Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Para Todos os Garotos que Já Amei
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    Para Todos os Garotos que Já Amei

    O colegial e suas experiências

    por Bárbara Demerov
    Filmes "colegiais" fazem sucesso e isso é um fato. Mas o que difere cada história com foco na adolescência? Geralmente são as situações abordadas, e não a ambientação – que é sempre muito fechada dentro do cenário americano. Para Todos Os Garotos Que Já Amei, cuja trama é adaptada da literatura, consegue evidenciar algumas particularidades dentro da limitação que já habita este subgênero. Porém, ao mesmo tempo em que entrega um frescor visual e possui personagens carismáticos, o longa não sai da estrada dos clichês.

    Diferente de Quase 18, um coming of age consistente que evita os dramas de dentro dos corredores de escola para a vida em si, o filme de Susan Johnson se encaixa mais nos padrões de longas como Com Amor, Simon, também lançado este ano e que possui semelhanças no lado cômico da narrativa. Para Todos Os Garotos Que Já Amei entretém bastante (principalmente por sobrepor na protagonista leves referências do cinema dos anos 80) mas não passa aquela sensação de novidade, que com certeza seria bem-vinda.



    O grande trunfo do filme é a atuação de Lana Condor (X-Men: Apocalipse) como Lara Jean. Cheia de carisma, a jovem enfatiza seus receios de modo admissível, por mais que esteja na pele de uma adolescente de classe média-alta cujos problemas podem ser vistos como artificiais. Enquanto é importante se firmar durante o colegial e encontrar sua própria identidade, o roteiro trabalha o autoconhecimento de Lara Jean apenas girando em torno de seus relacionamentos afetivos, e não com base na procura de seu verdadeiro "eu".

    Não dá para negar que o filme tem, sim, seu brilho, apesar de se manter à sombra de produções semelhantes. Para Todos Os Garotos Que Já Amei tem a ex-amiga, o garoto popular da escola, o melhor amigo, a irmã companheira, o pai compreensivo: estereótipos que ganham força juntos e funcionam como um todo.



    Apesar de entregar um tratamento simplório quanto às contrariedades dos personagens envolvidos pelas cartas de Lara Jean, tudo é trabalhado com um estilo que dificilmente causará descontentamento ao espectador. Os problemas que as situações adversas causam são, de fato, um tanto sintéticos, mas o desenrolar da história é agradável o suficiente para deixar aquele gostinho de "quero mais" quando sentimos os créditos se aproximarem.

    Para Todos Os Garotos Que Já Amei não chega a ser um coming of age completo, cuja mensagem ultrapasse o lugar-comum e entregue algum ensinamento diferente, mas ele definitivamente tem seu saldo positivo enquanto comédia romântica feita para adolescentes.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Franklim A.
      Trama simples, mas com personagens simpáticos, deu pro gasto.Queria ter visto mais dos outros que receberam carta.
    • geoselane
      achei o filme excelente, filme para adolescente mas com uma atuação belíssima do casal protagonista. aguardando a sequencia...
    • Miiw
      na verdade, particularmente, achei um final ''filler'', preferia que tivesse um desenrrolar da história em que, ''nós'' conhececemos todos os garotos que ela enviou s carta, e gostaria mais se ela ficasse com o Josh, ficar com o popular não é minha preferência.
    • Magali Dos Santos
      Vi esse filme, a história típica de sessão da tarde, mas as atuações são apaixonantes. O elenco é muito carismático e elegante. Amei.
    Mostrar comentários
    Back to Top