Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Custódia
     Custódia
    5 de julho de 2018 / 1h 34min / Suspense, Drama
    Direção: Xavier Legrand
    Elenco: Léa Drucker, Denis Ménochet, Thomas Gioria
    Nacionalidade França
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    3,4 15 críticas
    Usuários
    3,6 40 notas e 3 críticas
    Adorocinema
    4,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    O casal Miriam (Léa Drucker) e Antoine Besson (Denis Ménochet) acabar de se divorciar. E para garantir a proteção de seu filho do pai, que ela acusa de ser violento, Miriam pede a custódia exclusiva. O juiz, no entanto, acaba concedendo custódia compartilhada aos dois. Tomado quase como um refém entre seus pais, Julien (Thomas Gioria) fará tudo para evitar o pior.
    Título original

    Jusqu’à la Garde

    Distribuidor Supo Mungam Films
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2017
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 2 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 18 718 entradas
    Orçamento -
    Idiomas Francês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Alugar
    Veja todos os filmes online

    Críticas AdoroCinema

    4,5
    Ótimo
    Custódia

    Pai contra mãe

    por Bruno Carmelo
    Começamos em terreno de absoluta igualdade entre Antoine (Denis Ménochet) e Miriam (Léa Drucker). Eles estão diante de uma juíza, discutindo a guarda do filho pequeno. Uma carta é lida, acusando o pai de atos agressivos. A expressão de nenhum deles se transforma. A advogada da ex-esposa traz argumentos sensatos: ela deseja ter a guarda exclusiva porque Antoine é violento e a persegue. A advogada do ex-marido também traz argumentos razoáveis: ele apenas persegue Miriam porque ela faz questão de sumir com o filho, desrespeitando os dias de visita e impedindo chamadas telefônicas.   Após esta cena, o filme volta no tempo para mostrar o que ocorreu até ali. O diretor Xavier Legrand se esforça em apresentar ao espectador uma série de situações cada vez mais fortes de conflito familiar. Ao invés de começar dizendo quem está certo ou errado, deixa que o público descubra, por si só, como funci...
    Ler a crítica
    Custódia Trailer Legendado 1:13
    Custódia Trailer Legendado
    5 260 visualizações
    Custódia Trailer Original 1:06
    847 visualizações

    Entrevista, making-of e cena

    Os Melhores Filmes de 2018 segundo o AdoroCinema 4:48
    Os Melhores Filmes de 2018 segundo o AdoroCinema
    88 469 visualizações
    4 vídeos
    Pela web

    Elenco

    Léa Drucker
    Personagem : Miriam Besson
    Denis Ménochet
    Personagem : Antoine Besson
    Thomas Gioria
    Personagem : Julien Besson
    Mathilde Auneveux
    Personagem : Joséphine Besson
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 15724 seguidores Ler as 1 207 críticas deles

    4,5
    Enviada em 19 de agosto de 2018
    Filme altamente tenso e aflitivo sobre a custódia do filho. O pai busca seus direitos de visita e de ficar com ele nos finais de semana. embora a própria criança diga que não quer, a juíza exige e a criança e a mãe viverão dias de tensão e sofrimento.
    Bruno Campos
    Bruno Campos

    Segui-los 184 seguidores Ler as 257 críticas deles

    4,5
    Enviada em 20 de julho de 2018
    Ótimo. Extremamente tenso, fixa o espectador na fina linha da iminência de uma desgraça. A carga dramática, extenuante, lembra filmes como o excelente italiano "Violação de Domicílio", e a obra-prima francesa "O Ódio". A direção, bastante competente, nos conecta ao drama de uma mulher e seus 2 filhos à beira de um colapso, através do horror e da raiva ante à fragilidade, ingenuidade e otimismo negligente. O ex-marido, vivido ...
    Leia Mais
    c4rlc4st
    c4rlc4st

    Segui-los 239 seguidores Ler as 279 críticas deles

    4,0
    Enviada em 14 de setembro de 2018
    A maior virtude deste filme é o roteiro, que nos apresenta a história sem nos revelar os fatos primordiais, ficando para nós o dever de decifrar, até que se revele, quem fala a verdade e quem tem a razão. Esse artifício mostra muito sobre nossa construção social em relação ao machismo. Os personagens são complexos e bem desenvolvidos, destaque para as grandes atuações. O ritmo do filme pode ser considerado lento, mas é ...
    Leia Mais
    3 Comentários do leitor

    Fotos

    20 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Festival

    Em 2017, o filme foi selecionado para a o Festival Internacional de Cinema de Toronto.

    Festival Varilux de Cinema Francês 2018

    A obra faz parte da seleção oficial do Festival Varilux de Cinema Francês (2018).

    Últimas notícias

    César 2019: Confira os indicados ao "Oscar do cinema francês"
    NOTÍCIAS - Festivais e premiações
    quarta-feira, 23 de janeiro de 2019
    Retrospectiva 2018: Os 20 melhores filmes do ano segundo a redação do AdoroCinema
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    sábado, 22 de dezembro de 2018
    Concorda com a nossa lista?
    Custódia: Confira cena inédita de drama francês sobre divórcio (Exclusivo)
    NOTÍCIAS - Lançamentos
    terça-feira, 10 de julho de 2018
    Longa está em cartaz nos cinemas.
    15 Notícias e Matérias Especiais

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • andclay
      filme que te prende a atenção do começo ao fim. conta a história da vida real. merecido Cesar de melhor filme
    • Thiago Soares Mota
      - 60º filme de 2.019 - Visto em 26/02...- Filme denso e tenso, do primeiro ao último minuto, que me lembrou um pouco o também francês (em coprodução com a Alemanha) Em Pedaços (2.017), onde uma mulher (Léa Drucker), além de ser vítima de um crime (vários, nesse caso), é também vítima do sistema judiciário, que impõe a ela e ao filho mais novo, uma convivência forçada com o ex-marido e pai do seu filho mais novo! Esse ex-marido e pai dessa criança (Denis Ménochet) é abusivo, agressivo, ciumento, desequilibrado, possessivo e violento, e a expressão de medo no rosto de mãe e filho a cada encontro com ele diz tudo sobre o pavor que sentem! Filme bem dirigido e com atuações fantásticas, é se se estranhar que não tenha tido o sucesso que merece! O único senão do filme é o diretor se alongar demais em algumas cenas que poderiam ter sido um pouco menores, mas que não comprometem o resultado final! O clima de suspense e as atuações de todo o elenco, desde os coadjuvantes até o elenco principal, especialmente de Denis Ménochet e do estreante Thomas Gioria (que vive o filho do ex casal) prendem a atenção o tempo todo, até chegar a um final de tirar o fôlego! Recomendo! Filme para ver e rever, que vai para a lista dos melhores do ano, em mais um grande filme do excelente cinema francês...- Nota: 9,0/10 (muito bom)...
    • Leandro S.
      Excelente Filme Francês ! Realista , dramático e atual. Protagonistas com atuações acima da média . Recomendo muito esse filme baseado em um comovente trauma familiar ...
    • Srta B.
      Drama familiar perturbador, comovente e muito realista.O filme retrata com precisão a tensão de cada situação e se torna impossível não se sensibilizar com a angústia de mãe e filhos.Destaque para o elenco, todos se entregam de uma forma completa e transmitem com exatidão a agonia pelo qual seus personagens estão passando, dá pra sentir o medo no olhar e no comportamento deles. Os minutos finais são de pura aflição. Filme impactante.
    • Senhor Ivan
      Antoine,ligeiramente se torna um dos piores pais do cinema.A vontade que dar é entrar no filme e socar a cara do sujeito até dizer chega.Eu esperava um drama menos envolvente e clichê.Mas não é nada disso.O drama é tenso do início ao fim,com atuações exemplares e a cada nova cena,torcemos ainda mais pela mãe e filhos.O final é único.Um dos meus filmes favoritos desse ano.>Assistido em 20 de Agosto de 2018-Dou nota 8/10
    Mostrar comentários
    Back to Top