Meu AdoroCinema
    Jejum de Amor
    Jejum de Amor
    Data de lançamento 4 de março de 1940 (1h 22min)
    Direção: Howard Hawks
    Elenco: Cary Grant, Rosalind Russell, Ralph Bellamy mais
    Gêneros Comédia , Romance, Drama
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    3,2 6 notas
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Rosalind Russel (Hildy Johnson) é uma repórter debochada e que não resiste a um bom furo jornalístico. Ela trabalha para o seu ex-marido que é editor do jornal, mas decide largar o trabalho para se casar com um corretor de seguros sem graça. Decidido a prender a ex-esposa por mais um tempo na redação, o cheio de ciúmes Walter Burns (Cary Grant) coloca nas mãos dela uma grande história jornalística, ao qual ele sabe que ela não resistirá. Assim ela acaba se estendendo no trabalho e os dois travam verdadeiros duelos verbais, sendo assistidos por figuras caricaturatas de redação de jornal: Mascadores de chicletes, fumantes inveterados e jogadores de pôquer.
    Título original

    His Girl Friday

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1940
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Preto & Branco
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Trailer

    Jejum de Amor Trailer Original 2:44
    Jejum de Amor Trailer Original
    290 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Cary Grant
    Personagem : Walter Burns
    Rosalind Russell
    Personagem : Hildy Johnson
    Ralph Bellamy
    Personagem : Bruce Baldwin
    Gene Lockhart
    Personagem : Sheriff Hartwell
    Ficha completa

    Fotos

    26 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    O início da fala "atropelada" no cinema

    Um dos primeiros filmes, senão o primeiro a ter personagens que falam por cima da fala do outro, o que dá um som mais realista. Antes disso, os personagens de filme completavam suas falas antes do outro começar a falar.

    Como Hildy se tornou uma mulher

    A peça na qual o filme foi baseado ("The Front Page") tem no papel de Hildy um homem. Quando o diretor Howard Hawks decidiu filmar o longa, ele também ia escalar um homem só que enquanto ele estava realizando audições para outros papeis, uma secretária lia as falas que pertenciam a Hildy. Hawks gostou tanto das palavras do roteiro saindo da boca de uma mulher que ele decidiu reescrever o papel, dessa vez sendo uma personagem feminina.

    O roubo do relógio na peça e no filme

    A peça na qual o filme foi baseado tinha uma última fala que ficou famosa: "O filho-da-mãe roubou meu relógio!". Só que no filme não tinha como encaixar essa fala no momento original porque a história não conduzia a isso. No entanto, uma homenagem foi prestada quando Burns incrimina Baldwin pelo roubo de um relógio.
    5 curiosidades

    Últimas notícias

    Os 25 roteiros mais engraçados já filmados
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 14 de novembro de 2015
    BBC elege os 100 Melhores Filmes Americanos de Todos os Tempos
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sábado, 25 de julho de 2015
    Veja quais são!
    20 personagens escritos para homens, mas interpretados por mulheres
    NOTÍCIAS - Personalidades
    domingo, 26 de outubro de 2014
    Sabia que a tenente Ripley de Alien era um homem na versão original? Conheça 20 histórias de filmes que escolheram uma mulher...

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top