Meu AdoroCinema
Your Name
Críticas AdoroCinema
3,0
Legal
Your Name

Anime pop

por
O bom anime japonês tem por tradição lidar com o fantástico, seja ao trabalhar questões existenciais envolvendo um sombrio futuro para a humanidade (Akira, O Fantasma do Futuro) ou até de forma mais lúdica, envolvendo um certo tom místico (A Viagem de Chihiro, Meu Amigo Totoro). Your Name, megasucesso que já faturou US$ 328 milhões nas bilheterias sem estrear nos Estados Unidos, não foge à regra. O que chama a atenção é que, neste caso, a história foi claramente desenvolvida para atingir os interesses do público mais jovem, o que justifica tal desempenho comercial.

Your Name - FotoPartindo da batida ideia da troca de corpos, a animação dirigida pelo pouco conhecido Makoto Shinkai vai além do habitual contraste resultante de tamanha mudança - sem que o roteiro abra mão deste artifício, é bom frisar. Em um belo dia, sem qualquer justificativa, dois adolescentes que não se conhecem têm suas vidas trocadas: ela morava no interior do Japão, ele na megalópole Tóquio. O grande pulo do gato é que a troca não é permanente; eles alternam dias como si mesmos e no corpo do outro.

Esta pequena mudança é decisiva para a narrativa, visto que os personagens precisam encontrar um meio de conviver com o desconhecido para que a vida de ambos tenha um mínimo de coerência. Com isso, o roteiro escrito pelo próprio diretor - que também assina o livro no qual foi baseado - utiliza com habilidade questões bastante pertinentes para o jovem em formação, especialmente no modo como lida com as pessoas ao seu redor. É na utilização do telefone celular como elemento narrativo e neste convívio social, e no quanto é afetado por tal mudança, que Your Name se torna mais atraente. Mesmo já apresentando alguns vícios milimetricamente calculados para atingir seu público alvo, como a insistente (e desnecessária) inserção de músicas pop.

Your Name - FotoEntretanto, após um plot twist conceitualmente até interessante, tudo muda. Your Name abandona o interesse de cunho social em meio aos jovens para investir pesado no romantismo barato e exacerbado, a la Crepúsculo. A coerência dentro deste universo se esvai, com o roteiro apresentando diversas pontas soltas mal explicadas - ou sequer explicadas.

Com uma segunda metade bem aquém, Your Name acaba caindo na vala comum das produções que prezam reviravoltas em detrimento da consistência narrativa. A animação, por sua vez, segue o padrão de qualidade dos animes recentes, com a bem-vinda adição de elementos computadorizados ao retratar paisagens - o resultado, visualmente, impressiona. Pena que o roteiro não apresenta o mesmo padrão, mostrando-se não só falho como repleto de cacoetes estilísticos e de linguagem inseridos para atrair um público específico, e somente ele.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top