Meu AdoroCinema
    10 Segundos para Vencer
    10 Segundos para Vencer
    Data de lançamento 27 de setembro de 2018 (2h 00min)
    Direção: José Alvarenga Jr.
    Elenco: Daniel de Oliveira, Osmar Prado, Ricardo Gelli mais
    Gêneros Drama, Biografia
    Nacionalidade Brasil
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    3,4 11 críticas
    Usuários
    3,6 49 notas e 7 críticas
    Adorocinema
    3,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Conhecido como "Galinho de Ouro", por ter sido eleito o maior peso galo da história do boxe, Eder Jofre é considerado um dos maiores boxeadores de todos os tempos. Nem a infância difícil no bairro do Peruche, em São Paulo, conseguiu deter Eder, que se consagrou campeão mundial em 1961, nos Estados Unidos.
    Distribuidor IMAGEM FILMES
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2018
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 3 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 46 382 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Alugar
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    3,5
    Bom
    10 Segundos para Vencer

    Um homem de família

    por Taiani Mendes
    Praticamente desde que o cinema é cinema o boxe é o esporte preferido dos realizadores. Talvez seja porque a maioria dos pugilistas vem de origem humilde e supera poucas e boas pela carreira (argumento pronto); porque o bailado sangrento dentro do ringue rende ótimas imagens; porque as regras são claras e o resultado muitas vezes imprevisível... Não sei. Só sei que é assim e a aposta no "gênero" continua, vide, por exemplo, a franquia Creed. É do Brasil um dos grandes lutadores da História, Eder Jofre, que finalmente ganha cinebiografia pelas mãos de José Alvarenga Jr.. Como é difícil querer inventar a roda num tema em que a excelência já foi alcançada algumas vezes, a saída do cineasta é referenciar. Ele evoca, inclusive em preto e branco, Touro Indomável, Rocky e até comerciais de produtos esportivos. 10 Segundos para Vencer existe como existe porque certas coisas já foram feitas, m...
    Ler a crítica

    Trailers

    10 Segundos para Vencer Trailer 2:21
    10 Segundos para Vencer Trailer
    7 119 visualizações
    10 Segundos Para Vencer Teaser 1:00
    154 visualizações

    Entrevistas, making-ofs e cenas

    10 Segundos para Vencer Entrevista Elenco e Diretor 4:55
    10 Segundos para Vencer Entrevista Elenco e Diretor
    194 visualizações
    10 Segundos - Visita ao Set 5:57
    10 Segundos - Visita ao Set
    1 116 visualizações
    4 vídeos
    Pela web

    Elenco

    Daniel de Oliveira
    Personagem : Eder Jofre
    Osmar Prado
    Personagem : Kid Jofre
    Ricardo Gelli
    Personagem : Zumbanão
    Sandra Corveloni
    Personagem : Angelina
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    Danilo A
    Crítica positiva mais útil

    por Danilo A, em 16/09/2018

    5,0Obra-prima
    É o tipo de filme necessário para o crescimento do cinema nacional. É um filme biográfico mas que consegue passar a ...
    Leia mais
    João Vitor C
    Crítica negativa mais útil

    por João Vitor C, em 13/10/2018

    4,0Muito bom
    Filme empolgante que te emociona em diversos momentos. O personagem Kid é sensacional e as próprias contradições de ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    57% (4 críticas)
    43% (3 críticas)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    Você assistiu 10 Segundos para Vencer ?
    7 Críticas de usuários

    Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Vários Formatos

    O filme também será lançado em formato de minissérie na Rede Globo.

    Festival de Gramado

    Em competição no 46° Festival de Cinema de Gramado

    Baseado em fatos reais

    Inspirado na história de vida do boxeador brasileiro Éder Jofre, considerado o maior peso galo de todos os tempos.

    Últimas notícias

    Chacrinha: O Velho Guerreiro lidera indicações ao Grande Prêmio do Cinema Brasileiro
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    segunda-feira, 17 de junho de 2019
    Retrospectiva 2018: As 20 maiores bilheterias do cinema brasileiro
    NOTÍCIAS - Visto na Web
    sexta-feira, 4 de janeiro de 2019
    As biografias se destacam na lista!
    Retrospectiva 2018: As melhores entrevistas nacionais do AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Entrevistas
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2018
    We speak portuguese.
    16 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Edson
      Assista o filme agora, acesse já >>> WWW.FILMESONLINEX.IO <<<
    • Fernanda S.
      Que filmão!!! Chorei diversas vezes, emocionante e empolgante conhecer a história (mesmo que alterada em algumas partes) do Eder Jofre, boxeador brasileiro campeão mundial peso galo e campeão mundial peso pena, que foi treinado pelo pai, o qual possuía uma academia de boxe. Foi considerado o maior pugilista peso galo da era moderna, e parou de lutar sem nunca ter escutado os 10 segundos, nunca perdeu por nocaute! Impactante e irretocável as atuações de Osmar Prado e Daniel de Oliveira.
    • Andries Viljoen
      Década de 1950 – O grande momento do boxe brasileiroA década de 1950 foi marcada pelo importante crescimento popular do boxe e por revelar grandes boxeadores. Entre eles, nomes como o de Kaled Curi, Luisão, Ralf Zumbano e o grande Éder Jofre, o maior boxeador da história do boxe brasileiro.Nesta época Éder Jofre participou dos Jogos Olímpicos de Melbourne, na Austrália, em 1956, o que fez ele despontar no boxe profissional. Apesar de não trazer nenhuma medalha das olimpíadas, Jofre foi responsável por vários títulos importantes. Destaque para o brasileiro dos pesos-galo, em 1958. Porém, o auge de títulos conquistados por Éder Jofre seria na década de 1960 que é para onde vamos viajar no próximo capítulo.
    • Andries Viljoen
      Décadas de 1960 e 1970 – A lenda Éder JofreDepois de conseguir ficar entre os dez primeiros colocados do ranking da antiga NBA, atual Associação Mundial de Boxe (WBA), em 1960, Éder Jofre teve a oportunidade de disputar o título mundial contra o mexicano Eloy Sanchez. Sagrou-se campeão mundial e mais adiante, em 1962, Jofre enfrentou o campeão da União Européia de Boxe. A luta valia a liderança do ranking da categoria galo. Éder Jofre derrotou o adversário irlandês, no Ibirapuera, em São Paulo, tornando-se o número 1 da categoria.Jofre manteve seu cinturão até 1965, quando então foi derrotado duas vezes pelo maior boxeador japonês de todos os tempos, Masahiko “Fighting” Harada, o que fez com que ele se afastasse dos ringues aos 30 anos de idade.Cinco anos mais tarde, já na década de 1970, Jofre retornou aos ringues, porém, na categoria pena, voltou a ser campeão mundial pelo Conselho Mundial de Boxe em 1973. Despediu-se definitivamente dos ringues em 1976 com um fantástico cartel de 78 lutas e apenas 2 derrotas.Nos anos 60 e 70, outros lutadores se destacaram. Entre eles o médio-ligeiro Miguel de Oliveira, campeão mundial pelo Conselho Mundial de Boxe em 1975 e o peso Mosca Servílio de Oliveira, um dos poucos boxeadores brasileiros a conquistar uma medalha olímpica, nos Jogos da Cidade do México em 1968.
    Mostrar comentários
    Back to Top