Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Melhor Escolha
    Nota média
    3,4
    26 publicações
    • Chicago Sun-Times
    • Preview
    • Cinemascope
    • Collider
    • Estado de São Paulo
    • Folha de São Paulo
    • O Globo
    • The Playlist
    • Washington Post
    • Cinemação
    • Cinepop
    • Cineweb
    • Observatório do Cinema
    • Papo de Cinema
    • Rolling Stone
    • Boston Globe
    • Cineplayers
    • Critikat.com
    • New York Times
    • Screen International
    • Télérama
    • Veja
    • Rubens Ewald
    • The Guardian
    • The Hollywood Reporter
    • Variety

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    26 críticas da imprensa

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    "A Melhor Escolha" é um filme muito engraçado, com inúmeras cenas espertas que causam gargalhadas, mas não é uma comédia. Não quando o assunto é um viúvo de coração quebrado determinado a enterrar seu filho. [...]  Esse foi um dos melhores filmes de 2017.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    Preview

    por Fátima Gigliotti

    No road movie ágil, estilizado e melancólico, acontecimentos e diálogos são dramaticamente verossímeis e funcionam como metáforas certeiras do país de Donald Trump – sua história de guerras, internas e externas, e seu povo acuado entre drogas, religião e conformismo.

    A crítica completa está disponível no site Preview

    Cinemascope

    por Eduardo Ferrarini

    Trazendo algumas barrigas no roteiro e desgastando a dinâmica de discórdia entre Sal e Richard em alguns momentos, no geral A Melhor Escolha é um reflexo da sensibilidade e agudeza de um cineasta talentoso que traz frescor em um tema tão saturado no cinema e que consegue ser tocante e crítico...

    A crítica completa está disponível no site Cinemascope

    Collider

    por Chris Cabin

    Mesmo com os bons diálogos sobre o dever militar e as concessões morais durante a guerra, "A Melhor Escolha" aborda, como a maioria dos filmes de Linklater, a identidade e as narrativas frequentemente utilizadas para reforçá-la ou escondê-la.

    A crítica completa está disponível no site Collider

    Estado de São Paulo

    por Luiz Zanin Oricchio

    Numa história que tem lá suas inconsistências, sobressai o trio de atores. E, entre eles, Bryan Cranston, num papel difícil e pleno de nuances. Só por ele, o filme já valeria. Mas "A Melhor Escolha" tem muito mais a oferecer ao espectador.

    A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

    Folha de São Paulo

    por Cássio Starling Carlos

    No plano individual, por sua vez, Linklater atualiza sua habilidade de levar os personagens a rever suas histórias, tornando cada personagem essencial em sua espessura.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    O Globo

    por Marcelo Janot

    Linklater é tão bom na construção de diálogos que os personagens de “A melhor escolha” podem ter longas conversas sobre qualquer assunto sem jamais deixarem a sensação de que o roteiro está “enchendo linguiça”.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    The Playlist

    por Rodrigo Perez

    Apesar do humor desigual, o filme tem fortes qualidades introspectivas. Alternando entre o verborrágico e o engraçado, [...] "A Melhor Escolha" encontra seus melhores momentos quando reflete sobre a morte e os últimos anos da vida.

    A crítica completa está disponível no site The Playlist

    Washington Post

    por Ann Hornaday

    "A Melhor Escolha" tem uma estrutura de acontecimentos mal conectados que perigosamente parece esquemática, [...] o diretor e o roteirista suavizam o atordoamento incoerente do filme, incluindo uma história melodramática, mas ocasionalmente engraçada, com seu estilo distintivamente discreto.

    A crítica completa está disponível no site Washington Post

    Cinemação

    por Bruno Sorc

    Além de trabalhar muito bem o drama proposto e com pitadas cínicas de humor que chega a arder, eles falam sobre os seus falsos governantes, o poder catastrófico e salvador da mentira e sobre o envelhecimento de que ninguém escapara.

    A crítica completa está disponível no site Cinemação

    Cinepop

    por Pablo Bazarello

    Linklater mescla bem gêneros em suas produções, e em "A Melhor Escolha" aposta num tom mais leve em sua crítica. É inegável e impossível deixar passar a mensagem proposta pelo cineasta, a do antimilitarismo.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Linklater arma diversas armadilhas com essa história, das quais ele se desvia com segurança e honestidade. Muito, é claro, deve-se à interpretação sincera do trio de protagonistas. Carell fala pouco e, quando fala, é capaz de fazer chorar...

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Observatório do Cinema

    por Rodrigo Oliveira

    O filme se atém a um passado desconhecido que se faz presente pelos relatos dos personagens. A reverberação dos diálogos torna a obra uma perfeita amostra de exposição necessária.

    A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

    Papo de Cinema

    por Marcelo Müller

    A acidez do discurso de "A Melhor Escolha" surge ocasionalmente, alinhavando uma visão desiludida sobre os joguetes políticos intrínsecos aos governos das nações. O desempenho do elenco é excepcional, principalmente o de Cranston.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Rolling Stone

    por Richard Linklater

    Uma primeira leitura sugere um road movie, mas mais que isso: o longa se potencializa em questões introspectivas e pessoais. Leve e com sabor amargo, mostra que a morte é um caminho possível para se reconstruir a vida.

    A crítica completa está disponível no site Rolling Stone

    Boston Globe

    por Ty Burr

    Um esforço emocionante, mas consideravelmente desajeitado, que consegue ter a profundidade de tristeza e resiliência necessária se você lembra do outro filme com o qual se parece.

    A crítica completa está disponível no site Boston Globe

    Cineplayers

    por Guilherme Bakunin

    Nesse misto de road movie com buddy movie, Linklater trabalha como de costume, buscando fazer do seu filme a interação entre os três personagens durante a jornada. Diferentemente de seus melhores trabalhos, porém, os personagens aqui parecem planos e sem carisma.

    A crítica completa está disponível no site Cineplayers

    Critikat.com

    por Adrien Miterrand

    Com a transparência e a ternura habituais de seu trabalho, Linklater jamais convida o espectador a julgar os personagens por suas fraquezes. Ele se contenta em filmar os soldados, porque eles permanecem soldados a vida inteira, mesmo quando envelhecem.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com

    New York Times

    por A. O. Scott

    "A Melhor Escolha" parece menos como uma tragédia e mais uma comédia de meia boca em um enquadramento trágico. [...] O tempo não passa tão facilmente o tempo todo. [...] isso é às vezes fascinante, e às vezes frustrante. As performances nem sempre se conectam.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    Screen International

    por Graham Fuller

    "A Melhor Escolha" é um filme que se revela em suas ambiguidades, [...] a segunda parte do filme fica dando voltas, mas há momentos de altas risadas intercaladas que suavizam a tristeza. Há bastante sentimentalidade, também, [...] mas seus objetivos comerciais são limitados pela faladeira e escuridez.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    Télérama

    por Louis Guichard

    Este filme de maturidade, marcado por um clacissismo vintage, adota um tom de manifesto por um cinema adulto, complexo tanto em sua crítica política quanto em sua psicologia.

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Veja

    por Miguel Barbieri Jr.

    Doc tem um pedido especial aos antigos amigos, o que vai resultar num reencontro ora amargo, ora divertido, tendo um trio de protagonoistas em sintonia ímpar. São três personagens, com personalidades, presente e futuro distintos, refletindo os sintomas (e o mal-estar) do país em que vivem.

    A crítica completa está disponível no site Veja

    Rubens Ewald

    por Rubens Ewald Filho

    Os filmes mais recentes sobre a Guerra no Iraque tinham mais ação e outra perspectiva. Aqui é basicamente sobre três amigos [...] que discutem, relembram, quase que brigam, mais um show dos atores, do que propriamente do texto ou dramaturgia.

    A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

    The Guardian

    por Peter Bradshaw

    Mas que textura sem graça e doce que essa viagem bastante conservativa e pouco exigente de velhos tem.[...] O desenvolvimento narrativo é tão sentimental e previsível. [...] Um trabalho moderado, tímido e cego.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    The Hollywood Reporter

    por David Rooney

    Porém, apesar de momentos pungentes, particularmente nas performances de Steve Carell e Laurence Fishburne, a narração de introspecção sombria, triste remanescência, comédia desrespeitosa e comentários sociopolíticos parecem um esforço demais, tornando o filme esquecível.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Variety

    por Owen Gleiberman

    A construção de "A Melhor Escolha" parece promissora na superfície, [...] mas o roteiro não tem forma, é aleatório, e os temas, de arrependimento e pesar e mentiras americanas, são dadas ao público de uma forma surpreendentemente organizada e didática. [...] mas seus personagens parecem ser falsos...

    A crítica completa está disponível no site Variety
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top