Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Marca da Maldade
    Média
    3,7
    36 notas e 6 críticas
    distribuição de 6 críticas por nota
    2 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    1 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu A Marca da Maldade ?

    6 críticas do leitor

    Alvaro S.
    Alvaro S.

    Segui-los 44 seguidores Ler as 349 críticas deles

    4,0
    Enviada em 9 de abril de 2016
    A Marca da Maldade é perverso ao mostrar a natureza corrupta de um capitão da polícia. Situado na fronteira do México com os EUA, a trama desse policial noir envolve assassinato, sequestro, gângsteres, drogas e corrupção. Os protagonistas são, Charlton Heston, na pele do chefe de polícia mexicano Vargas, Janet Leigh sua recém-esposa e Orson Welles, como o antagonista capitão corrupto Hank Quinlan. E conta ainda com a participação da maravilhosa Marlene Dietrich. É um deleite visual, emocionalmente emocionante, um suspense sinistro e mesmo passados décadas, artisticamente inovador. Curiosidade. Figura em 193º entre os 250 melhores filmes segundo o site IMDB. Outra Curiosidade. Orson Welles, também diretor do filme, foi demitido durante a pós-produção (edição) e o filme teve um corte diferente do que ele havia solicitado. Antes de morrer ele escreveu uma carta com instruções da edição como ele havia imaginado. A Universal, estúdio do longa reeditou a obra em 1998 como ele gostaria. O Netflix não especifica qual das duas versões estamos vendo. Nota do público: 8.1 (IMDB) Nota dos críticos: 96%(Rotten Tomatoes) Bilheterias EUA - $2,2 milhões Acesse o blog 365filmesem365dias.com.br para ler sobre outros filmes.
    Jonas D.
    Jonas D.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 7 críticas deles

    4,5
    Enviada em 28 de junho de 2014
    Cara, eu tinha 15 anos quando eu vi êsse filme, e até hoje não esqueci a Janeth Leigh. Ótimo filme. spoiler:
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 70 seguidores Ler as 1 467 críticas deles

    5,0
    Enviada em 5 de maio de 2018
    Clássico e um dos melhores filmes dos anos 50, sendo também o melhor plano sequencia da história do cinema. Temos aqui um elenco de cair o queixo. O mestre Orson Welles em uma direção incrível e uma atuação merecedora de óscar, de tão bem feita que é, ainda Charlton Heston, apesar de não estar em seu melhor papel, pois é ofuscado por Orson, Para fechar ainda temos duas lendas, a ótima Janet Leigh Marlene Dietrich. O roteiro é bom, mas não é o grande ponto do filme, realmente a direção atuação de Orson e o plano sequencia faz desse filme um marco na história do cinema.
    Rafael V
    Rafael V

    Segui-los 30 seguidores Ler as 209 críticas deles

    2,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Um filme policial instigante, com uma trama excelente, que mostra a corrupção policial personificada pela personagem do detetive interpretado magistralmente por Orson Welles (também diretor do filme), um policial corrupto e extremamente ardiloso, além de preconceituoso em relação aos mexicanos (na figura do policial mexicano vivido por Charlton Heston), Welles faz  de tudo para provar sua opinião, mesmo que tenha de usar de meios ilegais e corruptos. O filme fala também sobre alcoolismo e de certa forma de um amor que resistiu à morte e faz com que Welles aja do jeito que age, por causa desta tristeza de ter perdido a amada, ou seja, um filme que também toca no tema da depressão. Enfim, um filme que além de ser uma trama policial, também enfoca um tema extremamente dramático, um filme que só podia ter a assinatura (marca!) do genial Orson Welles! Nota 9.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 41 seguidores Ler as 1 108 críticas deles

    4,0
    Enviada em 16 de janeiro de 2017
    Orson Welles aparentemente sempre esteve preocupado com a questão da lei, da justiça e da verdade. Tudo isso a partir de uma grande questão: os que zelam pela ordem e segurança são realmente de confiança? Ou quem vigia os que nos vigiam? Se formos considerar que a questão do poder foi tratada exaustivamente em seu clássico Cidadão Kane, esse A Marca da Maldade consegue desviar um pouco da rota sem perder a essência.
    Antonio R
    Antonio R

    Segui-los 7 seguidores Ler as 50 críticas deles

    5,0
    Enviada em 23 de junho de 2015
    Em minha opinião o melhor filme de Orson Welles. Eu o considero superior até mesmo ao badalado Cidadão Kane que entrou para a história como o melhor filme de todos os tempos. Segundo Welles este filme teria sido tão mutilado na época de de seu lançamento que nem ele próprio conseguia reconhece-lo mais. Anos mais tarde a Universal relançou em DVD o filme tal como Orson Welles o concebera. Em A Marca da Maldade (Touch Of Evil 1958) Welles vive um velho policial que forja "provas" para confirmar a solução de um caso que ele mesmo já resolveu de verdade. Charlton Heston é um investigador mexicano em lua de mel que é perseguido pelo policial psicopata vivido por Welles e por um traficante de narcóticos vivido por Akim Tamiroff. Por sua vez, A Marca da Maldade foi o primeiro filme americano de Welles que ele fez por insistência de Charlton Heston. Janet Leigh está no elenco que tem pontas de Joseph Cotten, Mercedes McCambridge, Zsa Zsa Gabor e Marlene Dietrich, que, por sinal, este considera este como o melhor desempenho de sua carreira.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top