Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Ouro e Maldição
    Ouro e Maldição
    Data de lançamento desconhecida / 1h 40min / Drama
    Direção: Erich Von Stroheim
    Elenco: Gibson Gowland, Zasu Pitts, Jean Hersholt
    Nacionalidade EUA
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    O dentista McTeague (Gibson Gowland), de São Francisco, se apaixona por Trina (Zasu Pitts), uma mulher de quem fez tratamento dentário. Seu melhor amigo e também rival do amor de Trina é Marcus (Jean Hersholt), que permite que Mac se case com Trina, mas muda de ideia depois que a mulher ganha na loteria. Ele então aciona seus contatos no governo local, e consegue acabar com a vida de Mac, que fecha o consultório, passa a beber e a bater na mulher. Trina transforma o dinheiro da loteria em uma fonte de satisfação, e guarda suas moedas de ouro enquanto o casal passa fome. Por causa de um inesperado dinheiro, a vida de três pessoas fica completamente arruinada.
    Título original

    Greed

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1924
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento 546 883 $
    Idiomas Mudo
    Formato de produção -
    Cor Preto & Branco
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Pela web

    Elenco

    Gibson Gowland
    Personagem : McTeague
    Zasu Pitts
    Personagem : Trina Sieppe
    Jean Hersholt
    Personagem : Marcus Shouler
    Tempe Pigott
    Personagem : Mother McTeague
    Ficha completa

    Fotos

    Curiosidade das filmagens

    O sofrido processo de edição

    A versão original tinha 42 rolos, com mais de nove horas de filme. Com a ajuda de um amigo, Von Stroheim o diminuiu para quatro horas. Só que o filme foi tomado do diretor e os executivos da MGM o reduziram para 140 minutos. A edição foi feita por Joseph Farnham, que, sem ler o livro ou o script, o reduziu para 10 rolos. O filme foi lançado depois desta edição e nenhuma versão mais longa foi feita na época. Mas, em 1999, o restaurador Rick Schimi... Leia Mais

    A insatisfação do diretor

    Poucas pessoas assistiram à versão original de 9 horas do filme. Depois que o filme foi editado por Stroheim e um amigo, e por último pela MGM, Stroheim se mostrou muito insatisfeito com a versão final, a que foi lançada. Ele a chamava de "uma mutilação do meu trabalho sincero pelas mãos dos executivos da MGM".

    A perda de grande parte do filme

    Nenhuma cópia da primeira versão foi feita, e grande parte dos rolos que não foram usados na versão lançada foram destruídos para que a prata da celulose pudesse ser extraída. Assim, uma boa parte do filme ficou perdida para sempre, e consta no American Film Institute como um dos 10 filmes mais importantes que foram perdidos.

    Últimas notícias

    BBC elege os 100 Melhores Filmes Americanos de Todos os Tempos
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 25 de julho de 2015

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top