Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    John Wick 3 - Parabellum
    Nota média
    3,7
    12 publicações
    • Chicago Sun-Times
    • CineClick
    • Cineplayers
    • Cinepop
    • O Globo
    • Omelete
    • Papo de Cinema
    • Variety
    • Observatório do Cinema
    • Cineweb
    • Screen International
    • The Hollywood Reporter

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    12 críticas da imprensa

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    A terceira parte da franquia ultraviolenta, operática, encharcada de sangue e maravilhosamente torta “John Wick” é o capítulo mais estranho, mais ambicioso e talvez o mais divertido até hoje.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    CineClick

    por Daniel Reininger

    O filme tem muitas nuances e consegue fazer isso sem precisar parar por longos períodos de tempo.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Cineplayers

    por Francisco Carbone

    Ainda que o roteiro construa sua base há 5 anos e agora estenda essa estrutura de maneira explícita, o trabalho de Stahelski continua sendo o diferencial para que "John Wick 3" não seja apontado como "apenas um thriller de ação genérico", do início ao fim.

    A crítica completa está disponível no site Cineplayers

    Cinepop

    por Bruno Fai

    John Wick entrega um filme de ação que expande sua mitologia e, como um bom livro, deixa portas abertas, e um imenso desejo de querer mais.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    O Globo

    por Mario Abbade

    “John Wick 3” pode ser acusado de ser só mais um filme de ação estiloso com coreografias eletrizantes. E, sim, é isso mesmo, mas dizer que não há arte no estilo sugere falta de respeito com o repertório dos primórdios da história do cinema.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Omelete

    por Marcelo Forlani

    Mesmo que a história seja "apenas um detalhe” no meio de tantos corpos caindo no chão, "John Wick 3: Parabellum" convoca Angelica Houston e Hale Berry para nos levarem a degraus mais altos e profundos da Mesa Alta.

    A crítica completa está disponível no site Omelete

    Papo de Cinema

    por Marcelo Muller

    Com boas reviravoltas e uma mobilidade resultante da convergência entre os empenhos físico e emocional, "John Wick 3: Parabellum" é marcado por mortes brutais e manifestações diversas de amor pelo cinema.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Variety

    por Andrew Barker

    Como os seus antecessores, "John Wick 3 - Parabellum" apresenta muitas pessoas sendo baleadas na cabeça. [...] O filme é certamente o mais tecnicamente realizado de ação da série até agora, com cenas que só poderiam ter sido feitas por uma equipe trabalhando no mais alto nível.

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Observatório do Cinema

    por Caio Lopes

    "John Wick 3" entrega ação espetacular e deve satisfazer os fãs, mesmo que conte com trama mais difusa e insatisfatória que as anteriores.

    A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    O terceiro longa da série parece um videogame bem produzido com uma coreografia admirável em sua exatidão, capaz de extrair beleza com a ajuda da fotografia de Dan Laustsen, e o desenho de produção de Kevin Kavanaugh, especialmente com o uso de vidro e neon.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Screen International

    por Tim Grierson

    "John Wick 3 - Parabellum" tem seqüências de ação eufóricas, quase comicamente prolongadas que ultrapassam o absurdo geral do filme. [...] Esta série é menos satisfatória quando os personagens estão falando e mais eletrizante quando estão deixando seus punhos e pés falarem.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    The Hollywood Reporter

    por John DeFore

    Muito mais bonita que o final do último filme, essa sequência também faz melhor uso das personalidades e, nos seus melhores momentos, é tão emocionante quanto as cenas de luta mais enxutas que deram início ao filme.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top