Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    9 1/2 Semanas de Amor
     9 1/2 Semanas de Amor
    / 1h 55min / Erótico, Drama
    Direção: Adrian Lyne
    Elenco: Mickey Rourke, Kim Basinger, Margaret Whitton
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    4,0 114 notas e 9 críticas
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Elizabeth (Kim Basinger) é uma bela e sexy mulher que trabalha em uma galeria de arte e se envolve com John (Mickey Rourke), um rico homem. Eles se envolvem rapidamente e começam a praticar jogos sexuais cada vez mais intensos, que torna o relacionamento cada vez mais complicado e difícil de ser controlado.
    Título original

    Nine 1/2 weeks

    Distribuidor Fox Film do Brasil
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1986
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento US$ 17 000 000
    Idiomas Inglês
    Formato de produção 35 mm
    Cor Colorido
    Formato de áudio Dolby
    Formato de projeção 1.85 : 1
    Número Visa -

    Trailer

    9 1/2 Semanas de Amor Trailer Original 1:52
    9 1/2 Semanas de Amor Trailer Original
    98 421 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Mickey Rourke
    Personagem : John
    Kim Basinger
    Personagem : Elizabeth
    Margaret Whitton
    Personagem : Molly
    David Margulies
    Personagem : Harvey
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Rick Pinheiro
    Rick Pinheiro

    Segui-los Ler as 21 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Típico filme dos anos 80: visual de video clip, trilha sonora excelente (ñ tem como ñ ouvir Slave to Love e ñ lembra do romance dos personagens de Mickey Rooke e Kim Basinger).   O roteiro deixou um pouco a desejar, principalmente, pq o que parecia ser um amor verdadeiro, acabou virando uma obsessão doentia. Acredito q o amor verdadeiro modifica qualquer pessoa, o que devia ter acontecido com o personagem de Rooke.   Mas a excelente ...
    Leia Mais
    Alanna L.
    Alanna L.

    Segui-los Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 16 de março de 2018
    Muito bom o filme, apesar de ter dois lados... É o Christian Grey dos anos 80. Cuida muito bem dela, quer dar " o mundo a ela", muito sensual, porém abusivo. Difícil de acompanhar a linha de raciocínio dele. Uma hora dá flores, outra joga dinheiro no chão e manda ela pegar o dinheiro de quatro porque acha sex.
    anônimo
    Um visitante
    3,0
    Enviada em 27 de dezembro de 2013
    Mas uma vez vimos a soberania de Adryan Lyne,em mostrar suas ideias eró nova aventura,ele mostra a história de Elizabeth (Kim Basnger),que vive seu mundo,com suas amizades e também com seus é conhecer John (Mickey Rourke),que daí é que ela se transforma totalmente e muda o seu jeito de ser.O filme reserva bons momentos,principalmente,entre Basinger e Rourke,que entra no clima do filme,e se entrega totalmente aos personagens.
    Ricardo A.
    Ricardo A.

    Segui-los 11 seguidores Ler as 174 críticas deles

    1,5
    Enviada em 12 de agosto de 2018
    Para quem pensa que Cinquenta tons de cinza é um roteiro original, ai temos uma prova que basta dar uma repaginada no roteiro e mudar seu título que revivemos mais do mesmo. Em 1986, já tínhamos um roteiro erótico com atores já um tanto conhecidos e dirigido por um diretor especialista pelo gosto (cito Lolita e Proposta Indecente). Inclusive a atriz Kim Basinger acabou participando de Cinquenta tons mais escuros, talvez como um revivor de ...
    Leia Mais
    9 Comentários do leitor

    Fotos

    10 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Atriz cotada

    Os produtores ofereceram a protagonista para Kathleen Turner, mas a atriz não topou.

    Figurino

    Durante o filme, a personagem Elizabeth sempre veste roupas brancas ou coloridas, com exceção de quando está com John, quando sempre veste preto ou cinza.

    Dublê

    A atriz Kim Basinger usou dublês de corpo durante o filme.
    5 curiosidades

    Últimas notícias

    Cinquenta tons de fetiche: quando o cinema exibe gostos sexuais peculiares
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 10 de fevereiro de 2018
    Saiba quem são os atores e atrizes com mais indicações ao Framboesa de Ouro
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    domingo, 29 de janeiro de 2017
    Nem só de grandes atuações e premiações para gratificá-las vive Hollywood.
    Que tal relembrar 50 filmes que completam 30 anos em 2016?
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 20 de fevereiro de 2016
    1986 foi o ano de inúmeros clássicos do cinema... Você já assistiu a todos eles?
    5 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Thiago Soares Mota
      - 80º filme de 2.020! Visto pela segunda vez em 01º/03...- Nota: 6,0/10 - Razoável...- É considerado um clássico do cinema erótico, que fez muito sucesso quando foi lançado e rendeu enormes audiências quando foi exibido na TV aberta! Mas revendo-o hoje, percebe-se que é um filme que envelheceu e ficou até meio pudico! Tem uma pequena ponta da ótima Christine Baranski, a Kim Basinger era uma da mulheres mais bonitas e sensuais do mundo na época e o Mickey Rourke, vendido como o novo galã de Hollywood na época, tem uma atuação muito ruim nesse filme, que nem de longe lembra o ator que entregou uma performance digna de Oscar em O Lutador (2.008)! No geral, e como curiosidade, ainda vale uma sessão...
    • Senhor Ivan
      Casal perfeito formado por Kim Basinger e Mickey Rourke,os dois esbanjavam boa forma na época.O filme é intenso,duas horas de muito erotismo e um bom drama que aparece na metade para o fim.-03 de Março de 2018-Dou nota 6/10
    • Senhor Ivan!
      Mas uma vez vimos a soberania de Adryan Lyne,em mostrar suas ideias eróticas.Nessa nova aventura,ele mostra a história de Elizabeth (Kim Basnger),que vive seu mundo,com suas amizades e também com seus familiares.Até conhecer John (Mickey Rourke),que daí é que ela se transforma totalmente e muda o seu jeito de ser.O filme reserva bons momentos,principalmente,entre Basinger e Rourke,que entra no clima do filme,e se entrega totalmente aos personagens.
    • Aluizio C.
      só pela Kim Basinger vale à pena!
    • Janaina R.
      amo esse filme ela por amor perdeu totalmente sua sanidade seu controle sobre si propria.
    Mostrar comentários
    Back to Top