Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Vice
    Nota média
    3,5
    21 publicações
    • Carmattos
    • Collider
    • Cineweb
    • Almanaque Virtual
    • CineClick
    • Cinepop
    • Folha de São Paulo
    • O Globo
    • Papo de Cinema
    • The Playlist
    • Cinema com Rapadura
    • Chicago Sun-Times
    • New York Times
    • Screen International
    • Screen Rant
    • The Guardian
    • The Hollywood Reporter
    • Variety
    • Cinemascope
    • Cineplayers
    • Observatório do Cinema

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    21 críticas da imprensa

    Carmattos

    por Carlos Alberto Mattos

    A narrativa avança por choques, inserções metafóricas ou dedutivas, materiais de arquivo reais ou simulados, congelamentos, etc, em montagem mais uma vez diabólica de Hank Corwin. A síntese de cada informação dramática e visual é extraordinária.

    A crítica completa está disponível no site Carmattos

    Collider

    por Matt Goldberg

    Uma fábula divertida e anárquica sobre o poder norte-americano usado em segredo, causando grandes danos e terminando impune. Este pode não ser um retrato "justo" de Dick Cheney, mas desde quando Dick Cheney se importa com justiça?

    A crítica completa está disponível no site Collider

    Cineweb

    por Neusa Barbosa

    Uma das intenções do diretor é reproduzir a avalanche do noticiário na vida real que, não raro, nos aturde ao ponto da incompreensão, quando não leva tantos a simplesmente desistirem de entender todo esse rolo compressor.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Almanaque Virtual

    por Raíssa Rossi

    “Vice” foi feito para Bale brilhar na esperta quietude de seu matreiro personagem. A capacidade de McKay em criar um longa com um tema complicado e transformá-lo também em entretenimento, reconhecendo a sua importância, é algo a ser celebrado.

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    CineClick

    por Thamires Viana

    [O diretor] quer que o publico capte suas piadas afiadas, suas indiretas implicitas e entenda que a situação atual do país está se repetindo, já que nos argumentos de McKay, Cheney se aproxima da personalidade extrema de Trump.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Cinepop

    por Pablo Bazarello

    Independente de sua ideologia política, "Vice" consegue transcender devido a sua qualidade artística. Esta não é apenas mais uma biografia política, é uma obra autoral de um cineasta que conseguiu entender que hoje é necessário mais.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    Folha de São Paulo

    por Sérgio Alpendre

    Christian Bale tem atuação irretocável como Cheney [...] “Vice” ainda tem um roteiro bem estruturado pelo próprio Adam McKay, que costura as idas e vindas da trama com habilidade.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    O Globo

    por André Miranda

    “Vice” mostra que pode ser curta a distância entre o fracasso e o poder. A criatividade de McKay é perfeita para jogar luz sobre uma década de polêmicas como a tortura e o ataque à privacidade em nome do combate ao terrorismo.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Papo de Cinema

    por Marcelo Müller

    Por meio da interpretação minuciosa de Christian Bale, Cheney é apresentado como personagem vicioso e complexo, especialmente passada a fase de bebedeiras e desajustes.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    The Playlist

    por Rodrigo Perez

    McKay pode estar revoltado, mas ele nunca perde o senso de humor ácido. [...] O talento demonstrado nos últimos anos permanece intacto: como ele consegue contar uma história densa e complexa, que os americanos normalmente achariam chata, de modo tão absurdamente divertido?

    A crítica completa está disponível no site The Playlist

    Cinema com Rapadura

    por Ygor Pires

    (...) É possível constatar como o filme reconhece sua importância no contexto atual dos EUA: um tema político do passado não se esgota em si mesmo, ele é potencializado quando se relaciona com o presente.

    A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    Bale faz o que for necessário para se tornar o personagem. Em "Vice", ele se parece com Cheney, ele fala como Cheney, ele anda como Cheney e ele é Cheney. [...] O filme "Vice" acompanha os desenvolvimentos políticos de maneira louca e agitada.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    New York Times

    por A.O. Scott

    O ritmo é alegre e o negócio seco da política atinge a velocidade da farsa. À pergunta “Como ele fez isso?” McKay oferece uma resposta bastante coerente, baseada no desempenho sagaz e sensível de Bale. Como biografia,o filme funciona muito bem. Como história, porém, é tendenciosa.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    Screen International

    por Tim Grierson

    Há raiva, mas não insight em "Vice", um retrato de Dick Cheney que prega para o público, mas torna-se menos persuasivo à medida que avança. Christian Bale interpreta convincentemente o ex-vice presidente dos Estados Unidos, mas oAdam McKay desperdiçou o esforço em uma sátira sem foco e autoconfiante.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    Screen Rant

    por Sandy Schaefer

    Embora ele tenha todos os ingredientes de uma sátira biográfica mordaz, "Vice" acaba soando mais como um rascunho não finalizado do que um filme dotado de uma visão clara.

    A crítica completa está disponível no site Screen Rant

    The Guardian

    por Wendy Ide

    Bale apimenta sua entrega com pausas inesperadas no meio da sentença que estão penduradas ali, vazias e sinistras como um laço de forca. [...]  É um giro inicial e sarcástico da história que está em desacordo com um final que amarra vagamente o mandato de Cheney a praticamente tudo que está errado no mundo.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    The Hollywood Reporter

    por Todd McCarthy

    Bale se transforma brilhantemente em Dick Cheney em um filme que relata, com humor impiedoso, a odisséia de um jovem completamente pouco promissor que, impulsiona a grandeza. [...] Esta é uma comédia séria, que lida com a história e por que as coisas correram desse jeito, com uma convicção faminta.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Variety

    por Owen Gleiberman

    Em “Vice” , Adam McKay é ousadamente divertido, mas não tão rico ou profundo quanto você quer que seja uma cinebiografia do vice-presidente. O diretor se apega principalmente aos fatos, embora inclua um punhado de sequências fantasiosas satíricas

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Cinemascope

    por Eduardo Ferrarini

    O que se conclui é que "Vice" é um filme que tenta construir camadas, mas poucas se sustentam plenamente.

    A crítica completa está disponível no site Cinemascope

    Cineplayers

    por Bernardo D.I. Brum

    Metade mais do mesmo do próprio diretor, metade mais do mesmo genérico, "Vice" patina do início ao fim.

    A crítica completa está disponível no site Cineplayers

    Observatório do Cinema

    por Aléxis Perri

    Uma obra que tenta, forçadamente, fazer um ponto de vista, sabotando a si própria com muitos elementos que apenas reafirmam uma artificialidade que só danifica qualquer possibilidade de drama.

    A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top