Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    This is Paris
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    This is Paris

    Versão original

    por Barbara Demerov
    Para muitos, a imagem de Paris Hilton está inquestionavelmente ligada a compras, produtos de maquiagem, roupas, vaidade, festas e glamour. Aos olhos da mídia, a vida da socialite, bisneta do criador da rede de hotéis Hilton e dona de uma fortuna de mais de 300 milhões de dólares sempre foi focada em seus bens materiais e nas polêmicas pelas quais se envolveu ao longo dos anos.

    Dito isso, em pleno ano de 2020, talvez seja a hora de desmistificar a figura de Paris Hilton, que cresceu aos olhos do público a partir da estreia de seu reality show The Simple Life, em que dividia os holofotes com sua amiga Nicole Richie. E é interessante que, logo nos primeiros momentos de This is Paris, a protagonista diz que é muito difícil ser ela mesma quando uma câmera está por perto. Dá para notar o desconforto inicial de Paris neste longo desabafo que é o documentário. Por isso, é curioso observar Paris sendo uma pessoa diferente ao longo de 1 hora e 40 minutos. Até mesmo sua voz mostra-se diferente.



    O objetivo do documentário é o de dar voz a uma Paris comum; uma mulher com bagagens afetivas e questões pessoais muito latentes uma vez que a acompanhamos "de perto". No entanto, ao mesmo tempo em que se propõe observar a protagonista, o estilo do filme se assemelha ao do reality pela qual ela ficou famosa. Ao mesmo tempo em que é possível entender suas intenções, vontades e segredos que guardou por tanto tempo, de início é um pouco custoso descolar a figura já conhecida de Paris com a que ela quer nos apresentar.

    Por outro lado, talvez seja por essa a razão que Paris Hilton nunca falou abertamente sobre algo que aconteceu enquanto jovem, durante um período de muitas festas e descobertas. Este acontecimento a marcou tanto que influenciou seu modo de ser na frente das câmeras -- assim como na dedicação para construir uma carreira solo, fora dos terrenos da herança de família. Foi um combustível para ela criar a imagem que permanece até hoje, mas que não deu espaço para a verdadeira versão de Paris chegar à superfície.

    Apesar de manter-se no conforto da estrutura de reality show e, por vezes, limitar a aproximação do espectador com Paris por conta do estilo de narrativa (que prioriza a correria de seu dia a dia, depois retomando a atenção para o trauma do passado), This is Paris possui seu brilho por conta da forma como a protagonista fala sobre si mesma e sobre suas escolhas na vida, indo além de sua marca e tocando em pontos relevantes sobre sua personalidade. Em suma, é um exercício para deixar de lado os pré-conceitos que podemos criar com relação a uma figura pública ao longo dos anos.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top