Meu AdoroCinema
    Se a Rua Beale Falasse
    Se a Rua Beale Falasse
    Data de lançamento 7 de fevereiro de 2019 (1h 59min)
    Direção: Barry Jenkins
    Elenco: KiKi Layne, Stephan James, Regina King mais
    Gênero Drama
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    3,8 18 críticas
    Usuários
    3,6 72 notas e 16 críticas
    Adorocinema
    4,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 10 anos
    Baseado no célebre romance de James Baldwin, o filme acompanha Tish (Kiki Layne), uma grávida do Harlem, que luta para livrar seu marido de uma acusação criminal injusta e de subtextos racistas a tempo de tê-lo em casa para o nascimento de seu bebê.
    Título original

    If Beale Street Could Talk

    Distribuidor SONY PICTURES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Bilheteria no Brasil 4 390 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Alugar
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    4,0
    Muito bom
    Se a Rua Beale Falasse

    Uma história de amor

    por Lucas Salgado
    Dois anos após ver seu drama social Moonlight: Sob a Luz do Luar superar o romântico La La Land - Cantando Estações na temporada de premiações, o diretor Barry Jenkins chega agora com seu mais novo projeto: If Beale Street Could Talk.E o que mais chama a atenção no novo trabalho, é que ele parece ter mais em comum com La La Land do que com Moonlight. Inclusive, a cena de abertura de If Beale Street Could Talk parece quase uma alfinetada em La La Land e nos críticos que defendiam o colorido e fascinante musical de Damien Chazelle. A cena em questão traz o casal protagonista da história, com figurinos de cores fortes e sobrepostas, diante de uma trilha que se faz presente.Adaptação de livro homônimo de James Baldwin, o filme conta a história de Tish Rivers (KiKi Layne) e Fonny Hunt (Stephan James), dois amigos de infância que começam a namorar no início da vida adulta, mas que veem seu fut...
    Ler a crítica
    Se a Rua Beale Falasse Trailer Legendado 2:30
    Se a Rua Beale Falasse Trailer Legendado
    2 731 visualizações
    Se a Rua Beale Falasse Trailer (2) Original 2:15
    Pela web

    Elenco

    KiKi Layne
    Personagem : Tish Rivers
    Stephan James
    Personagem : Alonzo "Fonny" Hunt
    Regina King
    Personagem : Sharon Rivers
    Colman Domingo
    Personagem : Joseph Rivers
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    João Carlos Correia
    Crítica positiva mais útil

    por João Carlos Correia, em 04/05/2019

    5,0Obra-prima
    Clementine "Tish" Rivers (Kiki Lane, da série Chicago Med: Atendimento de Emergência) e Alonso "Fonny" Hunt (Stephan ...
    Leia mais
    AndréIsaque
    Crítica negativa mais útil

    por AndréIsaque, em 20/02/2019

    0,5Horrível
    extremamente lento ,o autor perdeu uma grande chance de contar uma tensa e dramática história,apenas com cenas ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    6% (1 crítica)
    56% (9 críticas)
    19% (3 críticas)
    13% (2 críticas)
    0% (0 crítica)
    6% (1 crítica)
    Você assistiu Se a Rua Beale Falasse ?
    16 Críticas de usuários

    Fotos

    20 Fotos

    Últimas notícias

    Independent Spirit Awards 2019: Se a Rua Beale Falasse é o grande vencedor!
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    domingo, 24 de fevereiro de 2019
    Veja a lista completa dos premiados no "Oscar do cinema independente."
    Oscar 2019: Saiba onde assistir a todos os indicados
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    domingo, 17 de fevereiro de 2019
    Prepara o bolão, a pipoca, e corre que dá tempo!
    37 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Thiago Soares Mota
      - 331º filme de 2.019 - Visto em 10/10...- No Oscar/2.017 tínhamos três filmaços disputando a estatueta de melhor filme: Até o Último Homem (2.016), Estrelas Além do Tempo (2.016) e Lion - Uma Jornada Para Casa (2.106), mas ao invés de premiar o melhor filme, o Oscar/2.017 virou uma espécie de prêmio Chupa Trump, única explicação possível pra vitória do apenas razoável (com muito boa vontade) Moonlight - Sob a Luz do Luar (2.016), um dos piores filmes a ter ganhado a categoria de melhor filme! Sorte que este filme do mesmo diretor, o Chupa Trump de 2.018, não teve a mesma sorte no Oscar/2.019! Ainda temos esperança do Oscar voltar a premiar os melhores filmes e não os mais politizados? E se o Trump for reeleito, quantos filmes ruins ou razoáveis entrarão pra história apenas para afrontá-lo, situação em que ele deve morrer de rir! Acorda, Academia! Este é um filme arrastado, chato, demorado e lento, que vai do comercial de margarina ao melodrama em questão de minutos, com cenas entrecortadas e longas e uma montagem que vai e volta, o que só prejudica o resultado final, no melhor estilo Terrence Malick! É impressionante o quanto pintar o personagem Fonny como vítima da sociedade e do sistema é forçado! Como assim? A sociedade também é vítima dele, uma vez que ele cometeu furtos, e o pai o sogro roubam para pagar o advogado dele! Mas, como o personagem é negro e vivemos na época do politicamente forçado, ele é só vítima! Ser algoz é culpa da sociedade e do sistema! Apenas a cena do encontro entre as famílias no começo do filme (principalmente pela reação do sogro as atitudes da sogra) e as atuações da belíssima Kiki Layne e da Regina King se salvam nesse desastre! Embora o Oscar de melhor atriz coadjuvante, na minha opinião, deveria ter sido entregue a Amy Adams, por Vice (2.018)! Se quer um bom filme sobre o tema racismo, prefira O Ódio Que Você Semeia (2.018, o 274º filme de 2.019, visto no dia 26/08)...- Nota: 1,5/10 (muito ruim)...
    • Luiz Ant?nio N.
      Tish está esperando um filho enquanto luta para livrar seu marido de uma acusação criminal injusta e de subtextos racistas, a tempo de tê-lo em casa para o nascimento de seu bebê.mais um ganhador do Oscar, eu achei meio Cansativo demais, a história não é daquela que prende a atenção, principalmente do Meio para o fim, eu até que comecei achando que seria uma história empolgante mas me deixou foi com um pouco de sono⭐⭐⭐
    • andclay
      ótima direção. ótimos atores. um filme encantador.
    • Senhor Ivan
      Barry Jenkins realiza outro espetáculo na carreira.Cada um no elenco tem um drama particular a ser apresentado e todas as histórias são emocionantes e nos faz refletir.Não deixa de ser um conto de amor moderno,com participações gloriosas de Kiki Layne e Stephan James.Trilha sonora amável e Fotografia mais que linda.>Assistido em 15 de Fevereiro de 2019-Dou nota 8/10
    Mostrar comentários
    Back to Top