Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Vida Selvagem
     Vida Selvagem
    27 de fevereiro de 2019 para filmes online / 1h 45min / Drama
    Direção: Paul Dano
    Elenco: Carey Mulligan, Jake Gyllenhaal, Ed Oxenbould
    Nacionalidade EUA
    Ver o teaser
    Usuários
    3,2 23 notas e 4 críticas
    Adorocinema
    4,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Aos 14 anos de idade, Joe (Ed Oxenbould) começa a perceber que sua família está desmoronando. O pai, Jerry (Jake Gyllenhaal), acaba de perder o emprego, mas não quer que a esposa trabalhe. A mãe, Jeanette (Carey Mulligan), não pretende ficar de braços cruzados diante da crise e começa a ganhar sua autonomia. Quando Jerry decide ficar muitos meses fora de casa, num trabalho temporário apagando incêndios pela região, Jeanette decide que é hora de refazer a sua vida. Mas para Joe, a única coisa que importa é ver os pais reunidos novamente.
    Título original

    Wildlife

    Distribuidor SONY PICTURES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 4 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    4,5
    Ótimo
    Vida Selvagem

    Família em chamas

    por Bruno Carmelo
    Uma família norte-americana dos anos 1950. A casa tem papel de parede, sofás de couro, rádios e televisões. A mãe se encontra na cozinha, preparando uma refeição para o marido, que chega do trabalho pronto para comer e abraçar o filho. O garoto está sentado no sofá, em frente à televisão, fazendo a lição de casa. O início de Wildlife corresponde à imagem cristalizada do American dream, estruturado na família patriarcal e no sucesso financeiro. No entanto, o pré-adolescente Joe (Ed Oxenbould) percebe que o casamento dos pais não vai muito bem. Quando o pai perde o emprego, a família corre risco de desabar. Mas não tem problema, contanto que todos fiquem juntos, certo? O filme propõe, de maneira elegante e violenta, a destruição deste imaginário social. Joe, com seu olhar amigável e comportado, não tem reação diante da partida do pai para trabalhar em incêndios nas regiões, nem diante d...
    Ler a crítica

    Trailer

    Vida Selvagem Teaser Original 1:50
    Vida Selvagem Teaser Original
    1 917 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Carey Mulligan
    Personagem : Jeanette Brinson
    Jake Gyllenhaal
    Personagem : Jerry Brinson
    Ed Oxenbould
    Personagem : Joe Brinson
    Bill Camp
    Personagem : Warren Miller
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Tarcísio Braga
    Tarcísio Braga

    Segui-los 19 seguidores Ler as 61 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de janeiro de 2019
    O filme tem o ritmo lento no início e vai se desenvolvendo aos poucos, a história não tem muitos detalhes e por isso não apresentar cenas marcantes, o final é empolgante e previsível, faltou mais cenas de drama e detalhe sobre a história até aquele ponto, como eles chegaram ali. O filme é fraco, pois teve um roteiro fraco e a sua direção não conseguiu superar isso, não tem carisma com os personagens, porém o que se salva é a sua ...
    Leia Mais
    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 7246 seguidores Ler as 1 180 críticas deles

    3,0
    Enviada em 25 de janeiro de 2019
    Aos 14 anos de idade, Joe (Ed Oxenbould) começa a perceber que sua família está desmoronando. O pai, Jerry (Jake Gyllenhaal), acaba de perder o emprego, mas não quer que a esposa trabalhe. A mãe, Jeanette (Carey Mulligan), não pretende ficar de braços cruzados diante da crise e começa a ganhar sua autonomia. Quando Jerry decide ficar muitos meses fora de casa, num trabalho temporário apagando incêndios pela região, Jeanette decide que ...
    Leia Mais
    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 12677 seguidores Ler as 1 194 críticas deles

    4,5
    Enviada em 12 de janeiro de 2019
    Drama familiar sob a ótica do filho adolescente que percebe as diferenças, distanciamentos e todas as dificuldades dos seus pais. Sensível e com final sincero. Garoto manda bem.
    Washington R.
    Washington R.

    Segui-los 11 seguidores Ler as 51 críticas deles

    2,0
    Enviada em 27 de abril de 2020
    drama familiar bem esquecível jake Gylenhall está bem no papel mas não sei como ele aceitou fazer esse filme no mais não é um filme Ruim mas poderia ser bem mais a contar com o elenco que possui....
    4 Comentários do leitor

    Fotos

    16 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Inspiração

    Baseado em um livro do escritor Richard Ford.

    Festival de Cannes

    Filme de abertura da Semana da Crítica de 2018.

    Primeira vez

    O filme é a estreia de Paul Dano como diretor.
    4 curiosidades

    Últimas notícias

    Retrospectiva 2019: Os principais filmes que você não viu nos cinemas
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    segunda-feira, 23 de dezembro de 2019
    Começa hoje o Festival do Rio 2018!
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quinta-feira, 1 de novembro de 2018
    Conheça a programação, se organize e aproveite o evento até dia 11 de novembro.
    Festival do Rio 2018: Seleção completa traz Godard, Barry Jenkins e inúmeros outros badalados títulos deste ano
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    sexta-feira, 19 de outubro de 2018
    A mostra cinematográfica da Cidade Maravilhosa ocorre entre os dias 1º e 11 de novembro.
    8 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Senhor Ivan
      Um filme elegante,que mostra bem a relação familiar dos personagens principais e temos um trio perfeitamente bem escolhido para a situação.Jake Gyllenhaal continua uma crescente impressionante em dramas.O jovem Ed Oxenbould é a surpresa agradável.Carey Mulligan faz algo parecido com o que fez em Educação e consegue ser a melhor coisa do filme após os trinta minutos iniciais.>Assistido em 15 de Março de 2020-Dou nota 7/10
    • Thiago Soares Mota
      - 67º filme de 2.020! Visto em 19/02...- Nota: 7,0/10! Bom! Apesar de ser uma boa estréia do ótimo ator Paul Dano na direção, esse drama familiar tinha condições de ser melhor! A direção é boa e as atuações do quarteto Bill Camp, Carey Mulligan, Ed Oxenbould e Jake Gyllenhaal são ótimas, mas o filme tem alguns defeitos! O ritmo é lento, a mudança de personalidade da personagem da Carey Mulligan foi muito rápida e, por isso, muito forçada e há o sumiço, sem explicações, da personagem da simpática Zoe Colletti! Não é um filme memorável, mas vale uma sessão pelo elenco e pelo enredo...
    • Leandro S.
      Gostei do Filme ! Começa lento e depois a história vai ganhando força. Atuação sempre muito boa de Jake Gynllehaal . História de um drama familiar que acontece com muita frequência e que deixa traumas profundos em todos envolvidos .
    • Luiz Ant?nio N.
      Aos 14 anos de idade, Joe (Ed Oxenbould) começa a perceber que sua família está desmoronando. O pai, Jerry (Jake Gyllenhaal), acaba de perder o emprego, mas não quer que a esposa trabalhe. A mãe, Jeanette (Carey Mulligan), não pretende ficar de braços cruzados diante da crise e começa a ganhar sua autonomia. Quando Jerry decide ficar muitos meses fora de casa, num trabalho temporário apagando incêndios pela região, Jeanette decide que é hora de refazer a sua vida. Mas para Joe, a única coisa que importa é ver os pais reunidos novamente.Um filme que começou lento e me deu até sono mas depois de um tempo comecei a me interessar pela história e não consegui parar de assistir, achei muito bom e me envolvi realmente com a vida do menino ⭐⭐⭐
    Mostrar comentários
    Back to Top