Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Eu Não Sou Seu Negro
     Eu Não Sou Seu Negro
    16 de fevereiro de 2017 / 1h 34min / Documentário
    Direção: Raoul Peck
    Elenco: Samuel L. Jackson
    Nacionalidades EUA, Suiça, França, Bélgica
    Ver o trailer
    Imprensa
    4,7 15 críticas
    Usuários
    4,0 51 notas e 7 críticas
    Adorocinema
    5,0
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 12 anos
    O escritor James Baldwin escreveu uma carta para o seu agente sobre o seu mais recente projeto: terminar o livro Remember This House, que relata a vida e morte de alguns dos amigos do escritor, como Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King Junior. Com sua morte, em 1987, o manuscrito inacabado foi confiado ao diretor Raoul Peck.
    Título original

    I Am Not Your Negro

    Distribuidor IMOVISION
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2016
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 5 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 4 786 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    5,0
    Obra-prima
    Eu Não Sou Seu Negro

    Um grito à consciência

    por Rodrigo Torres
    O Oscar 2017 traz uma grata particularidade: a categoria documentário. Parelhos em excelência, seus indicados também portam a similaridade da temática social. Se, em Vida, Animada, a linda relação de um menino autista com as animações da Disney contada pelo próprio pai destoa um pouco, o italiano Fogo no Mar, sobre o problema da imigração africana na Europa, toca na questão racial que une os concorrentes mais aclamados: a obra-prima O.J.: Made in America, o embasado A 13ª Emenda e o filme em questão, Eu Não Sou Seu Negro — o mais complexo. Esta qualidade reside na voz de Eu Não Sou Seu Negro: o brilhante escritor e pensador James Baldwin. Com seu olhar expressivo (literal e figuradamente, no campo intelectual), Baldwin assistiu atônito a dois momentos cruciais de uma tragédia americana. O primeiro, a humilhação imposta a Dorothy Counts, primeira jovem negra a ingressar num colégio exclu...
    Ler a crítica

    Trailers

    Eu Não Sou Seu Negro Trailer Legendado 2:08
    Eu Não Sou Seu Negro Trailer Legendado
    7 678 visualizações
    Eu Não Sou Seu Negro Trailer Original 2:16

    Entrevista, making-of e cena

    Os melhores filmes de 2017 segundo o AdoroCinema 3:01
    Os melhores filmes de 2017 segundo o AdoroCinema
    17 270 visualizações
    Pela web

    Comentários do leitor

    paulo antunes
    paulo antunes

    Segui-los 2 seguidores Ler as 15 críticas deles

    5,0
    Enviada em 20 de fevereiro de 2017
    "EU NÃO SOU NEGRO. EU SOU UM HOMEM" A frase acima - uma das muitas criadas pelo escritor e pensador James Baldwin, no calor dos fortes acontecimentos da luta contra o racismo nos EUA -, está entre aquelas que devem merecer a maior das atenções de todos aqueles que se preocupam com as injustiças que homens cometem contra outros homens, em qualquer dimensão que acontecer a abordagem. Ela está intimamente articulada com tantas outras ...
    Leia Mais
    Hugo D.
    Hugo D.

    Segui-los 297 seguidores Ler as 318 críticas deles

    4,5
    Enviada em 2 de junho de 2017
    O documentário mostra como o racismo era uma problema sério e não levado à sérios nos Estados Unidos nos anos 60 e 70. Vemos a trajetória de Medgard Evers, Malcolm X e Martin Luther King. A história é baseado no livro inacabado de James Baldwin, outro ativista dos direitos dos negros que tem presença marcante nessa jornada. Esse documentário é obrigatório para se entender que quase nada mudou no mundo, nem na nação que se diz a ...
    Leia Mais
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 4426 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    5,0
    Enviada em 31 de janeiro de 2017
    Este é mais um documentário para abrir e manter aberta a ferida do passado de segregação racial norte-americana. Algo precisa ser feito, de acordo com o autor, James Baldwin, cujo roteiro é baseado em seu romance inacabado. Baldwin foi amigo/conhecido de três ícones do movimento negro americano: Medgar Evers, Malcolm X e Martin Luther King. Curiosamente, como ele bem coloca, cada um deles uma liderança muito diferente, muito única, do ...
    Leia Mais
    Elisangela M.
    Elisangela M.

    Segui-los 16 seguidores Ler as 15 críticas deles

    4,0
    Enviada em 28 de agosto de 2017
    Vou me abster de comentar, dedico este filme aos meus filhos Jefferson e Carlos Victor, e a minha filha de coração Rosa Flor, parceira de longas divagações dobro ser negra. Somente recomendo, os EUA como nação hegemônica no último século influenciou e influência muito de nossos hábitos. No Brasil é tudo igual, José 's e Maria's .
    7 Comentários do leitor

    Fotos

    13 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Participação em Festival

    Participou do Festiaval de Toronto 2016.

    Inspiração

    Baseado em um manuscrito inacabado.

    Top 15

    Ficou entre os 15 filmes incluídos na lista final do Oscar de melhor documentário em 2017.
    5 curiosidades

    Últimas notícias

    Imovision comemora 30 anos com evento em Niterói com Juliette Binoche
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    quinta-feira, 28 de novembro de 2019
    César 2018: 120 Batimentos Por Minuto confirma o favoritismo vencendo a maioria dos prêmios
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sábado, 3 de março de 2018
    "Oscar francês" teve homenagem a Penélope Cruz emocionantes lembranças a Jeanne Moreau e Jean Rochefort.
    BAFTA 2018: Três Anúncios Para um Crime é o grande vencedor do 'Oscar britânico'
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018
    Filme do irlandês Martin McDonagh saiu da festa com cinco prêmios.
    28 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Senhor Ivan
      Com uma perfeita e forte narrativa de Samuel L.Jackson,esse é um documentário único.Os relatos,imagens de arquivos e as personalidades que aparecem ao longo dos 90 minutos faz a experiência se tornar admirável.>Assistido em 19 de Fevereiro de 2018-Dou nota 8/10
    Mostrar comentários
    Back to Top