Meu AdoroCinema
    Uma Noite de 12 Anos
    Uma Noite de 12 Anos
    Data de lançamento 27 de setembro de 2018 (2h 02min)
    Direção: Alvaro Brechner
    Elenco: Antonio de la Torre, Chino Darín, Alfonso Tort mais
    Gêneros Biografia, Aventura, Drama
    Nacionalidades Uruguai, Espanha, França, Argentina
    Ver o trailer
    Imprensa
    4,1 6 críticas
    Usuários
    4,3 133 notas e 13 críticas
    Adorocinema
    5,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos

    1973, Uruguai. José Mujica (Antonio de la Torre), Mauricio Rosencof (Chino Darín) e Eleuterio Fernández Huidobro (Alfonso Tort) são militantes dos Tupamaros, grupo que luta contra a ditadura militar local. Eles são presos em ações distintas e encarcerados junto a outros nove companheiros, de forma que não possam sequer falar um com o outro. Ao longo dos anos, o trio busca meios de sobreviver não só à tortura, mas também ao encarceramento que fez com que ficassem completamente alheios à sociedade, sem a menor ideia se um dia seriam soltos.

    Título original

    La noche de 12 años

    Distribuidor VITRINE FILMES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 2 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 64 948 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Espanhol
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    5,0
    Obra-prima
    Uma Noite de 12 Anos

    Avante!

    por Francisco Russo
    "Qual é a minha sentença?""Você irá senti-la na pele!"Assim como em vários outros países latino-americanos, o Uruguai teve uma ditadura militar que trouxe marcas indeléveis, na democracia e na sociedade. Sob o aspecto da perseguição e dos traumas impostos, Uma Noite de 12 Anos poderia perfeitamente se passar na Argentina ou no Brasil, por exemplo, já que o modus operandi é sempre parecido nos governos que abusam da força para impôr alguma ordem. Entretanto, este não é propriamente um filme sobre os abusos cometidos, por mais que eles estejam escancarados a cada minuto. Este é um filme sobre não se entregar, por mais que não haja a menor perspectiva de mudança. A sobrevivência, por si só, já é uma vitória.Com tal filosofia em mente, o diretor Alvaro Brechner entrega um filme necessariamente duro, com sequências pesadas e dolorosas onde a tortura física e psicológica são apresentadas, mas...
    Ler a crítica

    Trailer

    Uma Noite de 12 Anos Trailer Legendado 2:24
    Uma Noite de 12 Anos Trailer Legendado
    9 657 visualizações

    Entrevista, making-of e cena

    Os Melhores Filmes de 2018 segundo o AdoroCinema 4:48
    Os Melhores Filmes de 2018 segundo o AdoroCinema
    74 047 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Antonio de la Torre
    Personagem : José Mujica
    Chino Darín
    Personagem : Mauricio Rosencof
    Alfonso Tort
    Personagem : Eleuterio Fernández Huidobro
    Soledad Villamil
    Personagem : Psiquiatra
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    Laila Q.
    Crítica positiva mais útil

    por Laila Q., em 07/11/2018

    5,0Obra-prima
    Filme maravilhoso, roteiro impecável e direção minuciosa nos detalhes!!! Fiquei emocionada com a trilha sonora e com ...
    Leia mais
    Luiz Antônio N.
    Crítica negativa mais útil

    por Luiz Antônio N., em 09/12/2018

    3,0Legal
    1973, Uruguai. José Mujica (Antonio de la Torre), Mauricio Rosencof (Chino Darín) e Eleuterio Fernández Huidobro ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    62% (8 críticas)
    31% (4 críticas)
    8% (1 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    Você assistiu Uma Noite de 12 Anos ?
    13 Críticas de usuários

    Fotos

    12 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Festival de Veneza

    Selecionado na mostra Orizzonti do 75º Festival de Veneza.

    Juntos Venceremos!

    Os três envolvidos nos acontecimentos relatados no filme realizaram uma promessa conjunta de que, caso sobrevivessem, um dia contariam a história do que aconteceu.

    Últimas notícias

    Benzinho vence o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2019
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quinta-feira, 15 de agosto de 2019
    Dicas do Dia: Titãs e A Bruxa são os destaques de hoje
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
    Uma Noite de 12 Anos também está na programação.
    Retrospectiva 2018: Os 20 melhores filmes do ano segundo a redação do AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sábado, 22 de dezembro de 2018
    Concorda com a nossa lista?
    8 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Marco Antonio Gaspar
      As pessoas tem que parar de colocar presos politicos comunistas, terroristas e guerrilheiros como heróis, vivemos uma sindrome de estocolmo eterna. Os militares erraram e erraram feio, se excederam na violência e na tortura, mas no salvaram por certo tempo, pois velhos conseguiram tomar o poder e vejam o lixo que se tornou o país.
    • andclay
      Gostei, mas não sei porque ficou devendo algo...
    • blasterfire
      Ditadura indecente a corrente ideológica é sempre algo ruim, e o tratamento dado aos presos desumano, porém algo que acontecia muito naquele período mesmo em países não governados por ditaduras. Contudo o filme tem um claro viés ideológico, tratando mujica e seus comparsas como heróis, pessoas inocentes que nada de mal fizeram, sempre é bom lembrar que na guerrilha, coparticipou de assaltos, sequestros e do episódio conhecido como Tomada de Pando, ocorrido em 8 de outubro de 1969, quando os tupamaros tomaram a delegacia de polícia, o quartel do corpo de bombeiros, a central telefônica e vários bancos da cidade de Pando.
    • Senhor Ivan
      Os 105 minutos de filme nos causa uma aflição fora do normal.É um drama feito de atuações e momentos dolorosos.>Assistido em 08 de Janeiro de 2019-Dou nota 8/10
    • Luiz Ant?nio N.
      1973, Uruguai. José Mujica (Antonio de la Torre), Mauricio Rosencof (Chino Darín) e Eleuterio Fernández Huidobro (Alfonso Tort) são militantes dos Tupamaros, grupo que luta contra a ditadura militar local. Eles são presos em ações distintas e encarcerados junto a outros nove companheiros, de forma que não possam sequer falar um com o outro. Ao longo dos anos, o trio busca meios de sobreviver não só à tortura, mas também ao encarceramento que fez com que ficassem completamente alheios à sociedade, sem a menor ideia se um dia seriam soltos.acho que todos deveriam ver filmes baseados em fatos reais sem se preocupar exatamente com fatores políticos ou outra coisa que pudesse influenciar o pensamento mas sim em conhecer alguma história nova para mim é disso que se trata e fico muito feliz em poder conhecer alguma história que não tinha nem noção de que tinha acontecido esse foi mais um filme que eu achei muito interessante independente do fator político mas sim pela história em si⭐⭐⭐
    • Gabriel Tarrão
      Evolua
    • Valziinha
      Concordo com você Alexandre ......nada a ver ...
    • Valziinha
      Roteiro ok mas produção e música bem fraco ... poderia ser melhor .,,
    • Luciano M.
      Tese é antítese, situação e oposição. Manual de sobrevivência.
    • Alexandre Penteado Alves
      Filme de comunista!!! Passo longe....
    Mostrar comentários
    Back to Top