Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Tudo o que Tivemos
    Tudo o que Tivemos
    Data de lançamento 2 de maio de 2019 (1h 38min)
    Direção: Elizabeth Chomko
    Elenco: Hilary Swank, Michael Shannon, Robert Forster mais
    Gênero Drama
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Imprensa
    3,1 11 críticas
    Usuários
    3,3 22 notas e 6 críticas
    Adorocinema
    3,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 12 anos
    Junto com a filha adolescente Emma (Taissa Farmiga), Bridget (Hilary Swank) precisa viajar de volta para a casa da sua mãe, Ruth (Blythe Danner), após ela acordar de madrugada e sair caminhando por uma tempestade de neve devido ao Alzheimer. No retorno a sua casa, Bridget precisa lidar com o teimoso pai Burt (Robert Forster) e o irmão Nicky (Michael Shannon), enquanto discutem sobre colocar Ruth em uma casa de cuidados para a memória ou não.
    Título original

    What They Had

    Distribuidor Diamond Films
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 1 curiosidade
    Bilheteria no Brasil 12 063 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    3,0
    Legal
    Tudo o que Tivemos

    Amar é se comprometer

    por Bruno Carmelo
    Este drama independente americano poderia ser descrito como um tradicional “filme de personagens”. As imagens acompanham, sem respiro, cada passo de cerca de meia dúzia de membros de uma família, reunidos em virtude da doença degenerativa da mãe. A câmera tem olhos apenas para eles: os enquadramentos limitam-se os rostos e corpos dos protagonistas, às suas movimentações dentro da casa ou pelas ruas do bairro. A abordagem pode ser considerada humanista, intimista, ainda que não deixe de soar um tanto antiquada como forma de cinema. Afinal, o espaço e o tempo se tornam meros coadjuvantes para uma intensa troca de farpas que poderia ser transposta sem grande dificuldade aos palcos do teatro.   Felizmente, para a diretora Elizabeth Chomko, o elenco é excelente. Michael Shannon contrasta seu estilo mais brusco e árido à composição sempre clássica de Hilary Swank, enquanto Taissa Farmiga irr...
    Ler a crítica

    Trailers

    Tudo o que Tivemos Trailer Legendado 2:19
    Tudo o que Tivemos Trailer Legendado
    4 932 visualizações
    Tudo o que Tivemos Trailer Original 2:47
    Pela web

    Elenco

    Hilary Swank
    Personagem : Bridget Ertz
    Michael Shannon
    Personagem : Nicky
    Robert Forster
    Personagem : Burt
    Taissa Farmiga
    Personagem : Emma Ertz
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 104 seguidores Ler as 881 críticas deles

    3,5
    Enviada em 6 de maio de 2019
    Belo drama com algum bom humor para diminuir o impacto da crise familiar envolvendo a mãe com demência e o pai que quer ficar com ela em casa. Show a parte de Hillary e Michael. Vale a pena.
    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 42 seguidores Ler as 850 críticas deles

    3,0
    Enviada em 5 de fevereiro de 2019
    o filme gira em torno de Bridget (Swank), que precisa viajar de volta para a casa da sua mãe, Ruth (Blythe Danner), após ela acordar de madrugada e sair caminhando por uma tempestade de neve devido ao mal de Alzheimer. Ao chegar, Bridget precisa lidar com o resto da família enquanto discutem sobre colocar ou não a mãe em uma casa de cuidados.  é uma tristeza muito grande ter uma pessoa com Alzheimer na família você ter que conviver com ...
    Leia Mais
    Rodrigo Gomes
    Rodrigo Gomes

    Segui-los 30 seguidores Ler as 388 críticas deles

    2,0
    Enviada em 28 de março de 2019
    Sem graça. O que salva é o elenco, pois o roteiro é monótono e fraco. Tirando o humor negro usado em alguns momentos, todo o resto está condenado a uma direção ruim.
    Dora C.
    Dora C.

    Segui-los 5 seguidores

    4,0
    Enviada em 19 de maio de 2019
    O filme traz para discussão a dificuldade que envolve o cuidar dos nossos idosos, a decisão de terceirizar ou não esse cuidar. E outros temas entrelaçados com o núcleo familiar. Tem uma cena que eu não acredito que seja possível. A mãe com demência e sem reconhecer o filho, flerta com ele. Eu acho que temos nossos filtros, mesmo num processo de perda de memória. Para mim esse foi o ponto fraco do roteiro.
    6 Comentários do leitor

    Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Inspiração real

    A roteirista e diretora Elizabeth Chomko se inspirou na própria avó, diagnosticada com Alzheimer, para criar a história do filme.

    Últimas notícias

    Bilheterias Brasil: Vingadores - Ultimato já é o filme mais visto de 2019
    NOTÍCIAS - Negócios
    terça-feira, 7 de maio de 2019
    Tudo o que Tivemos é a maior estreia da semana
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    quinta-feira, 2 de maio de 2019
    A Sombra do Pai também é destaque.
    Estreias de maio nos cinemas Vingadores: Ultimato, A Menina e o Leão
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    domingo, 28 de abril de 2019
    Entre terror e live-action da Disney, o mês tem filmes para todos os gostos.
    8 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Taty Nunes
      Que filme triste porém Maravilhoso!❤
    • Diana Frozen
      Se você quiser ver Hellboy neste site sub completo (1080p disponível) !!jogue aqui: FILMSERIESBUSTER.BLOGSPOT.COM
    • Elena Vrains
      Se você quiser olhar Little disponível neste site! complete com linguagem completa !!jogue aqui: FILMBUSTER123.BLOGSPOT.COM
    • Luiz Ant?nio N.
      o filme gira em torno de Bridget (Swank), que precisa viajar de volta para a casa da sua mãe, Ruth (Blythe Danner), após ela acordar de madrugada e sair caminhando por uma tempestade de neve devido ao mal de Alzheimer. Ao chegar, Bridget precisa lidar com o resto da família enquanto discutem sobre colocar ou não a mãe em uma casa de cuidados. é uma tristeza muito grande ter uma pessoa com Alzheimer na família você ter que conviver com um parente próximo sabendo que essa pessoa de repente não vai mais lembrar de você e esse filme retrata bem esse drama familiar além de outros também muito complicados achei um ótimo filme que vale a pena ser compartilhado ⭐⭐⭐
    Mostrar comentários
    Back to Top