  • Críticas
    • Críticas do AdoroCinema
    • Críticas da imprensa
    • Críticas dos usuários
  • Fotos
  • VOD
  • Você Sabia?
Média:   3,8 por 68 notas das quais 19 críticas  | 
  • 5 críticas     26%
  • 5 críticas     26%
  • 3 críticas     16%
  • 6 críticas     32%
  • 0 crítica     0%
  • 0 crítica     0%

19 críticas dos espectadores

Organizar por 
Mais recentes
  • Críticas mais úteis
  • Membros com mais críticas publicadas
  • Membros mais seguidos
Kamila A.

73 seguidores | Ler suas 250 críticas |

   4 - Muito bom

Em Super Size Me – A Dieta do Palhaço, Morgan Spurlock dá uma de Michael Moore (o mais famoso dos diretores de documentários) e se transforma na personagem principal do seu filme, quando decide se submeter como cobaia de uma experiência: durante um mês, Spurlock realizará as suas três refeições diárias em lojas da cadeia da rede McDonald’s, o maior símbolo da cultura de fast-food, com lanchonetes espalhadas ao redor do mundo. No documentário, veremos Morgan enquanto ele passa por toda esta experiência, que inclui as refeições (é claro); a visita aos médicos (ele é acompanhado por um cardiologista, uma gastroenterologista, um clínico geral, um fisiologista e uma nutricionista); as preocupações de seus familiares, namorada e amigos e os efeitos das bombas calóricas oferecidas pelo McDonald’s para a sua saúde. Spurlock liga a sua experiência pessoal aos lanches oferecidos nas escolas norte-americanas e às propagandas das redes de fast-food veiculadas nos meios de comunicação de massa. O filme é um verdadeiro soco no estômago e nos alerta dos perigos que uma dieta desregrada (não seria melhor dizer: sucumbir aos prazeres de um lanche gostoso?) pode causar no nosso corpo. Com Super Size Me – A Dieta do Palhaço, Morgan Spurlock alcança o seu objetivo e realiza um verdadeiro serviço de utilidade pública. O diretor não propõe uma ruptura com o sistema ou o fim das redes de fast-food e do lobby das empresas de alimentos. Spurlock nos alerta, abre nossas mentes e espera que nós (ou as autoridades competentes) tomem uma decisão a respeito do assunto. Spurlock fez a sua parte, mas e nós? São questões como essa que o filme sucinta.

http://cinefilapornatureza.com.br/2015/10/05/ce...

Gregory A.

23 seguidores | Ler suas 42 críticas |

   5 - Excelente

O filme retrata a loucura de Morgan Spurlock, que decide comer café da manhã, almoço e jantar no Mc'Donalds por exatamente 30 dias, sem legumes ou qualquer alimento sem gordura. Tudo que deveria consumir, teria que vir do lar da gordura saturada. Conforme o tempo vai passando, o homem começa a ter efeitos colaterais e a enjoar da quantidade de fast-food que anda consumindo. Mas mesmo médicos alertando que deve parar por conta do excesso de colesterol que percorre por todo seu corpo, ele cumpre sua palavra e vai até o final, tendo em vista seu grave estado de saúde. Após isso, sua dieta seria composta por vegetais, verduras, legumes e frutas. A moral é que devemos sempre ter uma alimentação balanceada, tendo a hora de fazer suas extravagâncias em comer guloseimas, e de comer o adequado. Não só isso, como também é um filme muito explicativo em mostrar os deveres e obrigações do indivíduo e da sociedade (ética). No caso, para pais desorientados, expliquem aos seus filhos quem é Jesus Cristo, porquê maior parte delas sabem quem é Ronald McDonald e não sabem quem foi nosso salvador (e tudo isso é mostrado de maneia chocante no filme). Te prende do início ao fim, é divertido e um dos melhores documentários que já vi.


Júlia F.

0 seguidor | Ler sua crítica |

   3.5 - Bom

O documentário Super Size Me é um filme que tem como intuito mostrar quais os males que a alimentação exagerada de Fast-Food pode causar. O telespectador, após assistir ao filme, fica chocado com o que viu. Há muitas cenas e dados que, na minha opinião, deixaram o filme pesado demais. O poder persuasivo do filme é fazer com que os telespectadores repensem sobre seus atos alimentares. A impressão que o longa nos trás, é de que a responsabilidade do alto nível de obesidade nos EUA e no mundo, é única e exclusivamente das redes Fast-Food. Entretanto, discordo disto: a responsabilidade é da pessoa que aceita esta situação e consome os lanches exageradamente, mesmo que haja uma pressão gigante dos comerciais e propagandas transmitidos pela mídia. É impreterível citar a interferência que o longa causa em nossas vidas: a maioria a pessoa, após assistir o filme, deixarão de comer em redes Fast-food ou diminuirão significamente este consumo. O filme é indicado pedagogicamente, entretanto, par lazer, este filme não é um dos mais indicados.

Lucas C.

12 seguidores | Ler sua crítica |

   5 - Excelente

Apesar do exagero, pois ninguém come Mc Donald´s no café, no almoço e no jantar, mesmo sendo uma experiência. Os restaurantes Fast Food fornecem uma refeição industrializada, rápida, atendendo as pessoas que não têm muito tempo para almoçar, mas fornece uma alimentação menos saudável e mais calórica. O filme mostrou coisas importantes, contudo, não podemos deixar de ver o exagero.

Eduardo F.

11 seguidores | Ler sua crítica |

   4.5 - Ótimo

Achei o filme muito bom , pois mostra a realidade sobre.a rede de "fat" food McDonalds , e critiqua o McDonalds , tambem gostei pois depois da populacao assistir ao filme comeu menos lanches de la , pois o filme mostrava.as consequencias de comer muito McDonalds , gostei , recomendo a todos .

Marcelo V.

9 seguidores | Ler sua crítica |

   2.5 - Regular

Não gostei do filme, apesar dele mostrar as partes ruins do fast food, ele não mostra suas praticidades como a economia de tempo na hora do almoço para ter mais tempo de descanso. Além disso, acho que as pessoas que estão gordas por causa do fast food, realmente abusaram da comida,e, sabiam os riscos que corriam ao ingerir esse tipo de comida quase todo dia.

Giovanni M.

8 seguidores | Ler sua crítica |

   2.5 - Regular

bem legal o filme pois ele mostra o quanto mc donalds faz mal pois e mto coisas ruins nos lanches. mais nao e por isso q tem q para de come so q tem q te controle

Arthur S.

0 seguidor | Ler sua crítica |

   4 - Muito bom

Gostei muito do filme. depois de ver, vou ficar BEM LONGE do mc donald's

Clara C.

0 seguidor | Ler sua crítica |

   3.5 - Bom

Eu gostei muito desse documentário, por que ele mostra para todas as pessoas que comer Fast-food em excesso faz muito mal a saúde ... Eu acho que ele se arriscou muito comendo lanches gigantes por um mês inteiro, mas apesar disso, ele conseguiu me deixar com nojo de comer qual quer coisa que venha do McDonald's. Se o objetivo dele era deixar as pessoas com nojo ou espantadas com o resultado no fim do mês ele conseguiu. Vou passar um bom tempo sem comer Mc lanches!

Giovanna P.

0 seguidor | Ler sua crítica |

   3.5 - Bom

Gostei bastante do filme, pois mostra para as pessoas o quanto é ruim para a sua saúde comer fast-food o tempo todo!

anteriorPróxima

Dê sua opinião sobre esse filme

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas AdoroCinema
Nossas últimas críticas
Tirando o Atraso
  0,5

Deadpool
  4,5

Brooklin
  4,0

Todas as últimas críticas
Melhores filmes em cartaz
Creed: Nascido Para Lutar
  4,5

De Ryan Coogler
Com Michael B. Jordan, Sylvester Stallone
Drama
Trailer

O Regresso
  4,5

De Alejandro González Iñárritu
Com Leonardo DiCaprio, Tom Hardy
Faroeste
Trailer

O Bom Dinossauro
  4,5

De Peter Sohn
Com Raymond Ochoa, Frances McDormand
Animação
Trailer

Todos os melhores filmes em cartaz
Mais Esperados
Foto : Deadpool
1. Deadpool

De Tim Miller

Com Ryan Reynolds, Morena Baccarin

Filme - Ação

Trailer  |  Sessões (2)

2. O Quarto de Jack
3. Como Eu Era Antes de Você
4. A Garota Dinamarquesa
5. Capitão América: Guerra Civil
6. A Série Divergente: Convergente
7. Batman Vs Superman - A Origem da Justiça
8. Um Suburbano Sortudo
9. Boneco do Mal
10. Cinquenta Tons Mais Escuros

 Mais filmes