Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Barraca do Beijo
    Críticas AdoroCinema
    2,0
    Fraco
    A Barraca do Beijo

    New rules

    por Taiani Mendes

    O início do século XXI viu florescer uma nova onda da comédia romântica adolescente gerada nos Estados Unidos para gerar “awwwns” ao redor do mundo. Amanda Bynes pode ser considerada a rainha do movimento, tendo estrelado marcos como Tudo Que uma Garota QuerS.O.S. do Amor e Ela é o Cara, mas outros expoentes foram Lindsay Lohan (Sorte no Amor) e Hilary Duff (A Nova Cinderela).


    Em 2010 Bynes já estava aposentada; LiLo, enfrentando problemas com a justiça, álcool e drogas, tentava uma guinada na carreira em Machete; e Duff fracassava na transição para o romance cômico adulto com Beleza no Mundo dos NegóciosJoey King (7 Desejos), então uma criança de 11 anos, despontava em Ramona e Beezus, ao lado de Selena Gomez. Agora maior de idade, King busca em A Barraca do Beijo reacender a chama das produções modestas construídas em cima do carisma da personagem principal, da beleza do moço e do calor dos beijos entre os dois.

    Se há algo digno de elogio no longa que chegou este mês ao catálogo da Netflix, é a jovem atriz, nascida no ano em que estreava 10 Coisas que Eu Odeio em Você. Como uma legítima herdeira dos estilos de Goldie Hawn e Cameron Diaz, com pitadas de Sandra Bullock, ela constrói uma protagonista espirituosa que apronta e usa a sexualidade como arma sem crise de arrependimento desmedida na cena seguinte. Reparando na lastimável masculinidade que cerca Elle, seria realmente difícil ela não se destacar. A jovem é uma ilha em meio a personagens babacas abusivos e interpretações limitadas de rapazes escolhidos pela profundidade dos suspiros que são capazes de provocar - Joshua Daniel Eady, que vive Tuppen, é o cúmulo da ruindade.


    A Barraca do Beijo adapta história escrita por uma estudante de 15 anos (sem qualquer noção do que significa namorar escondido) e segue a fórmula conhecida do amor impossível colegial. A maior diferença é que, para além das situações divertidas durante a árdua conquista do atleta gatinho e garanhão, surge um cabisbaixo drama sobre amizade, que dá o tom da arrastada segunda metade do filme – a sensação é de queda livre quando o romance cede lugar à crise, relacionada ainda à inveja fraterna.

    Vince Marcello, diretor e roteirista, conduz melhor o começo dinâmico, bem Disney Channel, mas mostra-se longe de poder ser considerado bom realizador e sequer contou com uma equipe capaz de compensar seus fracos. A decupagem é bizarra, com cortes sem qualquer ritmo e fora do tempo; ninguém se deu ao trabalho de tentar disfarçar a perturbadora diferença de altura entre Elle e Noah, um dos truques mais antigos da sétima arte; e a direção de atores é vergonhosa. Há uma narração (inclusive de pensamentos) da protagonista que serve apenas para provar que o cineasta faltou à aula que explicava que nem tudo precisa ser posto em palavras – ainda mais quando a interpretação é expressiva – e não existe descrição que dê conta da cena de corrida na chuva mais ridícula já inserida em um filme não paródico.


    O flerte da trilha sonora com os anos 1980 e Molly Ringwald (na adolescência estrela das obras de John Hughes) como mãe dos meninos são o mais perto que a comédia romântica dramática consegue chegar da “era de ouro” do cinema teen. A Barraca do Beijo é telefilme irregular demais até na comparação com os títulos nada espetaculares citados no começo da crítica, porém a regra desse subgênero nunca foi impressionar.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • biah
      concordo
    • Renato ALbani
      Era melhor ter visto o filme do Pelé. By Chaves.
    • Agatha Caldas
      Que filme mais bosta kkkkkkkkkkkkkkkprevisível, forçado, chato, sem nexo, sem graça, ZzZzZzZzZzZzZZ
    • Agatha Caldas
      verdade!
    • Dennys L.
      O filme parece ter agradado muito os usuários, pretendo assistir esse filme.
    • Sónia Melo
      Desculpem mas tenho que falar nisto ...ninguém se deu ao trabalho de tentar disfarçar a perturbadora diferença de altura entre Elle e Noah... a sério? Isto é preconceito. O filme não é perfeito, mas também não é assim tão mau. Está longe de ser um dos melhores filmes do género, mas gostei. Respeito quem não gostou, só que achei a citação acima ridícula. Os atores não tiverem nenhum problema com isso já que até começaram a namorar na vida real.
    • Jade Soares
      Eu achei o filme bem chatinho, sinceramente acho que algumas pessoas que viram o filme e disseram que amaram, estão apenas seguindo uma modinha. Porque todo mundo agora diz que amou o filme, que é o melhor filme do mundo sendo que aquilo foi a coisa mais CLICHÊ que eu já vi. Era tudo muito previsível, muito fanfic 2012.... não gostei
    • LúPaiva
      Desculpa aí, Adorocinema, mas não entendi tanta amargura. Seria uma revanche da sua época de adolescente...??? Nem todo mundo poder ser criativo assim, fazer o quê?Sinceramente, o filme foi EXCELENTE!Posso não ser uma cineastra, mas assisto filmes desde 1978... e posso dizer que AMEI.
    • Romário Santos Fonseca Batagim
      Gostei muito do filme, divertido e sem maldade de filmes adolescentes.
    • Grazi CaLe
      Eu simplesmente ameii! Amei e amei, e muito fofo e viciante! Ja perdi as contas de quantas vezes vimos, ha ha ha e minhas filhas!
    • Grazi CaLe
      Concordo com tudo o que você disse! Ameiii e minha filha de 3 aninhos também ha ha ha assistimos todos os dias!
    • Nadine G.
      Eu achei o filme ótimo!!!! As vezes precisamos de filmes assim, com histórias bobinhas, adolescentes e seus amores impossíveis...só pra sair da realidade um pouquinho!! Não entendo nada de roteiro, direção, etc. Mais pra mim ficou tudo ótimo! A história é lindaaaa e me interessa muito mais do que alguns filmes premiados que fui assistir e não me tocou de forma nenhuma! Já assisti várias vezes e recomendo pra todo mundo.
    • Carla Castro
      Eu adooooooreeeei o filme!!! Um dos filmes mais legais que assistir nos últimos tempo!! Bem divertido, atores e história bem legais!! Adorei a diferença de tamanho entre eles, nada de tentar disfarçar, isso foi puro preconceito. Claro que tem defeitos, muito difícil encontra algo perfeito. Mas não estava procurando isso. Estava procurando um filme que me trouxesse emoções, ele trouxe. Recomendo!!!
    • Érika Silva
      Concordo com critica em alguns erros de direção! Mas nada a ver falar sobre a diferença da altura entre os personagens! Inclusive achei super bacana pois mostra que não existe nada que impeça de duas pessoas ficarem juntas se elas se amam. O amor não tem um padrão! Foi ridículo citar isso aqui! E sobre a narração da Joey King no filme eu achei super divertida, pois na maioria das vezes me senti no lugar dela falando as mesmas coisas hahaha Enfim, devo ter assistido umas 20 vezes! Acho que vale a pena assistir, é super divertido e viciante!
    • Adriana Jungbluth
      Assisti o filme ontem e gostei bastante. A crítica pode dizer que é bobinho, mas é muito bom! Daqueles filmes gostosos de assistir num sábado a tarde. Eu li a crítica publicada acima e fiquei bastante incomodada. Primeiro que eu acho fantástico que uma menina de 15 anos tenha escrito a história. Quantos muito mais velhos escrevem anos e anos e não tem nada filmado... desculpe Taiani Mendes, mas o que essa menina fez foi fantástico. E outra coisa, ninguém se deu ao trabalho de tentar disfarçar a perturbadora diferença de altura entre Elle e Noah ????? E por que deveria???? Sério mesmo que isso é um problema? Parece mais um preconceito seu do que um problema. Por que disfarçar a diferença de altura entre os atores??? Se ela fosse negra você ia comentar que tinha que disfarçar a cor da pele dela? Puro preconceito. Você deveria rever seus valores. O filme tem problemas? Claro, a redundância da voz em off, como vc mesma aponta, é duro de engolir. Mas tem sim, muitos pontos positivos. Na boa, duvido que o cineastra faltou às aulas... AdoroCinema deveria ter mais cuidado em postar críticas preconceituosas.
    • Dayana Caroline
      Eu amei ver Barraca do beijo, vi duas vezes em menos de um dia de tanto que gostei! rsrs
    Mostrar comentários
    Back to Top