Meu AdoroCinema
Diários de Motocicleta
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Curiosidades
Bilheterias
Filmes similares
Notícias
Média
4,3
248 notas e 10 críticas
30% (3 críticas)
30% (3 críticas)
0% (0 crítica)
30% (3 críticas)
0% (0 crítica)
10% (1 crítica)

10 críticas do leitor

Kamila A.
Kamila A.

Segui-los 100 seguidores Ler as 329 críticas deles

4,0Muito bom
Enviada em 29/07/13

A vida da gente é feita de momentos. Alguns deles são bons, outros ruins; existem até mesmo aqueles momentos que são de satisfação, de realização, de alívio, de contestação, de amor, de paz e de guerra. O filme “Diários de Motocicleta”, do diretor Walter Salles e do produtor executivo Robert Redford, fala justamente sobre um momento na vida de um homem; um momento definidor e que vai marcar a vida desse homem para sempre. O homem em questão era o então estudante de Medicina argentino Ernesto Guevara de La Serna (Gael Garcia Bernal) que, às vésperas de se formar médico, decide viajar com o amigo e bioquímico Alberto Granado (Rodrigo de La Serna, que vem a ser primo em segundo grau de Che Guevara na vida real). Na viagem, os dois amigos têm o objetivo de conhecer a fundo a América Latina a bordo da “Poderosa”, a motocicleta de Granado. Desde o seu início, a viagem de Ernesto e Granado dá pistas de que será uma grande aventura, especialmente depois da “Poderosa” não agüentar as estradas esburacadas e o dinheiro que eles carregam consigo for insuficiente. Logo após uma parada estratégica para visitarem Chichina (Mia Maestro), a namorada de Ernesto, os dois amigos começam a sua jornada e conhecem diversas cidades da Argentina (de onde eles partem), Chile, Peru – país aonde permanecem por um longo tempo trabalhando e cuidando de leprosos – e Venezuela. Nesta época, Ernesto Guevara ainda não era o grande Che, o revolucionário que conhecemos e que marcou seu nome na história ao ser um dos líderes da Revolução Cubana, movimento que levou Fidel Castro ao poder. Na aventura pela América Latina, Ernesto era apenas um jovem de 24 anos, vulnerável (devido à asma que lhe atacava) e que se preocupava mais com as garotas. Entretanto, à medida em que o tempo vai passando, Ernesto se dá conta da realidade do seu continente e de seu povo, que mesmo sofrido e vivendo na miséria, com diferenças e com a exploração, ajuda aqueles a quem mal conhecem. “Diários de Motocicleta” registra o momento de transformação de um jovem num homem consciente de seu papel na sociedade. E fazer com que a platéia entenda este momento de transformação é o grande propósito do filme. A equipe técnica (direção, fotografia, edição, música, roteiro e atores) abraçou esta idéia. No final de “Diários de Motocicleta” não é só Ernesto Guevara que não é mais o mesmo; todos nós seremos pessoas diferentes e teremos uma nova perspectiva do nosso continente. Nós acordaremos e veremos que somos os agentes de transformação.

http://cinefilapornatureza.com.br/filmes/diarios-de-motocicleta/

jpvarp_25
jpvarp_25

Segui-los 0 seguidor Ler as 7 críticas deles

2,5Regular
Enviada em 31/01/10

Um filme para ser considerado bom não precisa ser uma superprodução! Assistam Diários de Motocicleta, pois  é muito rico e emocionante porque mostra Che Guevara e seu amigo viajando da Argentina até a Venezuela se eu não me engano, passando por vários povoados, culturas e problemas sociais. Foi a partir dessa viagem que Che Guevara criou o seu ideal. Não tem nada de guerrilha nesse filme, e sim uma construção de ideal. O filme é muito digno e humano, principalmente ao tratar dos leprosos, qye eram seres excluídos da sociedade e que não devia nem ter contato físico com eles. Che Guevera, como era um estudante de medicina, sabia que a lepra não se passava com contato físico e deu um grande exemplo de humanidade e igualdade.

Desculpem, os fãs de megaproduções, mas Avatar fica no chinelo diante desse filme!

Kid Janjão
Kid Janjão

Segui-los 4 seguidores Ler as 66 críticas deles

5,0Obra-prima
Enviada em 21/01/15

Um filme cativante que conta apenas uma pequena parte da história de um homem que foi maior que a vida. Fantástico.

Sany N.
Sany N.

Segui-los 7 seguidores Ler a crítica deles

4,0Muito bom
Enviada em 28/12/14

Gael interpreta um Che Guevara em sua forma humana, não condiz com a realidade, olhando para Gael eu quase acreditei que fosse verdade.

Lucas
Lucas

Segui-los 9 seguidores Ler as 63 críticas deles

5,0Obra-prima
Enviada em 08/10/15

nota máxima pra esse filme que retrata muito mais uma aventura de moto por vários países sul americano e pela simplicidade e humildade que foi che antes de virar o guerrilheiro.

Matheus F.
Matheus F.

Segui-los 2 seguidores Ler a crítica deles

5,0Obra-prima
Enviada em 29/04/13

Um filme maravilhoso de se ver e muito rico em conteúdo histórico. Filme surpreendente e que mostra o Che Guevara antes dos tiros, das revoluções. A única revolução tratada neste belíssimo filme é a que acontece dentro da mente de Ernesto Rafael Guevara de la Serna, antes de todas as outras.

jacquefer
jacquefer

Segui-los 0 seguidor Ler as 2 críticas deles

4,5Ótimo
Enviada em 26/01/11

...Uma delícia de filme Gael conssegue passar sua preocupação com os problemas sociais que encontra pela longa viagem que se dispõe a fazer,sem dinheiro,fazem qualquer tipo de trabalho e assim vão em frente formando suas opiniões,antes de assistirem o filme che guevara todos deveriam assistir diarios de motocicleta,para perceber como foi moldada a percepção de che pelos problemas sociais.

Rafael Vespasiano
Rafael Vespasiano

Segui-los 28 seguidores Ler as 210 críticas deles

2,5Regular
Enviada em 04/01/10

Diários de motocicleta:

     Um filmaço do diretor brasileiro Walter Salles, chamado "Diários de Motocicleta", porém a produção do filme é americana e os atores latinos e falado em Espanhol, é o Brasil invandindo o cenário do cinema internacional; o filme retrata uma viagem que Che Guevara fez pela América Latina, sua primeira de tantas, quando ainda era jovem, mas que solidificou seus ideais socialistas. O jovem Che Guevara é vivido pelo excelente ator Gael García Bernal (Má Educação, O Crime do Padre Amaro, Jogo de Sedução, etc.), ele viaja pela a América Latina com seu amigo Granado (vivido pelo ótimo Rodrigo de la Serna), a bordo de uma motocicleta muito velha e cheia de defeitos mecânicos, chamada, ironicamente, de "La Poderosa"; os dois abandonam os seus respectivos cursos universitários e suas estabilidades econômicas e sociais de vida, para viverem essa "aventura socialista", pois foi a partir daí que Che Guevara resolveu lutar por uma América mais justa e para todos, pois nessa viagem viu de tudo, exemplos: exploração da classe trabalhadora, miseráveis vivendo em extrema pobreza, além de doentes abandonados à própria sorte, em especial, os leprosos, etc.; hoje ele é um mito até mesmo vulgarizado, mas no filme de Salles, por sinal muito bem dirigido, roteirizado, conduzido, realizado, interpretado e de forte e profundo conteúdo político, social, cultural, e muito sentimental, tocante e comovente, Che aparece de uma forma muito humana e até mesmo ele, graças a Bernal, nos parece um homem extremamente carinhoso e cordial com quem merece esse comportamento por parte dele. Parabéns a todos que participaram e realizaram essa obra-prima da cinematografia mundial! Ao final do filme, é mostrado por meio de legendas, que Che liderou a Revolução Cubana, e tentou ajudar o Congo e a Bolívia, nesta é preso e morto a mando da CIA (novamente os norte-americanos!), e também no final do filme aparece o verdadeiro companheiro de viagem de Guevara pela América Latina, o Granado, ainda vivo atualmente, com 93 anos de idade. Maravilhoso! Esplêndido! Dez! Walter Salles motra que é um grande diretor não só para o Brasil, mas para o mundo! O filme ganhou o Oscar de melhor canção original. Mas merecia outros prêmios, como roteiro e até mesmo concorrer a melhor filme de língua não-inglesa. Mas o importante é o primor do filme! Nota: dez!

Demetrius
Demetrius

Segui-los 0 seguidor Ler as 6 críticas deles

0,5Horrível
Enviada em 06/09/09

A produção em se não é muito boa, porém a sua tematica salvou o longa. Por se tratar da historia de vida do nosso HEROI Ernesto Guevara de la'Sierna(CHE) o filme se superou. Em resumo conta sobre a viajem que Che fez antes de forma-se em medicina e como as vidas miseraveis das pessoas que ele viu o fez torna-se um socialista, liderando, assim, junto com Fidel Casto a revolucão cubana.

marcelo
marcelo

Segui-los 2 seguidores Ler as 181 críticas deles

2,5Regular
Enviada em 08/01/04

ADOREI O FILME POR CAUSA PRINCIPALMENTE DA FOTOGRAFIA AS PAISAGENS DO FILME SAO SENSACIONAL, A HISTORIA E EMPOLGANTE COM A DOSE CERTA DE HUMOR E DRAMA, OS PERSONAGENS ESTAO MUITO BEM INTERPRETADOS (E CLARO QUE SIMPATIZAMOS MAIS PELO COMPANHEIRO Alberto Granado,PELO ESTILO BEM HUMORADO E SAFADO DE VER A VISÃO DA VIDA)O CHE GUEVARA ESTA BEM INTERPRETADO PELO BALADO Gael García Bernal SO QUE AS PESSOAS ESPERAM UM REVOLUCIONARIO E NA VERDADE E SOBRE "A SEMENTE SENDO PODADA" NO CHE."

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top