Meu AdoroCinema
O Mistério do Relógio na Parede
Média
3,1
118 notas e 15 críticas
13% (2 críticas)
7% (1 crítica)
20% (3 críticas)
33% (5 críticas)
13% (2 críticas)
13% (2 críticas)
Você assistiu O Mistério do Relógio na Parede ?

15 críticas do leitor

Bruno F.
Bruno F.

Segui-los Ler a crítica deles

1,5
Enviada em 30/09/18
Não gostei. É típico de sessão da tarde. Comédia infantil demais, poderia ser mais interessante. Deixou a desejar!
Claudio C.
Claudio C.

Segui-los Ler as 22 críticas deles

2,0
Enviada em 29/09/18
consegui assistir sem dormir mas não me emocionei tanto. Se eu soubesse que não era tão bom, não teria assistido.
Vinicius V.
Vinicius V.

Segui-los Ler a crítica deles

0,5
Enviada em 25/09/18
Se você gosta de filme no estilo "sessão da tarde" vai achar muito bom,porém se não gosta vai se decepcionar. A atuação do garoto é nitidamente forçada,a história não podia ser mais infantil até nos momentos que seviam ser tristes ou "assustadores".
Karla G
Karla G

Segui-los Ler a crítica deles

0,5
Enviada em 24/09/18
Não gostei, passam uma ideia e o filme mostra outra... mostram demonios ....se soubesse que era assim não tinha levado meus filhos... o ator muito forçado em sua atuação... classificação ZERO!!!!!!
Brenda L
Brenda L

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 04/11/18
É um filme muito bom que fala de uma forma na minha opinião divertidissima, o impedimento do mundo voltar a epoca sem humanos. Eu amei o filme principalmente na parte ''Gatinho!!!!" eu amei esse filme e quem quiser ver eu recomendo. Por favor mais alguém veja
Luiz Antônio N.
Luiz Antônio N.

Segui-los 33 seguidores Ler as 782 críticas deles

2,0
Enviada em 04/12/18
Lewis, de apenas 10 anos, perde os pais e vai morar em Michigan com o tio Jonathan Barnavelt. O que o jovem não tem ideia é que seu tio e a vizinha da casa ao lado, Sra. Zimmerman, são, na verdade, feiticeiros. não achei essas coisas todas o filme me deu sono quase que em todo eu pensei que a história me chamaria mais atenção mas pelo contrário não me prendeu de jeito nenhum 🌟🌟
Odaílson P.
Odaílson P.

Segui-los Ler a crítica deles

1,0
Enviada em 30/09/18
Ator mirim super fraco na interpretação e SINCERAMENTE? Filme de sessão da tarde. Penso que kate blanchet só aceitou o papel pela grana. Filme muito ruim.
Luiz M
Luiz M

Segui-los Ler a crítica deles

3,5
Enviada em 02/10/18
O Mistério do Relógio na Parede – Critica O Mistério do Relógio na Parede, dirigido por Eli Roth, trata-se de um longa-metragem que une fantasia com comédia e pequenas doses de terror. O filme é uma adaptação do livro de mesmo título, publicado em 1973 pelo autor estadunidense John Bellairs. O filme se passa na década de 50 e possui um enredo interessante, que conta a história de Lewis Barnavelt (Owen Vaccaro) um garoto que fica órfão e vai morar em uma pequena cidade fictícia no Michigan com seu tio um tanto excêntrico, Jonathan Barnavelt (Jack Black) em uma casa também excêntrica, considerada mal-assombrada. O menino vive a cada dia com seu tio e sua vizinha Florence Zimmerman (Cate Blanchett).spoiler: Com o tempo, o garoto descobre que seu tio e a vizinha são feiticeiros, e começa a aprender a fazer magia, e acaba se envolvendo com um feitiço proibido, que traz mortos de volta a vida, o feitiço aciona um poderoso relógio, ligado à um poderoso feiticeiro que volta a vida. O filme te prende a trama, e te deixa interessado e fixado durante todo o filme. Apesar de ter uma história um pouco complexa, o filme sempre esclarece muito bem o que está acontecendo, não deixando o espectador confuso em nenhum momento, também é bom ressaltar que os diálogos são criveis. No geral, o roteiro do filme é bom e bem construído. Eli Roth, o diretor do filme, desempenhou muito bem seu papel, ele conseguiu mesclar a comédia e o terror muito bem em um filme infantil de fantasia, bom ressaltar também que ele não está acostumado a dirigir filmes de fantasia, em seu currículo tem muitos filmes de terror, como “O Albergue” e “clown” e diversos filmes de ação como o recém lançado “Desejo de Matar” e o aclamadíssimo “Bastardos Inglórios”, entretanto, “O Mistério do Relógio na Parede” é seu primeiro filme infantil, e ele acertou em cheio, sem dúvida nenhuma desempenhou bem sua função. Enquanto as atuações, no geral também foram boas, Jack Black, em alguns momentos, ao meu ver, demonstrou uma atuação um pouco forçada, mas no geral desempenhou bem seu papel, fazendo o público rir em alguns momentos, do mesmo jeito que conseguiu deixar o público tenso em outros. Já Cate Blanchett desempenhou muito bem seu papel, a atriz é renomadíssima, já ganhou prêmios como Oscar e Globo de Ouro, sempre desempenha bem seus papeis, porém, ela nunca havia atuado em nenhum filme infantil, e desempenhou muito bem o seu papel. O jovem Owen Vaccaro também desempenhou bem seu papel, eu não considero uma atuação de destaque, mas também está longe de ter sido uma má atuação. Já nos coadjuvantes, quem interpretou o vilão do filme foi o ator Kyle MacLachlan, que também não teve uma atuação de destaque, mas não teve uma má atuação. Eu gostei muito da interpretação do ator Sunny Suljic, de treze anos, que interpretou o personagem Tarby. Os personagens são bem feitos, não necessitaram de muitas mudanças no corpo, no geral as atuações foram boas. A maior parte do filme se passa em ambientes fechados, porém todos os cenários são muito bem feitos, não vi pontos fracos neles. Os figurinos dos protagonistas, são muito bem feitos, Lewis está sempre com camisas de manga longa e uma gravata borboleta, já seus tutores se vestiam de forma muito versátil, variando entre o normal e o excêntrico. Já os demais personagens vestiam roupas tradicionais dos anos 50, mas eu considero o figurino em alguns momentos muito chamativo. Os objetos usados no filme foram bem uteis, principalmente os livros, os objetos sempre tinham importância nas cenas, sempre se fazia magia com eles, e vale lembrar que eles também foram muito bem feitos. Já a música não é tão importante para o filme, ela está mais como um enfeite, a trilha sonora não chamou muita atenção. Concluindo, o filme é bom, conseguiu mesclar muito bem os gêneros de fantasia, comédia e terror (muito leve), o enredo é interessante e o filme prende o espectador a trama durante todo o filme, os pontos fracos é que em alguns (poucos) momentos, ao meu ver a atuação foi meio forçada, e em alguns momentos os elementos como figurinos e cenário roubam a cena. Eu avalio o filme um bom filme, muito divertido, mas com algumas falhas, dou nota 3,7 de 5. spoiler: spoiler: spoiler:
Nathan S
Nathan S

Segui-los 26 seguidores Ler as 32 críticas deles

3,0
Enviada em 18/03/19
O Mistério do Relógio Na Parede é nada mais nada menos que um conjunto de nostalgia fracionado em 90 minutos de filme. O enredo clássico da Sessão da Tarde onde um garotinho órfão se muda para a casa misteriosa do tio que nunca ninguem ouviu falar e descobre vários "segredos" e mistérios fantasiosos. Em resumo: some Desventuras Em Série com Harry Potter, acrescente o humor latente do tio Jack Black, o charme da maravilhosa Cate Blanchett e o estilo sinistro de nosso grande diretor Eli Roth (o que diabos ele faz dirigindo um filme desse gênero?) e você terá um bom resumo do que é esse filme. Em resumo: é divertido, tem um roteiro consistente e, de certo modo, surpreendente. Uma bela direção de arte, mixagem de som excelente e bons efeitos especiais. Um filme não muito memorável mas que pode ser uma boa pedida para um domingo a tarde.
Felipe F.
Felipe F.

Segui-los 4 seguidores Ler as 180 críticas deles

2,5
Enviada em 24/01/19
O roteiro é o mais mentecapto possível, visto as ofensas trocadas pelos personagens de Jack Black e de Cate Blanchett, o humor também é péssimo, e totalmente clichê e irritante. As atuações também não funcionam, Jack Black até que não está mal, mas o pior é o garoto Owen Vaccaro que simplesmente parece não saber atuar. A trama é um monte de blá blá desinteressante, mais do mesmo de planos infalíveis de filmes infantis. Mas o filme a pontos positivos, como os cenários, os artefatos das casas e até mesmo as referências citadas durante a trama. Por se tratar de um filme infantil, o final certamente irá botar certo medinho nas crianças e pode até divertir os adultos, mas até aí é meio tarde, e longa já está totalmente desinteressante. Um filme bem clichê, que só funciona de forma boa no ato final, onde abraça outro gênero, no mais, é um filme bem regular, mas que deve fazer as crianças gostarem.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top