Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Um Lugar para Recomeçar
    Média
    3,9
    127 notas e 8 críticas
    distribuição de 8 críticas por nota
    1 crítica
    0 crítica
    2 críticas
    5 críticas
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu Um Lugar para Recomeçar ?

    8 críticas do leitor

    Roberto Carlos M.
    Roberto Carlos M.

    Segui-los 1164 seguidores Ler as 443 críticas deles

    5,0
    Enviada em 18 de agosto de 2014
    assisti no canal megapix, muito bom mesmo, história bem produzida e dirigida, atuações muito convincentes, dublagem nota dez...
    Paulo13
    Paulo13

    Segui-los 28 seguidores Ler as 151 críticas deles

    3,5
    Enviada em 13 de novembro de 2012
    Um bom filme de um drama familiar.Uma narrativa com ótimas interpretações dos veteranos Morgan Freeman e Robert Redford.Para refletir que nunca é tarde para recomeçar.
    anônimo
    Um visitante
    3,5
    Enviada em 28 de novembro de 2016
    Um grande drama,um grande elenco e claro,um grande filme.JENIFER LOPEZ está perfeita mais uma vez.ASSISTAM.
    Cilania
    Cilania

    Segui-los 92 seguidores Ler as 219 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Adorei esse drama....muito bom mesmo.
    glaucia.tur
    glaucia.tur

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    um filme tocante! belíssimo! um verdadeiro exercício para a alma e o coração...
    Fernando S
    Fernando S

    Segui-los 890 seguidores Ler as 389 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Um drama fantástico! Trata-se de uma história emocionante sobre amor, mágoa, amizade de uma vida toda, perdão e de recomeço. Um belíssimo roteiro de Mark Spragg e Virginia Korus Spragg com um elenco incrível encabeçado por Robert Redford, Morgan Freeman, Jennifer Lopez e dá ótima atriz-mirim Becca Gardner, e ainda coadjuvado muito bem por Josh Lucas, Lynda Boyd e Damian Lewis. E ninguém mais, ninguém menos do que o excelente e especialista diretor de dramas comoventes Lasse Hallström (Regras da Vida) que dá ao filme um ar leve, e emocionalmente muito bem construído. É um filme marcado pelas sua direção e atuações e ainda conta com uma excelente fotografia, edição e trilha sonora fabulosa de Deborah Lurie. Merecia ter ganho muitos prêmios da Acadêmia, é sem dúvida um dos melhores trabalhos de Redford dos últimos anos e um dos melhores dramas dos anos 2000, sem sombra de dúvida. Quem não o viu, não sabe o que está perdendo. Se voc~e procura por um filme de qualidade, que te emociona e ainda te dá ótimas lições de vida, de amizade e de amor, esse é o filme certo para ser apreciado!
    Eliane
    Eliane

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Uma historia linda!  Esse filme é tudo de bom.
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR
    SERGIO LUIZ DOS SANTOS PRIOR

    Segui-los 528 seguidores Ler as 293 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Aqui temos dois cowboys que vivem no interior da América, mais precisamente no estado de Wyoming. Eynar (Robert Redford) e Mitch (Morgan Freeman). A dupla é sexagenária e tem marcas deixadas pela vida. A vida de Eynar foi arruinada com a morte de seu filho num acidente de carro há quase uma década. Já o seu companheiro e ajudante, Mitch, foi atacado por um urso, que o deixou uma série de escaras no corpo e no rosto, além de só conseguir se locomover com o uso de muletas. Ao ver as primeiras cenas de Robert Redford fiquei surpreso com o ex-galã, com a barba por fazer, mau vestido, sem retoque algum. Aqueles que acompanham a carreira do companheiro de Paul Newman em "BUTCH CASSIDY E SUNDANCE KID", se recordam de algum filme que a beleza do fundador do festival de cinema Sundance não tenha sido realçado? Waaal! A rotina da dupla de cowboys que não tem nada a ver com "BROKEBACK MOUNTAIN" gira 180 graus quando Jean (Jennifer Lopez), ex-nora de Eynar, decide procurá-lo para conseguir algum refúgio, ou seja, não tem onde morar. E além disso, ainda tem uma filha de 11 anos, que é neta de Eynar, que não sabia da existência da garota. O cowboy durão, inflexível, cabeça-dura e insensível vai ceder aos encantos de sua neta, que vai ajudá-lo a enxergar que há vida a frente, e que Eynar não tinha o direito de continuar ruminando sobre o passado trágico do seu filho. O ator Morgan Freeman é a encarnação do bom-senso. Ele é um psicólogo sem diploma. Ele simboliza a paz, a inteligência caminhando lado a lado com a tranqüilidade. Cada vez sou mais fã de Morgan Freeman. Só um diretor estrangeiro, no caso sueco, Lasse Halström, aquele mesmo que dirigiu "MINHA VIDA DE CACHORRO", para pegar um roteiro que em outras mãos poderia tornar-se um dramalhão de quinta categoria, e fazê-lo um exemplar de elegância e sensibilidade. Todos merecem uma segunda chance, até mesmo os sessentões. E principalmente o Morgan Freeman.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top