Meu AdoroCinema
Toda Nudez Será Castigada
Toda Nudez Será Castigada
Data de lançamento março 1973 (1h 40min)
Direção:
Elenco: Darlene Gloria, Paulo Porto, Paulo Cesar Pereio mais
Gênero Comédia dramática
Nacionalidade Brasil
Usuários
3,312 notas e 3 críticas
notar :
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4
4.5
5
Vou ver

Sinopse e detalhes

Em uma família tradicional Herculano (Paulo Porto), um homem puritano que só tinha tido uma mulher na vida, prometeu para Serginho (Paulo Sacks), seu filho, enquanto a esposa agonizava, que jamais teria outra mulher. Já o irmão de Herculano, Patrício (Paulo César Pereio), vive às custas do irmão e faz de tudo para que Herculano dependa cada vez mais dele e assim possa explorá-lo cada vez mais. Aproveitando uma crise de desespero do irmão, Patrício coloca junto à mesa de Herculano uma fotografia de Geni (Darlene Glória), uma cantora de inferninho e meretriz. Após se embebedar Herculano vai ao bordel, onde encontra Geni e passa a noite com ela. Porém, depois renega a ligação, mas ele e Geni já estão apaixonados. Herculano promete se casar com ela, mas para isto precisa fazer Serginho viajar. Porém, sentindo o que está acontecendo, Serginho se recusa a partir, mas algo ainda muito maior vai torturar Herculano.

Distribuidor Embrafilme
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 1973
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 3 curiosidades
Orçamento -
Idiomas Português
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -
Pela web

Elenco

Darlene Gloria
Personagem : Geni
Paulo Porto
Personagem : Herculano
Paulo Cesar Pereio
Personagem : Patrício
Isabel Ribeiro
Personagem : Tia
Ficha completa

Críticas de usuários

Todas as críticas de usuários
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
100% (3 críticas)
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
Você assistiu Toda Nudez Será Castigada ?
3 Críticas de usuários

Fotos

Curiosidades das filmagens

Premiado em Berlim, proibido no Brasil

Toda Nudez Será Castigada gerou uma situação insólita na época de seu lançamento. Tendo sido um grande sucesso na época e representante oficial do Brasil no Festival de Berlim, neste meio tempo (no auge da ditadura) o general Antônio Bandeira, chefe do serviço de censura, viu o filme no cinema e o achou imoral, ordenando sua proibição. Assim o Brasil era representado por um filme que era proibido no país e, possivelmente, só foi novamente liberad... Leia Mais

Prêmios

FESTIVAL DE BERLIMGanhouUrso de Prata - Arnaldo JaborFESTIVAL DE GRAMADOGanhouMelhor FilmeMelhor Atriz - Darlene GlóriaMenção Especial - Trilha Sonora

Ranking dos Melhores Filmes Nacionais

52º colocado na lista de melhores filmes brasileiros de todos os tempos segundo a Abraccine (Associação Brasileira de Críticos de Cinema).

Últimas notícias

Abraccine elege os 100 melhores filmes do cinema brasileiro
NOTÍCIAS - Festivais e premiações
quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top