Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Menina Índigo
    Nota média
    1,7
    6 publicações
    • O Globo
    • Preview
    • Veja
    • Cineweb
    • Papo de Cinema
    • Folha de São Paulo

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    6 críticas da imprensa

    O Globo

    por Susana Schild

    As tramas paralelas são tão frágeis como a principal; os personagens, primários; o desenvolvimento, previsível; a trilha sonora, onipresente. [...] Não foi desta vez que a categoria índigo conseguiu mostrar seu poder.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Preview

    por Suzana Uchôa Itiberê

    Para a parapsicologia, crianças índigo formam uma nova geração de seres mais evoluídos e sensíveis, cuja missão é alinhar o planeta e os humanos com o bem. [...] Bonitinho, mas açucarado demais.

    A crítica completa está disponível no site Preview

    Veja

    por Miguel Barbieri Jr.

    Para maior espanto dos pais, a garota parece ter o dom da cura. A direção se descuida de detalhes (como a pobrinha cenografia) enquanto o roteiro tem clichês e frases de efeito ruins.

    A crítica completa está disponível no site Veja

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Além da trama de Sofia, a menina índigo, o filme também traz uma sub-trama política, envolvendo propina e uma investigação que Ricardo está fazendo para a revista em que trabalha. O retrato do mundo jornalístico – tanto da dinâmica da profissão quanto da redação da publicação – não faz muito sentido.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Papo de Cinema

    por Marcelo Müller

    Fosse apenas inábil em costurar as abordagens, "A Menina Índigo" não seria tão frágil. Todavia, o engessamento do elenco, a pouca criatividade das esferas imagéticas e sonoras – debilidades diretivas – tratam de tornar o conjunto inócuo.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Folha de São Paulo

    por Inácio Araújo

    Um roteiro que não se aguenta em ponto nenhum, não cria personagens minimamente dignos de crédito; uma direção de atores constrangedora; o recurso constante à música para cobrir os muitos vazios do roteiro.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top