Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Black Mirror: Bandersnatch
     Black Mirror: Bandersnatch
    28 de dezembro de 2018 na Netflix / 1h 30min / Ficção científica, Suspense, Drama
    Direção: David Slade
    Elenco: Fionn Whitehead, Craig Parkinson, Will Poulter
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Imprensa
    3,1 6 críticas
    Usuários
    3,5 211 notas e 27 críticas
    Adorocinema
    3,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 16 anos
    A trama da série Black Mirror condensada em uma experiência de uma única história. Seguindo a temática da série, pessoas de um futuro distópico são atormentadas pela tecnologia que, supostamente, torna a vida cotidiana mais confortável. No entanto, essa interação se torna perigosa e, eventualemente, letal, conforme a vida íntima dos seres humanos se torna cada vez mais supervisionada.
    Distribuidor Netflix
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 2 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Críticas AdoroCinema

    3,5
    Bom
    Black Mirror: Bandersnatch

    A técnica acima do roteiro

    por Barbara Demerov
    Que Black Mirror é uma das séries mais impactantes dos últimos tempos, isso não é nenhuma novidade. Cada episódio desta antologia conversa com diferentes aspectos da vida moderna, sempre com a tecnologia em sua essência. Quem acompanha a série sabe que há alguns episódios extremamente dramáticos e outros mais leves que podem até trazer mensagens positivas sobre amor, amizade ou autoconhecimento. Mas por que parar por aí? Criar histórias dinâmicas e variadas dentro de um só universo que tanto se relaciona com modernização e ciência, até então, era um limite já bastante impactante. Agora, não mais: para a Netflix e seu novo episódio/filme Bandersnatch, este limite acaba de ganhar uma extrema liberdade de condição.O serviço de streaming acaba de conquistar um espaço até hoje nunca alcançado em uma série televisiva: dar ao espectador a escolha de participar ativamente de uma narrativa e defi...
    Ler a crítica

    Trailers

    Black Mirror: Bandersnatch Trailer Legendado 1:30
    Black Mirror: Bandersnatch Trailer Legendado
    18 206 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Fionn Whitehead
    Personagem : Stefan Butler
    Craig Parkinson
    Personagem : Peter Butler
    Will Poulter
    Personagem : Colin Ritman
    Alice Lowe
    Personagem : Dr Haynes
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Thales A.
    Thales A.

    Segui-los 14 seguidores Ler a crítica deles

    4,5
    Enviada em 28 de dezembro de 2018
    Não contei ao certo mas são mais ou menos 5 finais diferentes. Muito inovador, é um jogo interativo que brinca com a realidade. spoiler: A história nada mais é sobre isso, um jogo interativo que é desenvolvido por um jovem de 1984 e o sucesso que o jogo vai ter depende de nós e nossas escolhas, e isso sempre vai virar um loop temporal para o personagem. spoiler:
    Leia Mais
    Vitor Araujo
    Vitor Araujo

    Segui-los 688 seguidores Ler as 427 críticas deles

    3,5
    Enviada em 29 de dezembro de 2018
    Escolhas. 4a parede. Inovador. Tecnológico. Anos 80. Games. Trauma. Descobertas. Divertido. Linear. Muito Legal. Netflix.
    Jackson A L
    Jackson A L

    Segui-los 1775 seguidores Ler as 567 críticas deles

    3,0
    Enviada em 2 de janeiro de 2019
    Com certeza o ponto alto do filme é a tecnologia utilizada. Somado isso a ambientação do filme para o ano de 1984 foi uma escolha acertadíssima. A trama, do início até a sua metade, é bastante promissora, mas com o passar das cenas e suas inúmeras repetições vai ficando cansativo, pois nos transmite a falsa impressão de livre arbítrio com nossas escolhas, que na verdade são pré-estabelecidas. Mesmo assim, a Netflix surpreende ...
    Leia Mais
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Segui-los 363 seguidores Ler as 262 críticas deles

    4,0
    Enviada em 4 de janeiro de 2019
    “Black Mirror: Bandersnatch” um filme muito difícil de avaliar, pois traz consigo uma inovação, como tantas outras que o cinema já teve, Som, Cor, HD, Imax e agora interatividade. Algo que nesse filme não é aplicado com extremo louvor, porem, é muito eficiente e já nos da um gostinho do que virá a seguir, além de justificar seus probleminhas com o enredo. O fato de poder fazer escolhas no decorrer do filme complica o método de ...
    Leia Mais
    27 Comentários do leitor

    Fotos

    Curiosidades das filmagens

    O Que é Bandersnatch?

    O termo foi orginalmente cunhado em 1872 por Lewis Carroll no livro Through the Looking-Glass, que descrevia Bandersnatch como uma criatura mística e sedenta por sangue. No entanto ele ganhou um novo significado na década de 1980, fazendo referência a um jogo chamado The Psyclapse & Bandersnatch Commodore 64, lançado em 1984. O jogo foi citado em um Easter Egg durante a terceira temporada da série Black Mirror.&n... Leia Mais

    Cenário da Década de 80

    As filmagens do filme aconteceram em abril deste ano, no Reino Unido. Fãs avistaram alguns cenários sendo montados, que lembravam ambientações da década de 1980 londrina.

    Últimas notícias

    Netflix Party: 5 filmes para ver com os amigos à distância
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 20 de março de 2020
    Vamos assistir juntos?
    Emmy 2019: Confira todos os premiados!
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 23 de setembro de 2019
    Game of Thrones e Fleabag foram os grandes vitoriosos da noite.
    22 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Senhor Ivan
      O formato é interessante,mas a execução do filme é mais do mesmo.Não empolga em nenhum momento,os personagens são medianos,mas a trama reserva alguns poucos momentos intrigantes.Vale pelo meio e fim.>Assistido em 25 de Fevereiro de 2019-Dou nota 7/10
    • Lia L.
      Gostei.
    • Nery Filho
      detestei. Horrível. Para mim não passa de uma tentativa manjada de se criar interatividade. Matou Black mirror.
    • andclay
      Vale pela novidade da mecânica das escolhas. Mas o roteiro é uma piada.
    • Jackson Lovato
      Com certeza o ponto alto do filme é a tecnologia utilizada. Somado isso a ambientação do filme para o ano de 1984 foi uma escolha acertadíssima. A trama, do início até a sua metade, é bastante promissora, mas com o passar das cenas e suas inúmeras repetições vai ficando cansativo, pois nos transmite a falsa impressão de livre arbítrio com nossas escolhas, que na verdade são pré-estabelecidas. Mesmo assim, a Netflix surpreende positivamente pela inovação e produção.
    • Daniel Selpucro
      Muito chato, 5 horas de filme quando chegou em 2 horas eu desliguei, acho que o tempo vale dinheiro e para um filme valer a pena tem que ter começo meio e fim. Chegou uma hora que a tal interatividade fica manjada e repetitiva. Agora essa galera com dissociação cognitiva e transtorno de hiper atividade e falta de atenção acha legal OK ok quem sou eu para criticar.
    • sofia a.
      A netflix realmente se superou, trazendo um formato de entretenimento novo. Mergulhei completamente na história, onde você além de participar das escolhas do personagem principal, acaba se tornando parte da história também. Fiquei intrigada o “filme” inteiro. Excelente.
    • Luiz Ant?nio N.
      Ambientado em 1984, o filme dirigido por David Sladeacompanha Stefan (Fionn Whitehead), um jovem programador que transforma um livro de romance interativo — cujo autor enlouqueceu após finalizá-lo — em um video game com a mesma proposta. Logo, o mundo real se mistura com o virtual e isso passa a criar uma certa confusão na vida do personagem.com certeza uma experiência totalmente louca do mesmo jeito que a história fica sem sentido é muito legal você poder controlar a vida do personagem bem que acho difícil alguém assistir de não ter curiosidade de ver os outros finais eu por exemplo assisti várias opções ⭐⭐⭐
    • J.Victor O.
      BANDERSNATCH é mais um jogo do que um filme. Chega em um ponto que você cansa e a história parece não chegar em lugar algum. Apesar do variados finais, depois de quase 90 minutos você aceita qualquer final e pronto. Vale pela experiencia de interatividade, mas é só.
    Mostrar comentários
    Back to Top