Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Danton - O Processo da Revolução
    Danton - O Processo da Revolução
    Data de lançamento desconhecida / 2h 15min / Histórico, Drama
    Direção: Andrzej Wajda
    Elenco: Gérard Depardieu, Wojciech Pszoniak, Anne Alvaro
    Nacionalidades Polônia, França, Alemanha Ocidental
    Usuários
    3,4 17 notas e 1 crítica
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Na primavera de 1794, Danton (Gérard Depardieu) retorna a Paris e constata que o Comitê de Segurança, sob a incitação de Robespierre (Wojciech Pszoniak), inicia várias execuções em massa. O povo, que já passava fome, agora vive um medo constante, pois qualquer coisa que desagrade o poder é considerado um ato contra-revolucionário. Nem mesmo Danton, um dos líderes da Revolução Francesa, deixa de ser acusado. Os mesmos revolucionários que promulgaram a Declaração de Direitos do Homem implantaram agora um regime onde o terror impera. Confiando no apoio popular, Danton entra em choque com Robespierre, seu antigo aliado, que detém o poder. O resultado deste confronto é que Danton acaba sendo levado a julgamento, onde a liberdade, a igualdade e a fraternidade foram facilmente esquecidas.
    Título original

    Danton

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 1982
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Orçamento -
    Idiomas Francês, Polonês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Pela web

    Elenco

    Gérard Depardieu
    Personagem : Danton
    Wojciech Pszoniak
    Personagem : Robespierre
    Anne Alvaro
    Personagem : Eleonore Duplay
    Patrice Chéreau
    Personagem : Desmoulins
    Ficha completa

    Crítica de usuários

    Skyllor H
    Skyllor H

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    0,5
    Enviada em 30 de abril de 2019
    É um filme muito escura e não ter uma legenda fiel ao dialogo do filme . Não acho que seja um filme pra todo mundo é um filme bem devagar , e poucas pessoas podem enter .
    1 Crítica de usuários

    Foto

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Roberto Morrone
      Espero conseguir rever. Vi o filme há longo tempo, nos anos 1980, e revi nos anos 1990. Na época não achei o filme muito agradável, mas preciso rever, para poder ter uma opinião atualizada. Andrzej Wajda é um grande diretor, e cinema polonês tem me agradado muitíssimo. Recomendo Canções Proibidas, que a antiga TV Brasil exibiu, num ciclo sobre filmes da Segunda Guerra, e só vi filmes bons.
    • Senhor Ivan
      Outro super filme de Andrzej Wadja.Conta com detalhes tudo que envolveu a Revolução Francesa e suas vítimas.Temos uma das melhores apresentações de Gérard Depardieu na carreira.Outro super destaque da atração é Anne Alvaro vivendo a rabugenta Eleonore .Uma atuação digna de Oscar.As categorias técnicas são excelentes.Direção de Arte caprichosa.Fotografia lindíssima e uma edição de som magnífica.Um filme que com certeza deve ter inspirado Os Miseráveis e Perfume:A História de um Assassino.>Assistido em 06 de Maio de 2019-Dou nota 8/10
    • Andries Viljoen
      A história registra os importantes acontecimentos que cicatrizam a humanidade, são, sem exceção, fatos cíclicos que deixam suas marcas nas civilizações de todos os tempos. A repetição dos acontecimentos registrados pela história não são casuais, em essência, eles são sempre os mesmos, o que muda é apenas o cenário da sua época. A luta pelo poder, as emoções, os interesses, as traições, as negociações, as representações, etc.etc. são os fundamentos acessórios recorrentes das políticas então vigentes, exemplo que o filme mostra com precisão: o julgamento político utiliza-se de mecanismos que nada têm a ver com as decisões técnicas da Justiça. A Revolução Francesa tornou-se uma contradição e voltou-se contra ela própria, consequência, Napoleão, produto de Augustin Robespierre, irmão do líder maior da Revolução, coroou-se Imperador abandonando bandeira nacional bleu, blanc, rouge derrubando a ideologia da Revolução que a criou: Liberdade, Igualdade e Fraternidade.Excelente!Mais um período da história humana que tem muito para ensinar à contemporaneidade. Sobretudo no que tange insurreições, poder e política. Sem deixar de mencionar a belíssima abordagem ao ateliê de Jacques Louis David, demonstrando que a Arte - como reflexo de uma sociedade - sempre está atrelada às aspirações políticas e revolucionárias...Penso no que dizia o Sr. Guillotin. Não se sente nada, quando a lâmina cai. Só uma agradável sensação de frescor.Que filme ótimo! A história da revolução francesa de uma forma que ainda não tínhamos visto. E aquele final? Faço de minhas palavras as palavras do rapaz revolucionário, talvez no leito do esquecível Robespierre: Les hommes naissent et demeurent libres et égaux en droits. Les distinctions sociales ne peuvent être fondées que sur l'utilité commune.Sem comentários. A cena final do filme é excepcional.Nota: Guillotin queria apagar todos os rastros da tortura e sofrimento deixado pelo poder absoluto da monarquia, por isso concebeu esta nova técnica que proporciona uma morte ligeira e indolor ao sentenciado à morte.A associação com a Guilhotina embaraçou tanto a familia do Dr. Guillotin que eles peticionaram ao governo francês a mudança do nome do instrumento; quando o governo recusou, eles então mudaram o nome da família.
    • herbert A.
      quero ver o filme Danton o processo revolucionário francês e não tem o filme, no acervo de voces .só tem a sinopse,
    Mostrar comentários
    Back to Top