Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O Amigo Americano
    Média
    3,0
    6 notas e 1 crítica
    distribuição de 1 crítica por nota
    0 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    1 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu O Amigo Americano ?

    1 crítica do leitor

    Rafael V
    Rafael V

    Segui-los 117 seguidores Ler as 210 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    O Amigo Americano: "O Amigo Americano", Alemanha/EUA, 1977, escrito e dirigido por Wim Wenders, que, de forma brilhante, inspira-se em "O Talentoso Ripley", romance da escritora Patricia Highsmith e adapta-o de forma livre criando uma nova história, mas com a mesma personagem: o inteligente, astuto, mas mau-caráter Tom Ripley; este vende pinturas/quadros falsos de artistas consagrados, que são falsificados nos EUA, por um perito em falsificação, vivido de forma especial pelo cineasta Nicholas Ray ("Juventude Transviada"); Ripley leva essas falsificações para a Alemanha e vende-as em leilões como se fossem obras originais, até que Ripley conhece o alemão Jonathan Zimmermann (Bruno Ganz, ótimo!), o qual desconfia da autenticidade de uma das obras, pois trabalhava em restauração de obras clássicas, mas, agora, apenas trabalha com a fabricação de molduras; é, então, que Ripley e seu comparsa envolvem Jonathan em uma trama bem elaborada e intricada, em que este ganharia muito dinheiro, pois Ripley (um excelente Dennis Hopper!) chantageia Jonathan, já que este tem uma doença grave e está com medo de deixar a esposa e o filho sem meios de sustentarem-se, após sua morte; assim, Jonathan vai caindo na lábia  de Ripley e topa matar dois mafiosos, em troca de dinheiro, contudo Ripley começa a ficar amigo de Jonathan e arrepende-se de tê-lo metido nisso. Este é o aspecto mais interessante da obra, já que temos no início um Ripley frio e calculista, mas, que aos poucos vai mostrando sentimentos bons de amizade, compreensão e compaixão, evidenciando que todas as pessoas têm tanto sentimentos bons, como ruins, daí a complexidade do ser humano, e isso o filme retrata bem, na figura do Ripley de Dennis Hopper. Ótimo filme! Wenders em plena forma!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top