Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Desobediência
    Média
    3,7
    124 notas e 27 críticas
    distribuição de 27 críticas por nota
    8 críticas
    6 críticas
    8 críticas
    1 crítica
    2 críticas
    2 críticas
    Você assistiu Desobediência ?

    27 críticas do leitor

    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 23676 seguidores Ler as 1 231 críticas deles

    3,5
    Enviada em 25 de junho de 2018
    Filme com tema interessante, apresentando a tradição judaica rompida por jovem filha do rabino que tem relação homossexual com amiga de infância e muda de país. Ela é avisada sobre a morte do pai e retorna para o funeral, sendo que a referida amiga casou-se com o amigo em comum que será o futuro rabino. O problema é que o filme fica centrado no desejo de ambas em pleno funeral do pai que fica em segundo plano e a solução é bem precária. destaque para o rapaz que se prepara para ser rabino, no meio deste tumulto.
    Bruno Campos
    Bruno Campos

    Segui-los 291 seguidores Ler as 257 críticas deles

    4,0
    Enviada em 28 de junho de 2018
    Muito bom. Após a morte de um rabino respeitado por todos, sua filha volta de Nova York para os cerimoniais de despedida. Reencontra uma amiga com quem teve uma história apaixonada, agora casada com um primo. Este retorno provoca grandes intensidades e dúvidas na vida de todos. O filme mostra com muita qualidade o efeito mórbido da deserotização, da desistência das intensidades. Porém, como diria Freud, esta "solução de compromisso" nunca funciona plenamente, e o "retorno do recalcado" é inevitável.
    c4rlc4st
    c4rlc4st

    Segui-los 409 seguidores Ler as 279 críticas deles

    3,5
    Enviada em 6 de setembro de 2018
    Interessante o modo em que o roteiro segura as informações e vai, calmamente, revelando elas para o espectador, quase que desafiando o nosso instinto de dedução e lógica. A fotografia é muito bem utilizada para expressar a energia dos personagens e da comunidade, seja em momentos de tristeza ou alegria. As atuações também são se destacam. Mesmo elogiando o roteiro, é culpa dele o motivo de o filme não ter sido melhor. O texto, apesar de contar com alguns bons momentos de explosão e desabafo, carece de momentos intensos, que expressem os sentimentos guardados, principalmente em seu ato final.
    Elizabeth A.
    Elizabeth A.

    Segui-los Ler as 6 críticas deles

    5,0
    Enviada em 11 de julho de 2018
    Obra-prima Impossível não se apaixonar por Desobediência destaque para a direção e elenco com destaque para atuação da sempre fantástica Rachel Weisz como Ronit e a melhor performance de Rachel McAdams como Esti numa bela historia de amor retratada com sensibilidade e beleza. A trilha sonora é um capítulo a parte com destaque para Love Song do The Cure perfeita para definir a bela história de amor das protagonistas. O melhor filme que assisti esse ano disparado e um dos mais belos em toda minha vida. Infelizmente com média de público baixa talvez por sua temática, além de ser uma produção de Arte e acima de tudo independente. Espero que ganhe muitos prêmios pelo conjunto da obra. A melhor atuação de Rachel Weisz em toda sua brilhante carreira através de olhares,gestos e expressão corporal passa todos os sentimentos de Ronit.
    Beto C.
    Beto C.

    Segui-los 24 seguidores Ler as 3 críticas deles

    3,5
    Enviada em 1 de julho de 2018
    História sensível ganha pelas atuações das duas atrizes que é incrível, arrisco até opinar sobre uma possível indicação aos principais prêmios para Atriz e Atriz Coadjuvante. É um filme de ritmo mais lento com jeito de cinema europeu, sem muitas cores.
    Guilherme M.
    Guilherme M.

    Segui-los 29 seguidores Ler as 154 críticas deles

    1,0
    Enviada em 2 de fevereiro de 2020
    Fraquíssimo, a narrativa é péssima, o filme não empolga em nenhum momento, tempo perdido. Nota: 3/10
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 29549 seguidores Ler as 1 729 críticas deles

    3,5
    Enviada em 24 de setembro de 2019
    Um filme com atuações excelentes de Rachel Weisz e Rachel McAdams onde estão em cenas lésbicas de cair o queixo, muito bem desenvolvidas e as duas estão extramente comprometidas com os papeis, mas o maior destaque vai Alessandro Nivola numa atuação fantástica que eleva o nível do filme, mas apesar das grandes atuações temos um roteiro que destaca as performances, mas esquece de atributos importantes como o bom desenvolvimento do filme, fazendo com fique cansativo e chato em certos momentos. Desobediência é um bom filme, mas tinha potencial para ter ido mais alem.
    Isis Lourenço
    Isis Lourenço

    Segui-los 2893 seguidores Ler as 752 críticas deles

    3,0
    Enviada em 5 de julho de 2020
    Filme longo,mas não achei cansativo,porque sempre tem uma aura de mistério nele e tensão a todo momento. Cheio de segredos e vontades reeprendidas e insatisfações,mas o final,não gostei;já tava torcendo pra acontecer algo trágico e nada,afinal desobediência têm que ser corrigida! Serve para conhecermos um pouco a questão da sexualidade no meio judeu. Não sabia que a McAdams tinha tanta verruga assim,o que uma maquiagem não faz?! Só fui saber no final que o livro foi inspirado no livro de Naomi Alderman
    Otavio W.
    Otavio W.

    Segui-los 197 seguidores Ler as 228 críticas deles

    1,0
    Enviada em 29 de julho de 2018
    Hoje dia de assistir um filme que mistura um assunto bem contemporâneo num ambiente bem conservador, o que poderia resultar num filme um tanto polêmico, mas acaba sendo bastante suavizado e até mesmo quase sem emoções. O início do filme serve para introduzir a protagonista no cenário onde decorre o filme, o que inicialmente não se mostra atraente, simplesmente parece que é só uma pessoa afastada de uma cultura conservadora. Durante mais de meia hora o filme tenta ambientalizar essa protagonista no cenário, mostrando um pouco das suas dificuldades, sendo do seu afastamento, sendo da própria comunidade conservadora. Aqui o filme mostra seu primeiro grande problema. Tudo é muito arrastado, parece que os personagens não vão para lugar nenhum, apenas criando um ambiente tenso sem maiores justificativas. Num segundo ato, o filme realmente mostra para o que veio, um romance lésbico dentro de uma comunidade judaica conservadora, uma mistura que poderia gerar uma série de consequências, mas o filme prefere continuar no mistério de ser algo escondido e até mesmo separando situações, por mais que o romance aconteça, a comunidade parece se importar de uma forma muito afastada, não há uma real e ativa sensação de conflitos e nem de ser algo proibido, há apenas uma reprovação bem superficial. Na parte final, o cenário amoroso tenta de alguma forma resolver seus problemas, mas tudo parece bem superficial, e até pouco emotivo, os personagens mostram mais atitudes e poucos sentimentos, o que dá uma sensação estranha da vida seguir como se nada tivesse acontecido, mesmo com uma boa lição de moral no final, nada é imersivo ou realmente interessante, mostrando uma história simples e um tanto mal aproveitada. No geral, um filme que tem assuntos interessantes e até polêmicos se colocados juntos, mas aqui se mostrou fraco e superficial, sem maiores emoções e até mesmo sem maiores atitudes, deixando uma sensação um pouco ruim de um filme arrastado com algumas lições de vida. #CinetecaXinguê #filme #movie #cinema #ItaúCinema #RuaAugusta #PrimePass #Desobediência #Disobedience #drama #romance #lésbica #religião #judaísmo #conservador #casal #família #pecado #separação #erotismo
    Mirelly C
    Mirelly C

    Segui-los Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 10 de janeiro de 2019
    Excelente. Rachel McAdams foi brilhante em cada cena, em cada olhar, expressões.. Cada cena era notório a dedicação da atriz em passar para o telespec o desejo (retraído) que a personagem sente por Ronit; e falando em Ronit, a Rachel Weisz como sempre extraordinária! Que mulher sensual, sem um pingo de vulgaridade. A trama é muito boa, o texto é lindo... Um flash para aqueles que se interessam em saber como deve ser a vida cotidiana de mulheres judias, principalmente as com características parecidas com as das personagens (lésbicas). Todos os elogios e créditos ao Diretor Sebastián Lelio!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top