Meu AdoroCinema
    Uma Noite de 12 Anos
    Média
    4,3
    133 notas e 13 críticas
    62% (8 críticas)
    31% (4 críticas)
    8% (1 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    Você assistiu Uma Noite de 12 Anos ?

    13 críticas do leitor

    Laila Q.
    Laila Q.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    5,0
    Enviada em 7 de novembro de 2018
    Filme maravilhoso, roteiro impecável e direção minuciosa nos detalhes!!! Fiquei emocionada com a trilha sonora e com a angústia de 12 anos de isolamento.
    Renata O
    Renata O

    Segui-los Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 2 de janeiro de 2019
    Baita filme, baita trilha sonora. De arrepiar. Não pude conter a reflexão durante o filme todo. É mto forte pra não se colocar no lugar de quem viveu uma ditadura.
    Joel M.
    Joel M.

    Segui-los 3 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 12 de outubro de 2018
    Na minha perspectiva esse foi o melhor filme do ano e acho difícil ser superado. A história dos três presos políticos foi muito bem delineada, sem exageros e poeticamente filmada. Os atores são excelentes, a fotografia primorosa e a trilha sonora de encaixe perfeito. Uma verdadeira obra prima para não nos deixar esquecer das agruras dos tempos de autoritarismo na América do Sul e feridas que marcou e ainda marca toda uma geração.
    Cauê P.
    Cauê P.

    Segui-los 55 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 19 de outubro de 2018
    Imprescindível nestes dias atuais. Filme histórico e emocionante. Digno de aplausos de pé. Um pequeno fragmento do que aconteceu e lhe novamente acontecer na América Latina.
    Paulo J.
    Paulo J.

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    5,0
    Enviada em 3 de novembro de 2018
    Uma Noite de 12 Anos Imperdível! Quando valores democráticos se esgarçam, apodrecem, a fibra dos combatentes se põe à prova. No pequeno Uruguai, que naufraga em sanguinária ditadura militar, as grades e torturas maltratam seres rebeldes que resistem, bravamente, ao flagelo dos tempos e sobrevivem para servir à Pátria, recuperada a democracia. Dentre eles, Mujica, aquele que virá a ser Presidente da República. A lição é exemplar; a rebeldia, a coragem, a pertinácia são facetas do heroísmo imprescindíveis à reconquista e à manutenção da liberdade de um povo.
    Carlos M.
    Carlos M.

    Segui-los

    4,0
    Enviada em 5 de janeiro de 2019
    O filme mostra o quanto perversa pode ser uma ditadura. É triste saber que hoje em dia países como a Venezuela, Cuba e a Coréia do Norte vivam num regime de exceção como esse.
    Roberto G
    Roberto G

    Segui-los Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 13 de novembro de 2018
    Filme excepcional para quem precisa de coragem para enfrentar os dias atuais. Trilha sonora fantástica!!
    Antônio A.
    Antônio A.

    Segui-los 2 seguidores Ler a crítica deles

    4,5
    Enviada em 4 de dezembro de 2018
    “Pobres são os que querem muito.” #PepeMujica Em um mundo imbecilizado pela falácia de que é mais fácil o fim do mundo do que do capitalismo, onde o discurso do #LivreMercado é facilmente desmascarado pela invariável apropriação feita pelos #MONOPÓLIOS privados das estruturas de #Estado...
    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 39 seguidores Ler as 816 críticas deles

    3,0
    Enviada em 9 de dezembro de 2018
    1973, Uruguai. José Mujica (Antonio de la Torre), Mauricio Rosencof (Chino Darín) e Eleuterio Fernández Huidobro (Alfonso Tort) são militantes dos Tupamaros, grupo que luta contra a ditadura militar local. Eles são presos em ações distintas e encarcerados junto a outros nove companheiros, de forma que não possam sequer falar um com o outro. Ao longo dos anos, o trio busca meios de sobreviver não só à tortura, mas também ao encarceramento que fez com que ficassem completamente alheios à sociedade, sem a menor ideia se um dia seriam soltos. acho que todos deveriam ver filmes baseados em fatos reais sem se preocupar exatamente com fatores políticos ou outra coisa que pudesse influenciar o pensamento mas sim em conhecer alguma história nova para mim é disso que se trata e fico muito feliz em poder conhecer alguma história que não tinha nem noção de que tinha acontecido esse foi mais um filme que eu achei muito interessante independente do fator político mas sim pela história em si⭐⭐⭐
    Otavio W.
    Otavio W.

    Segui-los 12 seguidores Ler as 185 críticas deles

    4,0
    Enviada em 26 de outubro de 2018
    Hoje dia de assistir um filme sobre a época da ditadura, algo que geralmente é bem intenso e forte, e aqui não foge à regra, não importando que não seja sanguinário ou exagerado, aqui é para mostrar muito bem o sofrimento causado tanto para a mente quanto para o corpo de 'reféns' da ditadura. O começo do filme já mostra para o que o filme veio. Os prisioneiros são presos sem maiores justificativas, o importante pareceu mostrar a agressividade da ditadura e que eles estavam ali não para matar, e sim para fazer sofrer, como se quisessem mostrar todo o seu poder castigando os prisioneiros. O filme é bem acelerado, e mostra várias mudanças de locais, sofrimento e tudo mais, algo bem impactante, para mostrar como tudo era bem cruel e que sofrer fisicamente não era o bastante. Com o decorrer do filme, várias prisões e castigos são mostrados, o filme pula espaços de tempos consideráveis, como anos, e isso pode passar uma impressão um pouco estranha, de que o sofrimento é um tanto momentâneo. Cada um dos prisioneiros tem suas pessoas queridas, e isso mexe completamente com o psicológico dos 3 com o decorrer do filme, apesar de não parecer ter uma ligação antes da prisão, os 3 parecem um tanto íntimos como prisioneiros. Há invenções para se comunicarem, várias situações bizarras e engraçadas, para até mostrar como a ditadura era louca e desorganizada em alguns momentos. Mesmo diante de tanta dor e sofrimento, também há um pouco de sentimento, há militares que precisam de ajuda e mostrar aparências que não existem, mesmo que sejam passagens rápidas no filme, tudo, de certa forma, é mostrado. A parte final é um tanto acelerada, os anos passam mais rápido, e a própria história dá uma relaxada para os militares, deixando as situações se encaminharem para algo mais leve. O final é mais conhecido, e mostra o destino de cada um, mostrando que aluta política sempre foi o alvo de todos e que todos, de alguma forma conseguiram alcançar seus objetivos, de lutar por algo melhor, sem precisar apelar para armas ou mortes. No geral, um filme, que retrata a ditadura de forma a mostrar o sofrimento de prisioneiros de várias formas, com diversos cenários e atos, descrevendo a dor que 3 pessoas sentiram muito em vários anos de prisão, mesmo que o espaço de tempo possa ser exagerado, pode ser interessante para conhecer um pouco mais do que a ditadura foi capaz de fazer com as pessoas. #CinetecaXinguê #filme #movie #cinema #ItauCinemas #FreiCaneca #shopping #ShoppingFreiCaneca #PrimePass #LaNochede12Años #UmaNoitede12Anos #Noite #12Anos #ditadura #prisioneiros #prisão #sofrimento #dor #drama #morte #exército #reféns #sentimento #Uruguai
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top