Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O Mau Exemplo de Cameron Post
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    O Mau Exemplo de Cameron Post

    Introdução à dissimulação

    por Taiani Mendes

    O ano é 1993 e a jovem Cameron Post (Chloe Grace Moretz) tem uma banda de rock quase completamente feminina para ouvir (The Breeders) e um romance sapatão bem caloroso (Corações Desertos) para ajudar no clima com Coley (Quinn Shephard), sua colega de estudos bíblicos. As garotas só querem se divertir, mas diversão é inimiga da fé e Cameron acaba internada num acampamento de conversão após ser flagrada com a parceira. O Mau Exemplo de Cameron Post, adaptação de Desiree Akhavan do livro homônimo, é centrado na experiência de Cam em God's Promise, centro coordenado por um reverendo "ex-gay" (John Gallagher Jr.) e a terapeuta responsável por sua "cura".


    Os métodos de "tratamento" da atração pelo mesmo sexo - eles rejeitam o termo homossexualidade - são ridículos, mas Desiree não faz representação zombeteira de todo o absurdo (muito bem realizada em Nunca Fui Santa). Cammie não tem certezas sobre sua orientação sexual ou seu cristianismo, o que permite que seja afetada pela experiência de forma intensa, vulnerável a todas as influências, afinal precisa de definições para se encaixar.


    O roteiro de Akhavan e Cecilia Frugiuele, no entanto, não embarca numa afirmação sobre pressão, dedicando-se ao invés disso à denúncia da atrocidade que é o incentivo à autocondenação e ódio a si mesmo pregado irresponsavelmente a jovens que muitas vezes sequer sabem quem são. Mas é contraditório que a garota seja tão curiosa a respeito dos outros e não sobre si, restrita a reações e impulsos. A trama de fato de Cameron parece estar presa no passado e inacessível ao público no futuro, depois do final, e o nojo e o amor que sente, colocados para fora em duas das melhores cenas do filme, não geram combustão, se anulam levando à passividade.


    Apesar do script negar o tradicional coming of age a sua protagonista, em termos de direção a cineasta confirma o talento demonstrado em Appropriate Behavior, e outro aspecto de destaque é a montagem do drama, especialmente no ponto conjugando os sonhos, traumas e memórias da personagem bem compreendida por Moretz - desafiada a expressar as dúvidas da adolescente em closes. A trilha sonora é sensacional e o afinado elenco tem boas atuações de Sasha Lane, Forrest GoodluckOwen CampbellEmily Skeggs e Jennifer Ehle.


    Doloroso ao sufocar o processo de assimilação com o esforço de destruição, O Mau Exemplo de Cameron Post pode não ser o filme que os cinéfilos não-heterossexuais queriam ver, mas é um que o mundo também precisa. Antes do orgulho há frequentemente uma fase que ninguém gosta de lembrar; e muito mais problemático do que a garota pouco se desenvolver ao longo do filme é a situação a que foi submetida ainda ser tão comum 25 anos mais tarde.


    Filme visto na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, em outubro de 2018.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Alécio Faria
      Talvez o filme seja voltado ao público jovem e/ou lgbt . Todavia achei bem mais ou menos. O filme só vale mesmo pois o ano eh 1993, quando pouco ou quase nada era falado sobre o lesbianismo. 3/5
    Mostrar comentários
    Back to Top