Meu AdoroCinema
Bossa Nova
facebookTweet
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Bossa Nova
Data de lançamento 31 de março de 2000 (1h 35min)
Direção:
Elenco: Amy Irving, Antonio Fagundes, Alexandre Borges mais
Gênero Comédia
Nacionalidades Brasil, EUA
Usuários
3,313 notas e 2 críticas

Sinopse e detalhes

Mary Ann Simpson (Amy Irving) uma ex-aeromoça, americana e viúva, que mora no Rio de Janeiro desde que seu marido faleceu, trabalhando como professora num curso de inglês. Em seu trabalho ela lida com vários alunos, como o craque de futebol do Flamengo e da Seleção Brasileira Acácio (Alexandre Borges) e o advogado Pedro Paulo (Antônio Fagundes), ambos apaixonados por ela. Começa então uma ciranda amorosa entre os personagens, agitada por diversos equívocos culturais e linguísticos.

Distribuidor Columbia Pictures do Brasil
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2000
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 6 curiosidades
Orçamento -
Idiomas -
Formato de produção Super 35mm
Cor Colorido
Formato de áudio Dolby Digital
Formato de projeção 2.35 : 1 Cinemascope
Número Visa -
Pela web

Elenco

Amy Irving
Amy Irving
Personagem : Mary Ann Simpson
Antonio Fagundes
Antonio Fagundes
Personagem : Pedro Paulo
Alexandre Borges
Alexandre Borges
Personagem : Acácio
Debora Bloch
Debora Bloch
Personagem : Tânia
Ficha completa

Críticas de usuários

Todas as críticas de usuários
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
50% (1 crítica)
0% (0 crítica)
50% (1 crítica)
0% (0 crítica)
2 Críticas de usuários

Fotos

12 Fotos

Curiosidades das filmagens

A escolha do título

O filme teve dois outros nomes antes da escolha por Bossa Nova: "In English, please" e "A Senhorita Simpson". Este último nome foi abandonado para evitar confusões entre o filme e o seriado "Os Simpsons", no mercado americano.

Homenagem

Logo no início do filme há uma dedicatória do diretor Bruno Barreto, homenageando François Truffaut e Tom Jobim.

Roteiro

Os direitos autorais do conto "A Senhorita Simpson", que serviu como base para a elaboração do roteiro de Bossa Nova, inicialmente pertenciam ao diretor Arnaldo Jabor. Apenas 7 anos depois de adquirí-los, Jabor resolveu por repassar os direitos para o diretor Bruno Barreto, para que este pudesse transformá-lo em filme.
6 curiosidades

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top