Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Como era Gostoso o meu Francês
    Como era Gostoso o meu Francês
    10 de janeiro de 1972 / 1h 24min / Aventura, Drama
    Direção: Nelson Pereira dos Santos
    Elenco: Arduíno Colasanti, Ana Maria Magalhaes, Eduardo Imbassahy Filho
    Nacionalidade Brasil
    Usuários
    3,2 3 notas e 1 crítica
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Membro de uma missão que visa chegar à França Antártica, colônia francesa estabelecida na Baía de Guanabara, Jean e outros companheiros de viagem se rebelam e são condenados à morte por seus superiores. O aventureiro consegue escapar nadando até o continente, onde se depara com índios tupiniquins. Logo a colônia é atacada por índios da tribo tupinambá, que findam por aprisionar e condená-lo à morte, já que pensam que Jean é português. Agora o francês tem somente oito dias de vida enquanto aguarda sua execução em um ritual antropofágico. 

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1971
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Pela web

    Elenco

    Arduíno Colasanti
    Personagem : Jean
    Ana Maria Magalhaes
    Personagem : Seboipepe
    Eduardo Imbassahy Filho
    Personagem : Cunhambebe
    Manfredo Colassanti
    Personagem : O comerciante
    Ficha completa

    Crítica de usuários

    Arley M.
    Arley M.

    Segui-los Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 12 de dezembro de 2016
    Filme bom jsjdjjskwkkskskjdjdjf sjdjjdkslwplamnsjdhdhdhfjfhf ddhfududidisoeoejsjsjsjhsnwnns shjdjd j
    1 Crítica de usuários

    Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Vários

    - O filme teve problemas com a censura da época, por ter atores interpretando atores nus, depois foi liberado para maiores de 18 anos, com a justificativa que nudez de índio não seria pornográfica.

    Diálogos em Tupi

    Quase todo diálogo foi escrito e falado no original da língua Tupi, traduzida pelo cineasta brasileiro Humberto Mauro.   

    Representante no Oscar

    Indicação oficial do Brasil para o Oscar de 1973 na categoria de "Melhor Filme Estrangeiro".  
    5 curiosidades

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top