Meu AdoroCinema
  • Meus amigos
  • Meus cinemas
  • Notas Express
  • Minha coleção
  • Minha conta
  • Promoções
  • Desconectar
Patrulha Canina: Super Filhotes
Críticas AdoroCinema
2,0
Fraco
Patrulha Canina: Super Filhotes

Isto não é um filme

por Francisco Russo
A ida ao cinema é um evento tão atraente que, volta e meia, outros meios tentam trazer para si um pouco desta magia - não por acaso, jogos de futebol e óperas são exibidos por lá, com uma certa frequência. Até aí, nenhum problema: trata-se do exibido se apropriando do entorno para criar uma atração a mais ao espectador. O que acontece com Patrulha Canina: Super Filhotes é bem diferente.


A bem da verdade, não se trata de um filme mas uma coletânea de episódios pinçados das temporadas da série de TV Patrulha Canina. Para dar alguma coesão, a distribuidora nacional contratou as crianças Lorena Queiroz e Pedro Miranda para serem uma espécie de "mestre de cerimônias", sob um cenário temático e um punhado de pelúcias dos personagens, seja com o objetivo de fazer propaganda da própria série ou, até, propôr brincadeiras com quem está sentado na poltrona, em uma proposta canhestra de interação. Ou seja, Patrulha Canina: Super Filhotes não é propriamente um filme, mas um produto criado para entreter os pequenos dentro de uma sala de cinema, com o agravante de sequer trazer material inédito. Simples assim.

Dito isso, é claro que não se pode cobrar deste "filme" qualquer coesão cinematográfica. Por mais que as desventuras de Chase, Marshall, Skye, Ryder e Rubble sejam divertidas e bem-humoradas, explorando bastante um ritmo incessante em um visual ao mesmo tempo ingênuo e multicolorido, típico para atrair a criançada, não há um contexto maior a ser desenvolvidoo e sim historietas que sustentem episódios curtos. Até mesmo as pausas para intervalo comercial são facilmente perceptíveis, mais uma vez demonstrando o quanto tal narrativa foi idealizada tendo outra mídia em mente.


Diante de tal proposta, não é de se espantar a escolha da trama que dá título a este produto exibido nas salas escuras. Com aproximadamente 40 minutos de duração, o episódio envolvendo os super filhotes explora uma temática em alta, graças à popularidade dos filmes de super-heróis, perfeita para o viés publicitário pretendido. Além disto, o "filme" entrega mais duas historietas, de 15 minutos cada, entremeadas pelas aparições do casal mirim fazendo estripulias em um discurso ensaiado.

Aos menores, tal análise fílmica pouco importa e sim se divertir com os astros da série Patrulha Canina. É na qualidade dos personagens e suas desventuras que este "filme" minimamente se sustenta, por mais questionável que seja seu formato e sua divulgação como algo cinematográfico.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top